A Research in Motion anunciou oficialmente o BBX, uma nova plataforma de desenvolvimento, que consolida os esforços da empresa nos sistemas BlackBerry e QNX, oferecendo assim um ambiente comum e seguro para os usuários de seus telefones e tablets, incorporando os serviços Enterprise, NOC e na nuvem.

O novo sistema operacional já está aberto aos desenvolvedores, que contam com 100 bibliotecas open source, para começar os testes e desenvolvimento. Porém, o BBX não é pensado apenas para os usuários corporativos. Durante o seu anúncio, a RIM mostrou demos diversos de jogos, incluindo o Asphalt 6, Raging Thunder, Let’s Golf 2 e Game of Life, entre outros títulos.

O HTML5 terá um papel vital no BBX, sendo uma ponte entre o BlackBerry 6/7 e o QNX. Os aplicativos escritos nessa linguagem poderão ser “programados uma vez e distribuídos em todas as plataformas”. O Astonishing Cascades, o framework da interface BBX estará acessível aos desenvolvedores através de APIs de baixo nível, e vai contar com funções como menus 3D para aplicativos com efeitos de luz e sobreado.

O BBX vai oferecer suporte para aplicativos em BES, de modo que serão acessíveis por qualquer usuário que conte com uma conexão de dados, e não poderão ser apagados acidentalmente. Este sistema BES estará separado dos demais, para evitar que a informação procedente do mesmo se separe do resto do sistema. Os aplicativos corporativos terão o seu próprio espaço na App World.

Por fim, o BBX será compatível com aplicativos Android. A RIM vai manter o App Player para executar o software desenvolvido para o SO do Google, tal como no PlayBook, mas não entraram em maiores detalhes sobre como isso vai funcionar.

via Engadget