24

De tempos em tempos, a Samsung apresenta mais detalhes sobre os seus protótipos de impressoras personalizáveis, com carcaças 100% recicláveis ou módulos de diferentes cores. Esses protótipos podem jamais chegar ao mercado, mas pelo menos podemos ter uma ideia sobre o foco para se diferenciar da concorrência.

Podemos entender que esses protótipos podem um dia virar uma realidade em 2013, uma vez que a ideia de personalização pode ser inserida na próxima linha de impressoras, e não apenas para os dois modelos que estão em desenvolvimento, o Mate e o Origami.

A Mate é a impressora colorida da Samsung, com várias opções de coloração. As 8 peças que compõem a carcaça podem variar de cor, dependendo do modelo da impressora, com múltiplas combinações. Já a Origami é uma impressora cuja carcaça é feita de papelão 100% reciclável, para os consumidores com uma mentalidade “eco-friendly”. Junto com a impressora, seria vendida a carcaça para que o comprador possa montar o produto na sua própria casa, mediante instruções simples, tal como a milenar arte japonesa de dobrar o papel (mas bem mais simples que montar um origami de verdade).

16

A eliminação do plástico, material utilizado pela Samsung em praticamente todos os seus produtos, para a adoção do papelão, reduziria o preço das impressoras em 10-15%. Porém, o maior problema que a equipe de designers desses protótipos enfrenta é cobrir as expectativas da Samsung em obter um material que seja resistente ao fogo e à água, melhorando assim a sua durabilidade.

Por conta disso, a Samsung está desenvolvendo um portfólio de impressão focada na mobilidade, na experiência de uso e no design, com o objetivo de se transformar na empresa líder entre as impressoras laser A4 e entre as multifuncionais até o ano de 2017. E esses dois protótipos podem ser o indício claro que os coreanos pensam seriamente em ser os pioneiros na linha de produtos com um ar mais descolado, em um segmento que está caracterizado por produtos com um ar mais sério (o corporativo).

Via Gizmologia