650_1000_650_1000_samsung-z1

As primeiras informações sobre a receptividade do Samsung Z1, primeiro smartphone com o sistema Tizen a desembarcar na Índia é que o produto não despertou muito interesse por parte dos consumidores.

As primeiras análises apontam que o Z1 possui como pontos fracos uma câmera pouco capaz, e a carência de aplicativos para o dispositivo. No caso das fotos, nunca foi fácil encontrar boas câmeras em modelos de entrada, mas algumas poucas alternativas aparecem de tempos em tempos. Para o Z1, a Samsung colocou um sensor de 3.1 megapixels, que lembra mesmo os modelos do passado, além de um sensor frontal para videochamadas.

No caso da falta de aplicativos, isso pode ser solucionado com o tempo. O Tizen tem aproximadamente mil aplicativos, e especula-se que o sistema poderá executar apps Android.

650_1000_captura_de_pantalla_2015-01-21_a_las_12.31.32

O Samsung Z1 custa US$ 92, preço que cai bem no bolso dos indiano. Porém, conta com uma concorrência pesada, com os smartphones Android One e o Lumia 535, que parecem ser mais interessantes por conta do ecossistema e do hardware.

Nesse momento, apenas 10% dos habitantes indianos contam com um smartphone, e aqui se mostra todo o interesse dos fabricantes em estarem nesse país, fazendo parte do crescimento que deve acontecer nos próximos anos. Na Índia, a Samsung ainda lidera, seguida pela fabricante local Micromax.

Via Reuters