rick-osterloh

Rick Osterloh, antigo presidente da Motorola, abandonou a empresa. Esse é mais um reflexo da compra da empresa pela Lenovo, que volta a ter lucros depois de meses de queda por conta dessa compra, além da já anunciada absorção da marca Moto, e desaparecimento da Motorola como empresa de telefonia móvel.

 

Comprada e diluída

lenovo-smartphone-teaser

A Motorola é o mais claro exemplo da má adaptação de algumas empresas de telefonia a era dos smartphones. Ela era uma das gigantes do setor, mas a chegada do iPhone em 2007 mudou tudo, e eles não souberam enxergar isso. Alguma tímida tentativa de se destacar dos demais veio com o Milestone, mas nada além disso.

Até que veio a Google, que comprou a Motorola por causa das múltiplas patentes que eles tinham nas mãos. Ali, nasceu alguns dos modelos mais interessantes da história do Android: Moto X e Moto G. Este último redefiniu o que era um smartphone de linha média.

Agora, tudo isso faz parte da Lenovo. E sendo absorvida lentamente.

 

A reorganização que provocou a saída de Osterloh

motorola-teaser

A Motorola não só testemunhou o desaparecimento de sua marca, mas também os planos de crescimento da Lenovo vão se tornando mais e mais consolidados. A nova Unidade de negócio de PC & Dispositivos inteligentes conseguiram convergir smartphones, tablets, computadores conversíveis e mais dispositivos.

Esta nova unidade resultou em uma reorganização interna, onde a última vítima foi Rick Osterloch, que foi presidente da Motorola no momento de sua compra por parte da Lenovo. Ele deixa a empresa, o que indica que a absorção foi concluída pela Lenovo, e ele fica sem função na empresa.

A Lenovo acredita que essa reorganização interna, além da mudança que termos na linha Moto by Lenovo no portfólio dos smartphones dos asiáticos, vão ajudar a marca a crescer ainda mais em um 2016 que esperam que seja de sucesso, depois das quedas nas vendas de 2015.

Via Re/code