galaxy-note-7-naufragado

 

O Galaxy Note 7 foi retirado do mercado. Era a decisão mais razoável diante do cenário de caos que a Samsung se envolveu por conta de todos os problemas apresentados, colocando em risco a integridade física dos usuários.

Diante de tantas decisões equivocadas (incluindo um recall às pressas), há quem defenda que os coreanos devem simplesmente abandonar a linha Note para que o tempo se encarregue de fazer as pessoas se esqueçam que tudo isso aconteceu.

Particularmente, acho que a amnésia não vai chegar tão rápido nesse caso.

De qualquer forma, alguns argumentos apoiam essa teoria sobre o fim do phablet estrela da Samsung. A saber.

 

 

Um problema de imagem difícil de gerenciar

 

galaxy-note-7-inteiro-e-queimado

 

Seria muito difícil desassociar essas duas imagens.

A missão da Samsung já era bem complicada quando foi revelado que o problema do Galaxy Note 7 incendiário era (supostamente) culpa da Samsung SDI (que por sua vez devolveu a bola para a empresa principal, alegando ser uma falha de projeto).

Ficou pior ainda quando houve a necessidade de fazer um recall dos aparelhos, com alguns usuários se recusando a realizar a troca dos seus dispositivos.

E se tornou um cenário irrecuperável quando até mesmo os modelos reparados começaram a pegar fogo, e nos mais diferentes locais.

Logo, o Galaxy Note 7 tinha que morrer. E diante de tudo isso, a imagem da linha Note está seriamente comprometida.

A ponto de resultar em mudanças drásticas na Samsung.

 

 

Por que não um Samsung Galaxy S8 Pro?

 

galaxy-s7-edge

 

Muitos defendem o fim da linha Note, e a inclusão da S Pen em um eventual Galaxy S8 Pro. E a essa altura do campeonato, esta não é uma ideia tão ruim assim.

O Galaxy Note 7 era basicamente um Galaxy S7 nas especificações de hardware, mas em uma estrutura diferente, com tela maior e, como bem sabemos, conceito técnico diferente. Recebia algumas melhorias para justificar a diferenciação da linha.

A Samsung pode solucionar seu problema inserindo um terceiro modelo à linha Galaxy S, incluindo uma S Pen ao dispositivo, oferecendo a mesma tela maior, mas seguindo o mesmo projeto de desenvolvimento do modelo top de linha já consagrado.

Era uma forma de manter a linha Note disfarçada na linha Galaxy S.

É só a Samsung não ser apressada no desenvolvimento do produto.

Mas… espere… já existem rumores que o Galaxy S8 pode ser apresentado em fevereiro, e não em março…

 

Xi….