Samsung Galaxy S7 Edge vs iPhone 6s Plus

Em 11 de março, o Samsung Galaxy S7 Edge vai chegar ao mercado de vários países, com sua tela de 5.5 polegadas que o coloca para competir diretamente no mercado de phables, e com os modelos top de linha desse segmento. Um dos seus grandes rivais será o iPhone 6s Plus, e esse post faz um comparativo entre os dois modelos.

 

5.5 polegadas, com diferenças extras

iphone-6s-plus

A tela do iPhone cresceu, alcançando as 5.5 polegadas no iPhone 6s Plus. Para muitos, já é o mínimo para se exigir de um smartphone para fazer muitas coisas de forma cômoda, além de ter um extra de autonomia de bateria. O Galaxy S7 Edge tem as mesmas 5.5 polegadas. Mas as similaridades entre os dois modelos nesse aspecto acabam aqui.

As diferenças são grandes em todo o resto. O Galaxy S7 Edge segue a linha já vista nos modelos S6 e Note, com um Super AMOLED que deixa um contraste máximo, colorido intenso e a curva dupla de tela, além de uma resolução superior, com mais de 100 ppp de diferença em relação ao painel da Apple (534 ppp, contra 401 ppp). A tela IPS do iPhone sempre se posicionou como uma das melhores do mercado. Porém, diante da proposta da Samsung, é inegável a superioridade dos sul-coreanos.

O que a Samsung não consegue é dar mais valor no toque da tela. O iPhone 6s Plus conta com a tecnologia 3D Touch para poder realizar ações e interações com a sua tela. Esse passo era esperado no Galaxy S7 Edge, mas isso não aconteceu. Por outro lado, o modelo da Samsung conta com o Always On, que mostra informações mesmo com a tela bloqueada, como as horas ou notificações, e sem comprometer a autonomia de bateria.

 

Desempenho e bateria estendida de forma muito diferente

iphone-6s-plus-bateria

Desempenho nos números (enormes), mas a mesma potência no caminho da otimização. Ou melhor: o novo Exynos de 8 núcleos com 4 GB de RAM contra o Apple A9 dual-core com 2 GB de RAM oferecem desempenhos similares para o dia a dia. Olhando para os números, as diferenças entre os dois modelos são enormes, mas no final das contas, o desempenho real é o mesmo.

Já a memória interna, a história é outra. A Apple insiste nos 16 GB de armazenamento no seu modelo mais acessível, enquanto que a Samsung coloca como modelo básico os 32 GB. Se queremos mais capacidade no iPhone, a única saída é saltar para 64 GB ou 128 GB. A Samsung compensa isso com um slot para cartões microSD.

Na bateria, tudo muda. Para o mesmo tamanho de tela, a Samsung tem uma bateria de 3.600 mAh, contra 2.750 mAh do iPhone 6s Plus. No final, a autonomia de bateria deve ser muito similar, pois a capacidade superior do Galaxy S7 Edge é ocupada com uma tela com maior resolução e (teórica) menor otimização de hardware e software, algo que a Apple sempre mostrou como importante vantagem.

Outra coisa é a diferença em tudo o que acompanha essa bateria. A Apple conta com a sua porta Lightning proprietária, enquanto que o Galaxy S7 Edge aposta no microUSB. O modelo dos coreanos também conta com modo de carga rápida e sem fio.

 

Design

galaxy-s7-edge-design

Os dois modelos são uma herança absoluta dos modelos que os sucedem. No mundo Apple, estamos acostumados a isso. Na Samsung, o Galaxy S7 Edge estreia essa tendência.

Nas dimensões, pese o aumento de sua espessura e peso, o Galaxy S7 Edge mantém uma vantagem substancial em relação ao iPhone 6s Plus em tudo, exceto na espessura. Esse é talvez o item que menos afeta a experiência de uso com um phablet dessas dimensões. Altura e largura importam mais, e nesse ponto, o modelo da Samsung é um claro vencedor.

Se nos centrarmos no acabamento e aparência, é óbvio que tudo é uma questão de gosto. Mas de forma objetiva, o acabamento dos dois modelos são fantásticos. Os detalhes são importantes e são utilizados só materiais nobres como o metal ou o cristal. Talvez a sensação de robustez e resistência do iPhone seja um pouco superior com o novo alumínio presente em sua carcaça unibody.

Mais uma vez encontramos grandes diferenças nas constituições físicas dos dois modelos. No Galaxy S7 Edge, slot para cartões microSD e resistência à água, algo que nunca existiu no iPhone. Ampliar a memória interna base no smartphone da Samsung de forma simples e barata, com a proteção IP68 (submersão de até 30 minutos) agrega um grande valor para um smartphone que custa mais de 800 euros (no Brasil, ainda não tem preço anunciado).

Na integração e funcionamento do sensor de digitais, os dois modelos optaram por integrá-lo no botão de início na parte frontal do terminal. Também repetem a estratégia na colocação e acabamento dos botões de liga/desliga e volume.

 

Câmeras

camera-galaxy-s7-edge

O iPhone sempre foi considerado o rei do modo automático na fotografia digital, sendo também o líder da rebelião no movimento contrário à corrida dos megapixels. E o Galaxy S7 Edge chega como forte adversário nesse aspecto.

O Galaxy S6 Edge adotou no ano passado com uma resolução de 16 MP, com resultados muito bons. O iPhone 6s Plus possui 12 MP, a mesma resolução do Galaxy S7 Edge, que por sua vez tem um maior tamanho de sensor e algum outro detalhe técnico que leva vantagem em relação ao smartphone da Apple.

Aqui, temos que destacar a luminosidade. Os f/1.7 do Galaxy S7 Edge impressionam, além do tamanho do sensor. Em teoria, o modelo da Samsung deveria ter um comportamento superior ao do iPhone nas cenas com baixa luminosidade, enquanto que com luz suficiente e a melhora no desempenho do modo automático do Galaxy S6, os dois modelos se equivalem nesse sentido. E não podemos nos esquecer do foco melhorado do Galaxy S7 Edge.

No modo de vídeo, os dois smartphones gravam em 4K com boa estabilização, com a ajuda do modo OIS avançado. Na câmera frontal, os dois modelos contam com resolução de 5 MP. No software, a Apple aposta na sua já comprovada simplicidade. Já a Samsung inclui vários modos e ajustes, como controles manuais e as fotos em jpg e RAW.

 

Preços

Por fim, o preço. Aqui, as diferenças não são tantas, com o Galaxy S7 Edge podendo oferecer um preço mais competitivo no modelo de entrada (32 GB, slot para microSD) do que o modelo de entrada do iPhone 6s Plus (16 GB, sem expansão de armazenamento). Mas os dois smartphones são bem caros. Fato.

E aí? Qual é a sua escolha?