Tudo levava a crer que a RIM estava prestes a anunciar as versões do BBM para plataformas como Android e iOS. Ledo engano. Segundo indica uma fonte do Wall Street Journal, o CEO da RIM cancelou qualquer plano de incorporação do BBM em outros dispositivos que não sejam o BlackBerry, e a decisão “não está aberta a discussões”.

Thorsten Heins decidiu cancelar os planos para o uso do BBM em outras plataformas como parte de sua estratégia para “limpar a casa”, mantendo assim o usuário do seu serviço de mensagens ao hardware da RIM. O que talvez o executivo não tenha levado em consideração é que os usuários vão adotar o serviço que os seus contatos mais utilizam, e o problema para a RIM é que existe uma maior tendência para os usuários adotarem serviços gratuitos e em multiplataforma, como é o caso do WhatsApp, e não proprietários, como o BBM e o iMessage.

Mas, enfim… como CEO da RIM, ele deve saber o que está fazendo, não é mesmo? Afinal, eu sou só um blogueiro. Ele é “o CEO da RIM”!

Via Wall Street Journal