samsung-logo-teaser-2016

 

A Samsung emitiu um novo comunicado que atualiza suas estimativas de receitas e lucros para o terceiro trimestre fiscal de 2016, e não são números positivos: uma diferença de quase US$ 2.5 bilhões nos lucros em relação ao que eles esperavam.

A Samsung calculava que teria receitas de vendas de aproximadamente US$ 44 bilhões. Os números revisados depois da retirada do Galaxy Note 7 do mercado reduzem esse valor para quase US$ 42 bilhões. Nos lucros operacionais, as previsões passam de quase US$ 7 bilhões para pouco mais de US$ 4.633 bilhões, uma diferença de US$ 2.3 bilhões que a empresa deixa de ganhar. Um terço por conta da crise do Note 7.

Além dos custos de recall e das receitas perdidas pelos dispositivos que eles deixarão de vender, há quem diga que os números refletem o dinheiro perdido com a compra de componentes para a fabricação do Note 7, que não serão utilizados.

O desastre do Note 7 está na frente de quase todos os lucros previstos pela divisão mobile da Samsung nesse trimestre. Os lucros estimados pelos analistas eram de US$ 2.4 bilhões, mas com a atualização dos números, esses lucros não devem superar os US$ 267 milhões. E isso, porque são estimativas de terceiros.

 

E nos próximos trimestres?

 

Estamos falando das estimativas para o terceiro trimestre de 2016. O Note 7 terá efeito nos próximos trimestres, e reduzindo as expectativas da Samsung nas vendas e lucros pelas unidades que deixarão de vender. As perdas totais da cris podem chegar a US$ 17 bilhões.

 

Via Samsung