galaxy-note-3-02

Quando podemos considerar que um smartphone é um sucesso no mercado? É difícil dizer. Alguns entendem que é sucesso quando um único modelo vende mais de 5 milhões de unidades no primeiro final de semana de vendas. Já outros entendem que 10 milhões de unidades em dois meses é um número excelente. Para a turma do segundo grupo, informamos que o Samsung Galaxy Note 3 alcançou a nada depreciável marca de 10 milhões de unidades vendidas em menos de dois meses.

Levando em consideração que é um modelo com design considerado por muitos “arriscado”, já que é um tabletphone. Por outro lado, entendo que ainda é um produto com mercado crescente, e as vendas provam isso. A informação chama mais atenção se considerarmos que o Note 3 é o dispositivo que mais rápido se vendeu em sua família de produtos, e para que você tenha uma ideia do que estou falando, esse ritmo de vendas é o dobro do que registrou o Galaxy Note II.

Quer ter uma comparação que torna esses números de vendas ainda mais impressionantes? Pois não: o Galaxy S4 levou 50 dias para alcançar a marca de 10 milhões de unidades vendidas. Ou seja, apenas 10 dias a menos que o Galaxy Note 3.

Um dos motivos para o produto ser um sucesso de vendas está no esforço da Samsung em oferecê-lo no maior número de mercados possível. O Galaxy Note 3 está disponível em 58 países (incluindo o Brasil), e em especial, na China, que ainda é um mercado a ser explorado. E, pelo visto, as vendas não vão parar de crescer. Ainda mais agora que a Samsung vai começar a oferecer o dispositivo em várias opções de cores.

04-botao-clique037-180.jpg

Via Engadget