samsung-galaxy-s6

Em evento realizado ontem (14) em São Paulo (SP), a Samsung apresentou no Brasil os seus novos smartphones top de linha. Os modelos Galaxy S6 e Galaxy S6 Edge chegarão às lojas no dia 25 de abril, com preços iniciais sugeridos de R$ 3.299 e R$ 3.799, respectivamente.

A pré-venda dos novos smartphones começa amanhã (16), e as opções de cores são a White Pearl, Black Sapphire, Gold Platinum e Green Emerald (essa última é exclusiva do Galaxy S6 Edge). Curiosamente, o modelo de 128 GB não será vendido no Brasil. Antônio Quintas, diretor sênior da divisão de dispositivos móveis da Samsung, afirmou que essa foi uma decisão de mercado, indicando que os ‘early adopters’ compram smartphones com 64 GB, e a procura pelos modelos de 128 GB é ‘muito pequena’.

A única coisa que me pergunto é se podemos chamar um consumidor que paga R$ 3.299 em um smartphone de ‘early adopter’ única e exclusivamente. Concordo que muita gente que vai comprar os novos Galaxy S6 e Galaxy S6 Edge o farão pelo ‘status’ que o produto oferece, e não são em 100% conhecedores do mundo da tecnologia. Mas entendo que o termo mais adequado é o ‘usuário vip’. Tem muito ‘early adopter’ que vai optar por uma relação custo-benefício melhor na oferta de outros fabricantes.

De qualquer forma, para ‘compensar’ a ausência dos 128 GB, o cliente que adquirir um dos novos modelos top de linha da Samsung recebem 100 GB de espaço no OneDrive da Microsoft.

galaxy-s6-teaser

A aposta da Samsung com os novos Galaxy S6 e Galaxy S6 Edge está na oferta de recursos que não são encontrados no iPhone 6 e iPhone 6 Plus. Por exemplo, o recarregamento rápido de bateria e o sistema de pagamento móvel mais flexível (o Apple Pay ainda não se faz presente no Brasil).

Segundo a Samsung, os novos smartphones oferecem uma autonomia de uso de até 4 horas com apenas 10 minutos de recarga em uma tomada (mas não vale para o carregamento por indução). Talvez por conta desses fatores essa é a primeira vez que um Galaxy S não conta com bateria removível.

A Samsung usa o NFC para a sua tecnologia de pagamentos, e o seu sistema se tornou o padrão do mercado. É compatível inclusive com as máquinas de cartões mais antigas.

samsung-galaxy-s6-edge-03

Já o Galaxy S6 Edge chama atenção pela sua tela curva nas bordas, o que é algo bem diferente de tudo o que temos no mercado hoje. A tecnologia já foi vista no Note 4 Edge, e naturalmente faz com que o modelo custe mais caro que o Galaxy S6.

Vale lembrar que a Samsung decidiu (finalmente, já não era sem tempo) adotar o metal nos seus novos Galaxy S6 e Galaxy S6 Edge, em um claro movimento de se aproximar da Apple na oferta de materiais premium nos modelos considerados ‘premium’.

 

Preços e disponibilidade

Samsung Galaxy S6 de 32 GB: R$ 3.299,00 (25 de abril)
Samsung Galaxy S6 Edge de 32 GB: R$ 3.799,00 (15 de maio)
Samsung Galaxy S6 Edge de 64 GB: R$ 4.299,00 (25 de abril)