650_1000_miui6-1

A Xiaomi (agora Mi) apresenta a MIUI v6, a nova versão de da ROM derivada do Android. Nessa edição, tanto as tipografias como os ícones e os demais elementos visuais lembram muito a interface do iOS 7. Mesmo assim, a interface conta com diferenças suficientes que mostram uma identidade própria.

Por exemplo, um novo sistema de apresentação de notificações, que se mostra em uma barra de maior tamanho na parte superior da tela. Além disso, a flexibilidade é maior, e nas notificações recebidas, o aviso vai ocupar uma parte mínima da tela. A tela de bloqueio também conta com um acesso direto às notificações, e um indicador numérico permite saber o número de notificações sem abrir a bandeja de essas notificações.

Outras novidades afetam a parte das chamadas, que não apenas identificará o contato a partir de nossa agenda, mas também os números que não estão armazenados no telefone. Para isso, a Xiaomi informa que possui uma base de dados com 60 milhões de números de telefones de empresas, o que permite a identificação de partes das chamadas que receberemos de números que não estão salvos em nossa agenda. Porém, é muito provável que essa base de dados esteja completamente centrada na China.

Alguns aplicativos receberam mudanças na interface, como o aplicativo de e-mail ou o app de câmera – esse último passando a contar com o gesto de deslizar o dedo para alternar entre a câmera frontal e traseira.

A nova ROM já está traduzida para 28 idiomas, e existem 26 versões localizadas no site oficial da MIUI, algo que demonstra novamente o interesse por uma ROM que acabe se adaptando a outros dispositivos, mesmo sendo orientada aos smartphones da empresa. A MIUI 6 está disponível inicialmente para 1.000 beta-testers, que em uma semana serão 10 mil. A versão do software para desenvolvedores será lançada no começo de setembro, e a versão final da ROM deve chegar ao mercado em outubro.

 

Via The Techolic