alto-falante inteligente

Eduardo Barros, morador de um pequeno povoado do Novo México (EUA), discutia com sua namorada. Essa briga poderia terminar em tragédia, mas no meio da discussão, Barros (que estava com uma arma de fogo na mão), perguntou para a namorada: “você chamou a polícia?”

Ela não chamou, mas essa pergunta salvou a vida dela, já que o alto-falante inteligente ativo naquele momento interpretou aquela frase e ligou para o 911, número do serviço de emergência nos Estados Unidos.

Minutos depois, vários agentes policiar e um time da SWAT chegaram na residência para prender Barros, e a moça não sofreu danos graves.

Para o xerife do condado, a situação poderia ser muito pior. O assistente possivelmente ajudou a salvar uma vida.

 

 

Dispositivos como o Amazon Echo ou o Google Home levantam o debate sobre a privacidade e segurança, com alguns desses dispositivos se tornando elementos importantes para investigações de crimes.

Por outro lado, essa ativação de voz pode tanto salvar vidas como produzir falsos positivos, reconhecendo ameaças que na verdade são frases de filmes e séries de TV.

Não sabemos por que exatamente o alto-falante inteligente reconheceu a frase e realizou uma chamada de emergência, mas é fato que esse tipo de periférico cria um novo cenário que temos que ir nos adaptando.

 

Via Engadget