Um dos mistérios não revelados sobre o tablet da Microsoft, o Surface, é o seu preço. Mas como o CEO da gigante de Redmond, Steve Ballmer, não consegue manter a boca muito tempo fechada, é possível que esse segredo tenha sido revelado. Segundo informa o Seattle Times, o executivo bonachão afirmou que o preço do seu tablet será competitivo o suficiente para disputar mercado mais com o iPad da Apple do que com os tablets de baixo custo com Android, como o Kindle Fire HD ou o Google Nexus 7.

Para ser mais específico, Ballmer afirmou que ele espera que os vários modelos do Surface sejam vendidos “com preços que variam entre US$ 300 e US$ 700 ou US$ 800”, dependendo das suas especificações técnicas e do sistema operacional incluso no modelo (Windows RT ou Windows 8 Pro. Ballmer também deixou claro que a Microsoft não tem interesse em se basear nos preços dos modelos mais baratos de seus concorrentes (como a Amazon e o Google), porque ele deseja que as pessoas vejam o Surface como um produto também para fins profissionais, oferecendo uma boa funcionalidade em casa e no escritório.

Ballmer pergunta, de forma retórica ao jornalista do Seattle Times: “se você perguntar para qualquer pessoa se elas usariam o Kindle em seu local de trabalho, a resposta seria ‘não’, pois ele não é um produto suficientemente preparado para isso. Mas isso não quer dizer que esse mesmo usuário não o leve para o escritório para ler um livro, certo?”. Bem pensado, Ballmer.

Vale lembrar que o Windows 8 chega ao mercado no final do mês de outubro, ou seja, os primeiros Surfaces não devem demorar a chegar. Pelo menos, lá fora.

Via Seattle Times