smartphones

 

A consultora Counterpoint Research publicou o relatório sobre as vendas do mercado de smartphones no Brasil em 2016. O estudo analisa as vendas entre os fabricantes no varejo e nas operadoras.

A Samsung manteve a sua liderança, ampliando a sua participação de mercado para 46.7%, seguida pela Motorola (13%) e LG (12.4%). A Alcatel, que mudou muito a sua estratégia de vendas, registrou forte crescimento, alcançando 5.5% das vendas.

Por outro lado, a Apple foi que mais perdeu participação de mercado, mesmo com um iPhone 7 custando menos caro que o esperado no Brasil. Dentre as marcas locais, a Positivo liderou as vendas dentro do segmento de smartphones.

 

 

De acordo com os analistas da Counterpoint, cinco marcas detém 75% de participação no mercado brasileiro, e isso acontece por conta das dificuldades para marcas internacionais adentrarem em nosso mercado, como a necessidade de fabricação local para reduzir o valor final do produto, ou a forte presença no varejo das marcas líderes.

Em 2016, 64% dos smartphones vendidos no Brasil foram vendidos no varejo, e os demais pelas operadoras, onde Claro e Vivo se destacam pelos descontos oferecidos para os assinantes dos planos pós-pago.

86% dos smartphones vendidos em 2016 no Brasil são compatíveis com a rede 4G, e nove em cada dez celulares vendidos foram smartphones. Os celulares comuns registraram quedas de vendas de 56% no ano.

Por outro lado, a crise afetou sensivelmente o mercado de smartphones no Brasil, que registrou queda de 16% no ano.

 

Via Business Insider