macos-sierra-01

A Apple anunciou hoje a mudança do nome do seu sistema operacional para desktops, abandonando o termo OS X para adotar oficialmente o macOS, seguindo assim as grafias iOS, watchOS e tvOS. Aproveitou a oportunidade para apresentar as novidades da nova versão do software, a macOS Sierra, que traz como principal novidade a chegada do Siri ao desktop.

macos-sierra-02

A Apple começou falando de várias melhorias menores no sistema operacional, que se somarão à outras tantas nos próximos meses, como modos para desbloquear o equipamento sem senhas adicionais, com a ajuda do Apple Watch, opções de copiar e colar qualquer elemento de qualquer aplicativo, de qualquer dispositivo, o iCloud Drive, que passa a oferecer acesso remoto à área de trabalho de nossos equipamentos e dispositivos que temos no dia a dia, gerenciamento de armazenamento, com liberação de mais documentos nas unidades internas, suporte ao Apple Pay e suporte de abas para aplicativos. Outra característica do novo macOS Sierra é o Picture in Picture, que favorece o trabalho enquanto consumimos outros conteúdos.

macos-sierra-03

Uma das opções mais esperadas é o principal protagonista entre as novidades do macOS Sierra: o Siri. O assistente estará sempre disponível e mostrará suas respostas – além de conversar conosco – na parte superior direita da tela, onde também podemos interagir com esses resultados de forma direta.

A Apple quis destacar a capacidade do Siri de fazer buscas complexas de arquivos (por exemplo) e filtrar essas buscas por contexto: depois de uma primeira busca, era possível adicionar mais termos de busca específicos para que o Siri atue sobre as buscas recém realizadas.

macos-sierra-04

O macOS Sierra estará disponível para desenvolvedores a partir de hoje (13), e sua beta pública estará disponível durante o mês de julho. A versão final será lançada “no outono (do hemisfério norte) de 2016”, mas sem especificar datas concretas. A atualização do OS X para o macOS Sierra será gratuita.