1000_1000_galaxy-note-4

O excesso de bloatwares nos seus dispositivos custaram para a Samsung e a Oppo um processo na China, centrado especialmente em dispositivos, no Galaxy Note 3 e o Oppo Find 7.

O bloatware (ou aplicativos ‘lixo’) é uma das coisas mais irritantes que podemos encontrar ao comprar um novo smartphone, principalmente se o mesmo possui uma capacidade de armazenamento baixa, e não suporta a transferência de aplicativos no cartão de memória.

Pois bem, de acordo com a Comissão para a Proteção dos Direitos do Consumidor de Shanghai, os dois modelos citados contam com um grande número de aplicativos pré-instalados que os consumidores não podem eliminar. O bloatware é uma prática ‘comum’ da maioria dos smartphones (infelizmente), mas no caso desses dois modelos, o assunto é mais sério, já que o Oppo Find 7 conta com 70 aplicativos que não podem ser eliminados, enquanto que o Galaxy Note 3 o número é de 40 aplicativos.

A Comissão quer que as duas empresas expliquem se esses aplicativos são listados claramente, se eles roubam informações do usuário, o espaço que eles ocupam e que ofereçam ao usuário informações com os passos para poder eliminá-los dos seus dispositivos.

Via Phone Arena