samsung-galaxy-s5-hero

O até agora chefe do departamento de design para dispositivos móveis da Samsung, Chang Dong-hoon), apresentou a sua demissão da empresa durante a semana passada. A Samsung não só aceitou, como já tem um substituto: Lee Min-hyouk, aquele que estava uma posição abaixo de Chang, como vice-presidente do setor. Com 42 anos de idade, Lee passa a ser o diretor mais jovem da Samsung.

A Reuters informa que o principal motivo para a saída de Chang está diretamente relacionado com o Samsung Galaxy S5. Estudos gerenciados pela Samsung revelam que a recepção do público ao design do novo dispositivo é negativa, ou ao menos não estão no nível que eles esperavam. Muitas críticas são feitas pelo continuísmo no design, nas texturas escolhidas, e por seguir apostando em um acabamento de plástico em um dispositivo top de linha da empresa.

A fonte também informa que Lee – que internamente possui o sugestivo apelido de “Midas” – teve muita responsabilidade no sucesso da família de dispositivos Galaxy nos últimos anos, de modo que ele conhece muito bem o produto atual, podendo ter ideias e localizar os problemas para promover as mudanças necessárias.

A Reuters também insinua que a Samsung também não estaria muito contente com as vendas do Galaxy S5, ou que pelo menos já especulam uma redução de preço do produto na Coreia do Sul, para assim despertar o interesse do consumidor local para o produto. Deixando de lado tudo isso, a Samsung segue muito bem nas vendas de smartphones, com 86 milhões de smartphones vendidos no último trimestre.

Será que teremos mudanças radicais no design e proposta geral do hipotético Galaxy S6? Podemos apostar que sim, e até torcemos para isso. Afinal de contas, apesar do Galaxy S5 ter um grande ponto positivo – que é a redução de supostos recursos inovadores que a maioria das pessoas não vão utilizar -, eles pecaram mais uma vez em oferecer um smartphone “mais do mesmo” no design. Pior: mais um smartphone de plástico, quando a grande maioria dos seus concorrentes utiliza materiais mais nobres nos seus modelos top de linha.

Via Reuters