De acordo com o diário econômico Korea Economic Daily, a Samsung pode vender unidades recondicionadas do Galaxy Note 7, com o objetivo de minimizar as perdas e evitar custos ambientais.

A notícia ainda não foi confirmada pela Samsung, mas a fonte garante que a empresa pretende começar com essa operação a partir de junho. Os modelos recondicionados não estariam disponíveis em todos os mercados, e o foco seria a venda nos mercados emergentes, como Índia e Vietnã.

O Galaxy Note 7 renovado teria o tamanho de sua problemática bateria reduzida, de 3.500 mAh para 3.200 mAh ou 3.000 mAh. Também poderia mudar a sua carcaça traseira, mas manteria os demais componentes.

Não seria surpresa ver a Samsung recondicionar o Galaxy Note 7, já que minimizar os prejuízos é a ordem do dia. Porém, fica a pergunta: será que a Samsung consegue recuperar a imagem do produto depois de tantos problemas, mesmo em mercados emergentes?

De qualquer forma, temos que esperar a Samsung confirmar oficialmente a manobra para saber mais detalhes, incluindo o preço de venda.