nextbit-fb2

O mistério chegou ao fim. O pessoal da Nextbit (formada por ex-funcionários da Google, Apple, Amazon e outras) prometeu um smartphone ‘impressionante’ para o dia 1 de setembro. O dia chegou e, com ele, vemos o Robin, um smartphone que centra a sua experiência na sincronização de dados com a nuvem.

O Robin conta com um design bem característico, com linhas retas e forma de bloco (Scott Croyle, antigo chefe de design da HTC, está na Nextbit), e sua construção parece ser muito boa, com acabamento em duas cores. Sua tela tem tamanho de 5.2 polegadas (1080p) e o seu interior abriga um processador Qualcomm Snapdragon 808, trabalhando com 3 GB de RAM e porta USB Type-C.

nextbitsoft

O Robin é gerenciado por uma interface Android Lollipop bem limpa, e os 32 GB do armazenamento interno se somam a 100 GB extras disponíveis na nuvem, já que o smartphone envia dados e aplicativos que não são usados por muito tempo para o armazenamento online, liberando espaço nativo do telefone. É uma espécie de reciclador automático/armazém para guardar os arquivos obsoletos, poupando o trabalho do usuário ter que fazer isso por conta própria.

Quando o Robin apaga um aplicativo não utilizado, um lembrete do mesmo fica na tela inicial, além de acender um conjunto de LEDs na parte traseira para indicar que o mesmo se encontra sincronizado. Isso pode ser modificado caso você se arrependa da remoção. Os 100 GB são gratuitos, e a Nextbit não descarta ampliá-los se observar que existem muitos usuários que ultrapassam o limite desse espaço.

A nuvem parece ser essencial para esse smartphone, e o fabricante quer oferecê-la como uma parte crucial do sistema, e não como um simples complemento secundário.

nexbiost

Sobre as demais especificações, o Robin conta com alto-falantes frontais, leitor de digitais na lateral, NFC e câmera traseira de 13 megapixels. Vem ainda com o bootloader desbloqueado, de modo que aqueles que querem brincar com outras ROMs podem encontrar no smartphone um grande aliado.

A Nextbit colocou o Robin na Kickstarter, buscando assim o financiamento necessário para colocar o projeto no mercado. O preço inicial do dispositivo é de US$ 299, e sua distribuição começa no final de 2015 (se a campanha for bem sucedida).

Via Kickstarter