2015-08-21 12.14.35

A LG realizou ontem (21) em São Paulo a segunda edição do Fórum webOS, um debate que reuniu alguns representantes do setor de imagem que visa apresentar ideias e avanços para que as tecnologias inteligentes estejam mais e mais presentes nas TVs dos brasileiros.

A LG aproveitou a oportunidade para apresentar as novidades do webOS 2.0, sistema utilizado em suas Smart TVs. Os compradores de uma Smart TV com webOS de 2014 receberão a nova versão de forma gradativa, e gratuita, com atualização do software pela internet.

O debate foi mediado pela jornalista e apresentadora Lorena Calabria, e participaram da discussão Renato Almeida, Gerente de Produto do segmento de TVs da LG Electronics do Brasil, Vinicius Losaco, vice-presidente de Marketing para a América Latina da Netflix, Leo Xavier, CEO e fundador da Pontomobi, e Cassiano Froes, Gerente de Tecnologia da Globosat.

Entre os temas abordados, muito foi dito sobre o novo papel da TV no consumo de entretenimento com a ajuda das TVs inteligentes, a produção de conteúdos em 4K e o aumento do consumo on demand. Não só apresentar as soluções adotadas por cada um desses grupos de mídia, mas principalmente em como a TV se reinventou ao longo desse processo, no lugar de ser substituída por outras ferramentas.

Durante o debate, alguns pontos muito interessantes foram discutidos. Um deles foi sobre a qualidade da internet brasileira, onde apesar da proposta do 4K ser uma das mais ofertadas pelos produtores de conteúdo (ou, nesse caso, pela Netflix), o Brasil ainda tem uma média de conexão muito abaixo daquela proposta como mínima para a reprodução dos conteúdos nesse formato (média do Brasil é de 3 Mbps, e velocidade mínima exigida pela Netflix para o 4K é de 25 Mbps).

Outro ponto abordado foi sobre a distribuição desses conteúdos nas plataformas inteligentes. A Globosat já se posiciona, afirmando que os seus conteúdos só estarão disponíveis nos formatos on demand para os assinantes da TV tradicional, sem uma oferta individual para quem só quer assistir aos seus canais.

LG_Tela_webOs

 

Para falar sobre a liderança em oferecer conteúdo 4K aos seus consumidores ao redor do mundo, o Vice-Presidente de Marketing da Netflix para América Latina, Vinicius Lossaco, mostrou a crescente demanda no consumo de séries e filmes em plataformas como a Smart TV e o pioneirismo em disponibilizar conteúdos em 4K.

A Globosat trouxe Cassiano Froes, Gerente de Tecnologia da empresa, que destacou os desafios do setor de TV por assinatura e como a indústria está se preparando para esse crescente aumento de conteúdo on demand e em alta resolução. Froes ressaltou os novos investimentos do setor e do novo aplicativo da empresa na plataforma smart webOS da LG.

A Pontomobi completou a mesa redonda com Leo Xavier, CEO e fundador da empresa, que destacou as novas oportunidades de negócios e os serviços que podem ser disponíveis. Leo também mostrou o quanto é fácil desenvolver aplicativos para Smart TVs e colocou essa plataforma como uma mídia a ser explorada por desenvolvedores.

Renato Almeida, gerente de produto-TV da LG Electronics do Brasil, foi a ponte dessas grandes empresas, destacando a importância do fabricante como educador neste cenário e a disseminação de uma plataforma como a webOS da LG, que está ainda mais rápida e fácil na versão 2.0, permitindo de maneira intuitiva a alternância entre a programação convencional de TV, aplicativos e navegação na internet.

Para finalizar, o gerente apresentou ao mercado o concurso “webOS Contest” que a LG está promovendo para desenvolvedores e programadores de aplicações. O objetivo é fomentar a criação de novos aplicativos e conteúdos para smart TVs, além de demonstrar a facilidade de trabalhar com essa plataforma.  As inscrições vão até o dia 13 de setembro.

Os interessados podem candidatar seus projetos para as Smart TVs webOS da LG no site www.concursowebosapp.com.br.  Um júri especializado vai escolher as 15 melhores ideias para serem desenvolvidas até o dia 30 de novembro com o suporte do time de R&D (Research & Development) da LG. Dos projetos desenvolvidos serão escolhidos três vencedores.

Os ganhadores do concurso serão anunciados em 15 de dezembro e terão seus aplicativos publicados nas Smart TVs da LG com webOS em 2016, além de ganhar mais de R$ 60 mil em prêmios. O primeiro colocado leva R$ 30 mil e uma TV com tecnologia orgânica OLED, o segundo R$10 mil e uma TV Super UHD 4K e o terceiro lugar, R$ 5 mil e uma TV LED Full HD.

Eduardo Moreira viajou para São Paulo a convite da LG do Brasil