samsung-microsoft

Microsoft e Samsung encerraram as disputas legais nos tribunais dos Estados Unidos e Hong Kong, que já duravam mais de seis meses. O centro do problema eram as licenças e patentes do Android pertencentes à Microsoft.

Não foram dados maiores detalhes sobre o fim da questão, e ambas as empresas argumentam que esses são assuntos confidenciais. Logo, não sabemos qual foi o tipo de acordo que Microsoft e Samsung fecharam para resolver essas divergências.

Foi a Microsoft que levou a Samsung para os tribunais em agosto de 2014, buscando tirar um pouco mais de dinheiro pela sua propriedade intelectual, já que um acordo entre as duas empresas não foi alcançado.

É sabido que a Samsung – assim como muitas outras empresas – pagou religiosamente em dia pelo uso do Android, tanto que em 2013 esse valor alcançou a marca de US$ 1 bilhão. Apenas em 2013, a Microsoft já tinha acordos similares com 50% dos fabricantes que apostavam no Android, arrecadando mais de US$ 2 bilhões anuais.

Ao que parece, o desencontro para não seguir com o pagamento de licenças, veio motivado pela compra da divisão móvel da Nokia, que aos olhos da Samsung, violava alguns dos pontos acordados em 2011 pelas duas empresas. A Microsoft não gostou da ideia, e decidiu resolver a questão nos tribunais.

Agora, ficam essas perguntas: veremos mais dispositivos com Windows por parte da Samsung daqui para frente? Veremos smartphones com Windows 10?

Via SamsungMicrosoft