A Nokia admitiu que o vídeo promocional do Lumia 920 não foi feito com a câmera PureView do smartphone, e sim, com uma DSLR. Porém, de acordo com um post do blogger Youssef Sarhan, até as supostas fotos tiradas com a câmera, com o citado efeito OIS, foram registradas com outro tipo de câmera… menos a câmera do Lumia 920.

Sarhan atenta ao detalhe para a foto abaixo, que supostamente utilizou o recurso de estabilização óptica de imagem. Ele observa que que as luzes das ruas no fundo da cena não podem ter sido registradas com a qualidade de uma câmera Lumia, até o Lumia 920 possui uma abertura fixa do tipo f/2. O efeito reproduzido na imagem só está presente em fotos capturadas com uma abertura maior, do tipo F/22. É um efeito comum utilizado pelos fotógrafos profissionais, que ocorrem em registro de imagens noturnas.

Para reforçar sua teoria, Sarhan produziu uma segunda imagem registrada com as lentes de um Lumia 920, que mostra as luzes da cidade no fundo “esfumaçadas”, que é o que se espera de uma câmera com abertuta f/2. A diferença é notável, e se isso não é evidência forte o suficiente para você, ele também obteve uma foto registrada em Helsinque (Finlândia) dos bastidores da produção do material da Nokia, onde é possível ver claramente uma lente de uma câmera DSLR apontada diretamente para a modelo. E não é foto de making of interno da empresa. Foto abaixo.

Até é possível que a Nokia tenha utilizado a câmera DSLR para outros propósitos, mas a evidência fotográfica descrita acima é bem convincente. Então… de novo, Nokia… se for verdade… #fail para vocês. De novo! O que é verdadeiro nesse smartphone? Para ter tanta propaganda enganosa em uma das partes que vocês mais evidenciaram do smartphone, o filme da marca e do produto só se queima.

Galera de marketing da Nokia: aguardamos esclarecimentos.

Via The Loop, Youssef Sarhan e IntoMobile