black-friday

 

Apesar da crise (e do varejo brasileiro bagunçar a brincadeira), a Black Friday 2016 está chegando. A queima de estoque das lojas oferecem descontos e ofertas em milhares de produtos. E muita gente quer aproveitar isso.

A ação acontece na última sexta-feira do mês de novembro, depois do Dia de Ação de Graças. Mas isso oficialmente.

A Black Friday 2016 perdeu completamente a sua essência original, o seu foco exclusivo na loja física e as promoções apenas nesse dia.

A Black Friday agora é um evento global, tanto nas lojas físicas como nas virtuais. Nos Estados Unidos, o maior fluxo ainda está nas lojas físicas, mas as vendas online aumentam a sua participação a cada ano, principalmente em países como o Brasil.

Todos os varejistas e fabricantes entendem que as compras pela internet são fundamentais, e algumas promoções acontecem ao longo de quase dois meses.

De qualquer forma, as melhores ofertas acontecem na semana entre 21 e 21 de novembro. No dia 28 de novembro (segunda), temos a Cyber Monday, o contraponto online da Black Friday.

Nesse post, oferecemos alguns conselhos para que você aproveite o período de compras pela internet da melhor forma possível.

 

 

1. Nem tudo pode ser considerado “oferta” na Black Friday 2016

 

O nome Black Friday é sinônimo de apelo para vendas. Porém, nem tudo é oferta, e algumas lojas sobem os preços durante o período. Compare preços entre as lojas e procure o histórico de preços dos produtos para garantir que a oferta é real.

 

2. Atualize suas contas de compra online

 

A velocidade na hora de dar cliques na compra é essencial para obter as melhores ofertas da Black Friday. Algumas duram minutos ou segundos.

Invista algum tempo para revisar suas contas online, dados pessoais, endereços de envio e cobrança, além dos métodos de pagamento. Se a loja online oferecer, ative o modo de “compra em um clique”.

Cada segundo conta.

 

 

3. Prepare o carrinho de compras

 

blackfriday_2

 

Se você tem certeza sobre qual o produto que você quer comprar e espera por descontos na Black Friday, prepare o carrinho de compras com algumas opções em lojas dias antes.

Você também pode marcar como favoritos ou adicionar o produto na lista de desejos.

Pense nas suas necessidades e faça uma lista, deixando tudo em aberto, já que você pode receber uma oferta irrecusável de alguma loja concorrente.

 

 

4. Utilize um rastreador

 

Monitorar todas as ofertas de Black Friday pode ser uma grande dor de cabeça. Porém, alguns rastreadores de ofertas fazem o trabalho sujo por nós, filtrando as ofertas.

Também é possível utilizar a ativação de alertas para receber notificações por e-mail.

 

 

5. Cartão de crédito/segurança

 

As violações de dados estão na ordem do dia, e ataques às lojas virtuais são um risco em potencial.

Os cibercriminosos esperam essas jornadas de compras em massa para atuar. Como medida de segurança, utilize apenas um cartão de crédito para minimizar os riscos e garantir uma maior proteção contra fraudes.

A mesma regra vale para qualquer outro método de pagamento.

 

6. Vá se preparando para terminar a Black Friday com as mãos vazias

 

blackfriday_23

 

Tenha em mente que, ao ver um preço inicialmente irresistível e que não fazia parte dos seus planos, você não deve se precipitar na compra.

Pense com calma em suas necessidades, prepare com antecedência a sua lista de compras e se prepare para terminar a Black Friday com as mãos vazias. As compras e ofertas não acabam com a Black Friday.

 

 

7. Não se esqueça da Cyber Monday

 

A Black Friday é a jornada de compras com descontos mais popular, mas a Cyber Monday, que acontece apenas três dias depois, é ainda mais relevante para os fãs de tecnologia, pois é totalmente dedicada ao comércio eletrônico.

Os descontos são ainda mais importantes, apesar de um número de ofertas menor.

Se você terminar a Black Friday com as mãos vazias, tem o domingo para revisar a lista de compras com calma, preparando seu poder de compra para a Cyber Monday.