A Samsung está indo muito bem com o Android. De fato, a fabricante sul-coreana é a que mais vende smartphones com o sistema do Goolge, e com uma ampla margem para o segundo colocado. Mas, com esse sucesso, me custa a compreender por que eles seguem mantendo outros dois sistemas operacionais móveis, que só servem para fragmentar o mercado. Além disso, o seu suporte para os usuários Bada não me parece ser o mais adequado, e o Tizen sequer viu a luz ainda.

Mesmo assim, ainda temos uma pequena comunidade de adeptos do Bada, que gostariam de ver novos telefones com o sistema na Samsung. Para eles, más notícias. A Samsung anunciou que não fará novos dispositivos com o Bada até o final de 2012. Além disso, o Tizen, que é fruto de uma parceria da empresa com a Intel, também foi adiado até 2013, apesar de que já existem kits de desenvolvimento distribuídos entre uma seleção de desenvolvedores, que não passam muito boas impressões, reclamando de falta de atualizações e ferramentas no material oferecido.

Os últimos dispositivos com Bada que a Samsung lançou foram os modelos Wave 3, M e Y, que foram lançados há quase um ano, na IFA 2011, mas tudo indica que não teremos novidades com o sistema na IFA 2012. A Samsung prefere concentrar as suas atenções no Android e no Windows Phone 8.

Sobre os proprietários dos modelos atuais, não se pode afirmar nada. Não há detalhes conhecidos sobre novas atualizações do Bada, e ao que parece, o sistema vai ficar no 2.0 por algum (bom) tempo.

Via Gizmologia