iPhone-teaser

Apple e Samsung teriam fechado um acordo avaliado em US$ 2.6 bilhões pela compra de 100 milhões de telas OLED fabricadas pelos coreanos.

O negócio é bom para os dois lados. Por um lado, a Apple consegue dar o salto para as telas OLED onde eles poderão introduzir novidades importantes nos seus smartphones, como por exemplo, telas curvadas. Por outro lado, a Samsung consegue uma nova via de receitas e fornecimento de materiais para alguns dos seus concorrentes diretos.

É importante lembrar quem, dentro do canal de fornecedores, a Samsung ocupa uma posição quase privilegiada, já que fabrica desde módulos de memória NAND Flash até RAM, passando por telas e também produz chips de última geração. Com isso em mente, podemos entender a sua posição, onde mesmo sendo um rival direto da Apple no mercado de smartphones e tablets, segue como um dos seus principais fornecedores, e esses acordos com a gigante de Cupertino é uma valiosa fonte de receitas que não pode ser recusada.

Como vocês bem podem ver, a frase aqui é “inimigos, inimigos, negócios a parte”. Empresas de sucesso não perdem a chance de fecharem grandes negócios, e não é uma batalha de patentes que impede que empresas como Apple e Samsung fechem negócios que são bons para os dois lados.

Via Korean Herald