galaxy note 7

 

Semanas depois da Samsung retirar o Galaxy Note 7 do mercado, ainda não está claro o motivo pelo qual esse smartphone explodia.

Parece que o pior já passou, mas o problema ainda causa danos colaterais à empresa: mudar a data de lançamento do Galaxy S8, por exemplo.

O erro misterioso da bateria ainda não esta claro, ou não se tornou público ainda. Um representante da Samsung informa ao WSJ que a empresa ainda segue investigando a causa, alegando máxima prioridade na segurança dos clientes e recuperar os 100% das unidades distribuídas.

 

galaxy-note-7-apresentacao

 

A Samsung garante que tudo isso fez com que os planos iniciais do Galaxy S8 mudasse, adiando o seu lançamento em algumas semanas, apenas para garantir que o que aconteceu com o Note 7 não vai se repetir nunca mais. Se tudo seguir dentro da normalidade, o próximo top de linha dos coreanos será apresentado na Mobile World Congress 2017 em Barcelona, no dia 26 de fevereiro.

 

 

Afinal de contas… onde está o problema?

 

samsung-sdi-teaser

 

Não e a gente que vai responder essa pergunta, mas podemos recapitular o que sabemos.

A Samsung se apressou em culpar a bateria, quando as causas do problema podem ser outros fatores. Especialistas de fora da Samsung indicam que o software que gerencia a interação da bateria com outros componentes do dispositivo, enquanto que outros garantem que o problema está relacionado ao design da placa principal.

Uma terceira teoria vem da própria Samsung: a carcaça das baterias era muito pequena para a capacidade das mesmas. Será que o Galaxy S8 aposta em uma densidade tão elevada para o seu espaço? Ou vamos encontrar uma bateria mais moderada?

A Samsung se apressou no diagnóstico e retirada do smartphone do mercado para recall, sem levar em conta os órgãos reguladores do mercado. Mesmo a investigação do governo da Coreia do Sul não encontrou uma causa clara para o problema.

 

 

Um S8 ou Note 8 pela metade do preço para os afetados

 

Era um rumor que a Samsung confirma.

Como parte do programa de compensação aos compradores do Galaxy Note 7, a Samsung oferece um Galaxy S8 ou um possível Note 8 pela metade do preço.

Na verdade, se pagaria a metade de um Galaxy S7 ou Galaxy S7 Edge, que seria trocado para os próximos modelos quando eles forem lançados.

 

 

Em Hong Kong, o Galaxy Note 7 ainda é vendido por um “preço especial”

 

galaxy-note-7-a-venda-em-hong-kong

 

Muita gente não quis devolver o smartphone, e como peça especial na história da telefonia móvel, tenta fazer negócio com essas unidades.

Richard Lai registrou a foto acima, que mostra que algumas lojas em Hong Kong estão vendendo o produto por um “preço especial”. Não revelou se é mais caro ou mais barato, mas vemos que o estoque é grande para se tratar de uma loja pequena.