processador-mediatek

Foi descoberto um acesso oculto (ou backdoor) via hardware, que deixa os dispositivos com processadores MediaTek vulneráveis a ataques de softwares maliciosos.

A vulnerabilidade foi habilitada por acidente, quando deveria ter sido fechada antes dos chips serem distribuídos aos fabricantes. Essa falha foi provocada com o objetivo de realizar testes relacionados com as operadoras móveis chinesas que não foi corrigida antes da produção em massa.

Por enquanto, a MediaTek não revela a lista de fabricantes afetados. O que parece é que os principais afetados seriam os dispositivos que funcionam com uma versão mais antiga do Android (4.4 KitKat). A falha permite que os atacantes obtenham acesso aos dispositivos a nível root.

A MediaTek garante que se comunicou internamente com os fabricantes sobre a possibilidade desse acesso, de modo que eles lancem atualizações para tentar solucionar o problema. Até agora, nenhum fabricante se pronuncia sobre o assunto, e os possíveis afetados são: Sony, LG, Lenovo, Huawei, Xiaomi, HTC, Oppo, Meizu, entre outras.

Via Pocket Now