Galaxy S8+
A resposta é mais complexa do que parece.

Muitos estão encantados com os novos Samsung Galaxy S8 e Galaxy S8+, alguns a ponto de se esquecerem da crise com a bateria do Note 7. Mas… será que vale mais a pena comprar o modelo novo ou quem sabe investir no modelo do ano passado e economizar uma grana.

É sempre bom lembrar que a decisão final é sempre sua (e do seu bolso, ou do quanto de saldo você tem no cartão de crédito).

Esteticamente, o Galaxy S8+ é muito atraente com sua tela quase sem bordas. Porém, esse detalhe obrigou a colocar o leitor de digitais na parte traseira do dispositivo, algo que não agradou a muita gente. Ainda mais quando esse leitor está ao lado do sensor de câmera.

Mas vamos ver detalhe por detalhe para ajudar a responder a questão.

 

 

Design

 

 

A Samsung melhorou algo que era difícil: o design.

A redução de bordas permitiu a integração de telas maiores em dimensões modestas, a ponto de nenhum rival direto conseguir replicar isso.

Se este é um fator fundamental para você, já encontrou um motivo para trocar o modelo do ano passado pelo modelo desse ano. Mas se você pensa em trocar o seu smartphone atual por um dos dois modelos Galaxy, talvez o S7 e o S7 Edge entreguem melhor relação custo benefício, em função do preço muito reduzido.

 

 

Câmera

 

 

A câmera do Galaxy S8+ é praticamente a mesma do seu antecessor, e isso gerou críticas. Por outro lado, esta é uma das melhores câmeras do mercado, com melhorias relacionadas ao tratamento das cores, que são mais vivas e intensas.

Por outro lado, há quem diga que o Galaxy S8+ perdeu qualidade no balanço de branco, algo que o S7 Edge oferece alguns dos melhores resultados do mercado. As fotos noturnas entregam melhorias tanto no ruído como nas luzes, sem amarelar as imagens.

Na parte de vídeo, os dois modelos oferecem a mesma resolução e estabilização ótica, com resultados muito similares. A câmera frontal do S8 possui 8 MP, o que pode pesar a favor dos amantes das selfies.

Logo, a não ser que você seja um profissional da fotografia e tire proveito da câmera, esse não é um motivo que justifica a troca do S7 Edge, ou comprar o S8+ no lugar do S7 Edge, caso não conte com o modelo do ano passado.

 

 

Desempenho e bateria

 

 

O desempenho dos dois modelos é similar. Obviamente há melhorias no S8+ no consumo de energia e desempenho, mas podem ser imperceptíveis para muitos usuários. Apenas em casos muito específicos, como ao abrir aplicativos ou jogos com muitos requisitos técnicos perceberemos alguma diferença.

A bateria do S8+ é a mesma do S7 Edge, mas com um tamanho de tela maior. Aqui, o novo processador Snapdragon 835 entra em ação, entregando consumo similar ao antecessor com uma autonomia maior. Vemos a Samsung trabalhando mais na TouchWiz, para que ela consuma cada vez menos.

Levando em conta que o desempenho é praticamente o mesmo, assim como o consumo de bateria, a troca por esses aspectos não faz muito sentido. O S7 pode ser muito interessante para quem quer ter um bom smartphone e economizar uma grana com isso.

 

 

Tela

 

 

Além da câmera, a tela é um dos elementos mais considerados na hora da troca.

É muito difícil superar hoje as resoluções 2K, que são mais que suficientes. Uma tela 4K em um smartphone só serve para consumir mais bateria, já que o olho humano não consegue diferenciar os resultados em uma tela tão pequena.

Os novos Galaxy S8 e S8+ contam com telas em formato 18,5:9, que tem uma vantagem em relação à tela do LG G6, com 18:9, já que não deixam as barras laterais.

O Galaxy S7 Edge conta com relação de tela em formato 16:9 (2560 x 1440 pixels, 577 ppp) em 5.5 polegadas.

 

 

Armazenamento

 

O Galaxy S7 Edge conta com versões com 32 GB e 64 Gb de armazenamento, enquanto que o Galaxy S8+ está em versão única de 64 GB, que são mais que suficientes para a maioria dos usuários. Caso contrário, sempre é possível expandir essa capacidade via microSD de até 256 GB, em todos os modelos.

Bluetooth 5.0/USB Type C

 

O Galaxy S8+ é o primeiro smartphone do mercado a contar com o Bluetooth 5.0, que amplia consideravelmente o alcance dos dispositivos compatíveis conectados, além de permitir utilizar mais de um fone de ouvido/alto-falante simultaneamente.

Outra novidade é a presença da conexão USB Type-C, que é o padrão do futuro, já presente em um grande número de dispositivos. O padrão permite a transmissão de áudio e vídeo de forma conjunta, além de enviar dados e energia para carregar o dispositivo.

 

Qual você deve comprar?

 

 

As diferenças entre os dois modelos são praticamente mínimas.

A não ser que você sempre queira o melhor smartphone do mercado, a sua escolha é o Galaxy S8 ou o S8+. É um dos modelos mais tops que o seu dinheiro pode comprar, e é o melhor que a Samsung pode oferecer nesse momento.

Porém, se você tem um Galaxy S7 ou S7 Edge ou vislumbra a possibilidade de comprar um dos modelos, esta é uma escolha válida, que pode representar uma economia de quase R$ 2.000, dependendo do e-commerce escolhido.

Com esse dinheiro dá para comprar um Xbox One, ou um bom smartwatch (o Gear 3, por exemplo), para faze companhia para o seu novo smartphone.

Faça sua escolha com critério e moderação.

Espero ter ajudado.