robo

Um homem suspeito de cometer um roubo se atrincheirou com um rifle e se negava a render-se. Para não colocar em risco a vida de nenhum agente, a polícia de Los Angeles decidiu enviar um robô para o local.

Dessa vez, o robô não levava nenhuma bomba ou queria matar o suspeito. Só serviu para ser uma fonte de distração que permitiu uma aproximação do criminoso, retirando sua arma sem que o mesmo se desse conta. Uma vez desarmado, o suspeito foi obrigado a se render.

Foi interessante ver como a polícia foi capaz de dar outros usos para os robôs originalmente concebidos para desativar explosivos e oferecendo um conjunto de funções bem limitado para outras tarefas.

Tudo isso nos leva a pensar inevitavelmente sobre o grande papel que terão no futuro os possíveis “policiais robóticos”, unidades que seriam criadas especificamente para ajudar os policiais humanos no cumprimento das tarefas mais arriscadas e perigosas.

Via Popular Science