crowdfunding

 

Segundo o Kickstarter, 78% dos projetos que em algum momento conseguem arrecadar 20% de sua meta acabam se financiando. O financiamento coletivo, ou crowdfunding, permitiu que iniciativas de centenas de pessoas chegassem ao mundo sem algum grande investidor por trás.

A criatividade está nas mãos de todos, e qualquer pessoa pode colaborar com tais iniciativas. Mas uma campanha que consegue sua meta não garante o sucesso de um projeto.

Os motivos para o fracasso passam por problemas econômicos, desorganização com o dinheiro recebido, abandono total dos responsáveis e até os imitadores chineses.

Esse post mostra seis exemplos de grandes ideias que que simplesmente não triunfaram, mesmo com uma campanha de crowdfunding bem sucedida.

 

 

ZX Spectrum Vega+

 

 

O projeto foi recentemente freado pelo IndieGoGo porque a Retro Games acumulou atrasos nas entregas, além de oferecer poucas informações aos financiadores do produto.

O ZX Specrtum Vega+ era um controle que prometia rodar mais de 1000 jogos originais do Sinclair ZX Spectrum na TV.

Nesse momento, a Retro Computers segue atualizando a sua página no IndieGoGo, e faz referência ao envio de unidades especiais prometidas em um concurso entre os patrocinadores. Porém, nenhuma data é confirmada para os envios. Ia ser em outubro de 2016, mas a data foi alterada para fevereiro de 2017. Prazo que também não foi cumprido.

 

Ant Simulator

 


O Ant Simulator foi criado para explorar o mundo a partir da perspectiva de uma formiga. O projeto alcançou o seu objetivo de US$ 4 mil no Kickstarter, mas depois de cinco atualizações da Alpha, o status de desenvolvimento não foi mais informado.

O que deixa tudo pior é que seu criador, Eric Tereshinski, explica que seus parceiros gastaram o dinheiro arrecadado em bebidas, strippers e outras atividades não relacionadas com o produto.

Mesmo querendo continuar o projeto por conta, Eric afirmou que, sem eles, ele poderia ser processado. Confessou que passou dois meses difíceis antes de tornar a situação pública, e garantiu que queria contactar os afetados para tentar oferecer algum reembolso.

 

 

Coolest Cooler

 

 

O Coolest Cooler é uma geladeira multifuncional que integrava um alto-falantes sem fio, além de ser um produto resistente à água, contando com um carregador de baterias via USB, iluminação LED integrado e um dispenser opcional.

Quando chegou ao Kickstarter, foi um sucesso: conseguiu US$ 7 milhões em pouco mais de um mês, com a colaboração de 35 mil pessoas.

Porém, a empresa por trás do projeto começou a vender o produto por US$ 499 na Amazon em 2015, visando arrecadas dinheiro para produzir novas unidades. E não ajudou a empresa gastar US$ 12 milhões em vários fatores, principalmente na busca de outro fabricante do motor do produto.

Mesmo com as vendas, em abril de 2016, a empresa pediu US$ 97 a mais para os financiadores para enviar as unidades do produto. Quem não pagou a mais tinha que esperar ainda mais para receber a geladeira. E assim foi.

 

 

Zano

 

 

O Zano era um mini-drone parcialmente autônomo, capaz de fazer fotos e vídeos em HD, podendo se conectar ao smartphone que controlaria o dispositivo.

Mesmo arrecadando 2.3 milhões de libras, seus criadores não sabiam produzir o dispositivo em massa, e nem tinham claro como investir o dinheiro para isso.

Eles conseguiram gastar todo o dinheiro arrecadado na primeira remessa de drones, sem ter recursos para enviar as próximas remessas. O Kickstarter abriu uma investigação sob a suspeita de fraude, mas comprovaram que tudo foi um grande ato de incompetência dos criadores no desenvolvimento do projeto.

 

 

Smarty Ring

 

 
O Smarty Ring permitia a visualização de notificações e utilizar alguns recursos do smartphone a partir do dedo, em um anel.

As expectativas foram enormes, mas apesar de arrecadar US$ 297 mil, foi um fracasso total. Depois de tentar vários designs, o protótipo apresentado aos patrocinadores era completamente diferente do prometido.

 

 

myIDKey

 

 

O myIDKey prometia armazenar e encriptar todas as nossas senhas de sites ou serviços, com o objetivo de poder acessá-las através de nossa digital. O projeto alcançou quase US$ 500 mil na campanha de crowdfunding no Kickstarter, ganhou prêmios na CES 2013 e recebeu investimentos de US$ 3 milhões.

Porém, poucas unidades do produto chegaram ao mercado, e a empresa enfrentou vários problemas operacionais praticamente irreversíveis. O produto era pequeno demais para incluir toda a tecnologia necessária para funcionar perfeitamente.