bittorrent

A RIAA, órgão que cuida dos direitos da indústria musical nos Estados Unidos, pediu ajuda para ninguém menos que a BitTorrent para frear a pirataria dos conteúdos protegidos por copyright.

Em carta assinada pelo vice-presidente da RIAA, Brad Buckles, dirigida ao CEO da BitTorrent, Eric Klinker, ele acusa diretamente a companhia do famoso protocolo P2P µTorrent de ser ‘a fonte do software que se utiliza majoritariamente para violar o copyright’.

Buckles indica que o software de BitTorrent ‘facilitou em aproximadamente 75% das mais de 1.6 milhões de violações de copyright através do torrent das obras dos membros da RIAA nos Estados Unidos em relação ao ano de 2014’. A carta inclui uma lista de arquivos de verificação, que contam com trabalhos dos membros da RIAA, procedentes de artistas como Michael Jackson e Red Hot Chili Peppers.

Apesar das acusações, a RIAA tenta ser conciliadora, dizendo que ‘está disposta a estabelecer um processo para compartilhar arquivos de verificação com a BitTorrent, Inc., sobre uma base para que a BitTorrent possa utilizar a informação para impedir novas violações de copyright desses arquivos através de seus produtos e serviços’.

Será que a RIAA consegue um acordo com a BitTorrent? Acho difícil.

Via The Next Web