Galaxy S8

 

Sem surpresas. Quase um checklist.

A Samsung apresentou oficialmente os seus novos smartphones top de linha, nos modelos Galaxy S8 e Galaxy S8+.

Os modelos contam com telas Super AMOLED de 5.8 e 6.2 polegadas (QHD, 2960 x 1440 pixels, ambas com proporção 18,5:9) respectivamente, com certificação Mobile HDR Premium (da UHD Alliance), praticamente sem bordas. As novas telas são agora conhecidas como Infinity Display.

 

 

Suas dimensões são semelhantes ao Galaxy S7/S7 Edge, mesmo com uma tela maior e mais alta. Os botões capacitivos na parte frontal desapareceram, dando lugar para a barra virtual do Android.

Funcionalidades como a conectividade USB Type-C, uma interface mais limpa e o sensor de iris foram herdadas do finado ressuscitado Galaxy Note 7. É possível identificar o usuário até no escuro, com uma câmera infravermelho, além de permitir os pagamentos via Samsung Pay. Sem falar no NFC, que está mais que confirmado.

 

 

A curvatura existe nas faces frontal e traseira, assim como o cristal Gorilla Glass 5, deixando o metal para as bordas e repetindo a fórmula dos modelos anteriores, com linhas bem suaves. Sua frontal é muito atraente, sem logos ou botões visíveis, e na parte traseira, apenas a borda do sensor da câmera é sobressalente.

 

 

O Galaxy S8/Galaxy S8+ mantém a proteção contra água e poeira (IP68) e seu acabamento em vidro e metal. O leitor de digitais agora está na parte traseira do dispositivo, ao lado do sensor de câmera, e um novo botão lateral aciona o Bixby, assistente virtual desenvolvido pelos mesmos criadores do Siri.

O Bixby consegue entender a linguagem natural do ser humano, além de suportar o reconhecimento de contexto, sendo capaz de entender o que você está fazendo no dispositivo e continuar o fluxo de trabalho a partir daquele ponto, tornando o seu uso mais natural.

 

 

Outro item confirmado no evento (e visto nos inúmeros vazamentos) foi a DeX Station, dock que transforma o Galaxy S8 em um PC com o auxílio de um monitor, teclado e mouse. Será vendido separadamente, e ativa o recurso Galaxy Desktop, para executar vários aplicativos ao mesmo tempo em grandes telas.

 

 

Nas câmeras, os novos Galaxy S8 e Galaxy S8+ recebem um sensor traseiro de 12 MP (f/1.7), e uma câmera frontal de 8 MP (f/1.7). O sensor traseiro recebe um estabilizador ótico melhorado, e o sistema de foco Dual Pixel, onde todos os pixels ajudam a encontrar o melhor foco de imagem. O sensor frontal passa a contar com o Smart Focus, que identifica o rosto do usuário para melhor foco em selfies e auto filmagens.

Os modelos mantém os 4 GB de RAM da geração anterior, acompanhando de processadores Snapdragon 835 (EUA) e Exynos 8895 (demais países), além de 64 GB de armazenamento (expansíveis via microSD). Segundo a Samsung, esses processadores são 10% e 21% mais rápidos que os modelos presentes nos Galaxy S7/S7 Edge.

Nas baterias, ponto de polêmica nesse momento entre os coreanos, o Galaxy S8 ficou com uma bateria de 3.000 mAh (em um dispositivo com tela de 5.8 polegadas, o que deve representar uma queda de autonomia considerável), enquanto que o Galaxy S8+ ficará com uma bateria de 3.500 mAh.

 

 

O Galaxy S8/Galaxy S8+ recebe o sistema operacional Android 7.0 Nougat, revestido com a nova versão da TouchWiz, agora mais limpa, com novos gestos e uma nova interação. Porém, o botão Home virtual mantém suas funções.

Outra novidade de software é o Samsung Connect, aplicativo pensado no controle dos demais eletrodomésticos inteligentes da casa, dando mostrando o interesse dos coreanos na domótica.

E, apesar da presença do Bixby, o Google Assistant está presente no software do dispositivo.

 

 

 

As dimensões do Galaxy S8 são de 148,9 x 68,1 x 8 mm, e as dimensões do Galaxy S8+ são de 159,5 x 73,4 x 8,1 mm. Os pesos dos modelos são de 155 e 173 gramas, respectivamente.

Por fim, na parte de conectividade, temos redes LTE Cat 16, com ate 1 Gbps de dados, WiFi ac, Bluetooth 5.0, USB Type-C (já citado) e GPS com GLONASS, Galileo e Beipov.

 

 

 

Os novos Galaxy S8 e Galaxy S8+ chegam ao mercado global a partir do dia 21 de abril. Lá fora, os dispositivos vão custar US$ 749 e US$ 849, respectivamente. Preços e datas de lançamento para o Brasil não foram revelados.