xperia-e-dual

Dentre os modelos de smartphones Android de entrada disponíveis no mercado brasileiro, o Sony Xperia E Dual é um dos mais requisitados entre os consumidores. Com um design moderno, dois slots para chips SIM e preço competitivo, o modelo se apresenta como uma opção interessante para quem quer se manter conectado nas redes sociais, ouvir música com áudio de boa qualidade, e realizar algumas atividades mais básicas. Nesse review, passo minhas impressões sobre o modelo de entrada da Sony.

Antes de começar…

O Sony Xperia E Dual é um smarpthone de entrada, com recursos básicos e funcionalidades pensadas nos usuários de entrada, que mais usam o smartphone para chamadas telefônicas e comunicações nas redes sociais. É sempre bom ter isso em mente antes de fazer uma análise mais crítica sobre suas qualidades e defeitos, e é fundamental que todo aquele que se interessar por esse aparelho tenha essa perspectiva. A comparação com outros modelos de sua faixa de preço é justa, mas não podemos exigir desse modelo que ele execute tarefas de dispositivos mais caros e mais completos.

Características Físicas

DSC06186

O Sony Xperia E Dual é um smartphone com design diferenciado. Com linhas mais retas, ele chama a atenção positivamente por sair do convencional, remetendo muito bem aos modelos da finada Sony Ericsson, mas sem ser um smartphone “retrô”.

DSC06191

O modelo não é nem fino, nem espesso. Tem a mesma espessura da maioria dos dispositivos já disponíveis no mercado.

DSC06204

Reparem nas linhas mais retas na proposta de design do Xperia E Dual. Bem marcadas, como se fossem recortadas mesmo.

DSC06192

Na parte inferior, temos o conector para cabo USB, para armazenar/descarregar fotos, vídeos e músicas no smartphone, e recarregar a sua bateria.

DSC06211

Na parte superior do produto, apenas o conector para fones de ouvido.

DSC06212

Aqui, temos os botões de controle de volume e o botão de liga/desliga do smartphone. Temos também um detalhe bem interessante: como a Sony inverteu a ordem natural desses botões, é muito mais prático o registro de screenshots nesse smartphone. Afinal de contas, como temos que pressionar simultaneamente o botão de liga/desliga e o botão de volume para baixo, tudo o que temos que fazer é pressionar os dois botões com o polegar, em um único movimento.

DSC06217

Na parte inferior da lateral direita do dispositivo, temos o botão de obturador, para registro de fotos.

DSC06226

Os botões de comando do Android (Voltar, Home e Menu) são sensíveis ao toque e impressos na carcaça do smartphone. Ou seja, a tela de 3.5 polegadas está 100% disponível para interação do usuário e exibição de conteúdos na tela.

DSC06229

Na parte superior, o alto-falantes para chamadas. O Sony Xperia E Dual não possui câmera frontal.

DSC06238

Visão geral da parte traseira do Sony Xperia E Dual. Destaque para o material empregado na parte traseira, que oferece um melhor agarre para o usuário, além de evitar marcas de dedo e arranhões na sua carcaça.

DSC06243

Na parte superior, a câmera de 3 megapixels. Falarei dela mais adiante nessa análise.

DSC06245

De novo, destaco a tampa traseira, bem construída e com um acabamento de boa qualidade.

DSC06249

Visão geral da parte interna do smartphone, sem a sua tampa traseira.

DSC06254

Aqui, destaque para os slots para chips SIM e o slot para o cartão microSD.

Acessórios

DSC06273

O kit enviado pela assessoria da Sony Brasil veio com esses fones de ouvido, de boa qualidade de áudio. Aliás, vale lembrar que a Sony já oferecia fones muito bons na linha Walkman, que era voltada para os amantes da música. Logo, é mais que natural encontrar aqui fones que seguem essa tendência positiva de entrega de um bom áudio ao usuário.

DSC06276

Os fones contam apenas com o controle de atendimento de chamadas integrado em seu cabo. Esse botão também atua como botão de play/stop no player de música. Não há botões de controle de volume integrados a esse dispositivo.

DSC06282

Aqui, carregador de bateria via rede elétrica, com cabo integrado.

DSC06285

Em compensação, a Sony também aplica nesse produto recursos para evitar o desperdício energético, algo que é uma tendência nas principais linhas de produtos da empresa.

DSC06291

Por fim, o cabo USB, para comunicação de dados entre o computador e o smartphone. Recomendo que o usuário utilize especificamente esse cabo USB (apesar de que, na teoria, qualquer cabo USB compatível serve), uma vez que a Sony se vale de um software no PC para se comunicar com o computador.

DSC06260

Para notificações específicas de algumas atividades do smartphone, você tem essa identificação visual em LED (que muda de cor de acordo com o tema de área de trabalho escolhido pelo usuário).

Software Sony PC Companion

sony-xperia-e-dual-top

Em um tempo onde a grande maioria dos smartphones Android contam com suas atualizações via OTA (Over The Air), e até mesmo o iOS já dispensando o uso do iTunes para atualizar os seus dispositivos, o Sony Xperia E Dual ainda obriga o usuário a utilizar um software no computador para transferência de arquivos, backups e atualização de software.

Para alguns recursos, como importação de contatos e transferência de dados de um iPhone para o Xperia. Por outro lado, se você tem os seus contatos e calendários já armazenados em uma conta do Google (eu fiz isso tendo um iPhone), a transferência desses dados é praticamente dispensável através do computador, uma vez que ao registrar o seu e-mail do Google no novo smartphone tudo será sincronizado de forma simples.

Além disso, aplicativos que são baixados pelo usuário em um smartphone Android ficam todos registrados na conta Google do usuário na Play Store. E como os apps do iPhone não são transferidos para o Android, o software basicamente só serve para você atualizar a firmware do smartphone.

sony-xperia-e-dual-top-04

Além disso, assim que liguei o smartphone, o dispositivo informou que necessitava realizar uma atualização de software, mas infelizmente, era apenas uma atualização corretiva, que manteve o modelo na versão Android 4.0.4 Ice Cream Sandwich. Voltarei ao tema da versão do Android mais adiante.

Tela

DSC06272

A tela do Sony Xperia E Dual conta com 3.5 polegadas de tamanho, com resolução de 320 x 480 pixels (160dpi TFT) e 260 mil cores. É uma tela boa o suficiente para você ver os conteúdos na tela com boa qualidade, principalmente em ambientes pouco iluminados, mas não consegue disfarçar os gráficos serrilhados, resultado de sua combinação de hardware e software.

DSC06268

É uma tela que é boa o suficiente para reproduzir vídeos do YouTube, mostrar os elementos da interface de usuário da Sony, e para alguns jogos mais básicos. Gráficos mais elaborados terão um resultado um tanto quanto decepcionante, mas mais uma vez temos que lembrar aqui que estamos diante de um Android de entrada, para tarefas e atividades mais simples.

DSC06315

A exposição do smartphone em céu aberto produz esse resultado: mesmo com o brilho no máximo, fica difícil ver as informações na tela.

DSC06323

A situação melhora consideravelmente quando buscamos uma sombra.

Sistema Operacional

Screen-Xperia-E-Dual-0126

O Sony Xperia E Dual conta com o sistema operacional Android 4.0.4 Ice Cream Sandwich, e pelo o que vi de suas especificações técnicas (detalho as mesmas mais adiante), muito dificilmente ele será atualizado para a versão Jelly Bean do Sistema do Google. Isso coloca o modelo em desvantagem em relação aos seus principais concorrentes no seu preço. Em compensação, entendo que ele não faz feio para aquilo que ele se propõe a ser (um smartphone Android de entrada).

Durante os testes, mesmo com uma versão defasada do Android, e com um hardware mais restrito, não observei travamentos ou falhas graves durante a execução dos principais aplicativos. É evidente que o Xperia E Dual possui limitações, e alguns programas e recursos ele não vai executar. Mas em linhas gerais, o Android Ice Cream Sandwich está bem ajustado para o smartphone.

Interface de Usuário

ScreenshotXperiaEDual-0034ScreenshotXperiaEDual-0053

Um dos pontos positivos do Xperia E Dual é a sua interface de usuário. mesmo com um elevado nível de customização, ela se mostra agradável visualmente falando. Talvez possa ser um pouco confusa para alguns usuários mais acostumados à interface tradicional do Android, mas a curva de aprendizado é baixa, e os recursos exclusivos adicionados pela Sony são bem vindos.

ScreenshotXperiaEDual-0016ScreenshotXperiaEDual-0017

Sem falar que já na inicialização do smartphone, a Sony oferece um tutorial completo, com os principais recursos e diferenciais do Sony Xperia E Dual. É só o usuário deixar um pouco a preguiça de lado, e ler esse passo a passo com atenção, que não tem como você se sentir perdido na frente do aparelho.

ScreenshotXperiaEDual-0031ScreenshotXperiaEDual-0032

Nas telas dos dispositivos, alguns dos recursos mais utilizados, como gerenciamento de chips e conectividade contam com um acesso rápido e prático, dispensando a necessidade de recorrer o tempo todo às configurações do smartphone.

ScreenshotXperiaEDual-0033ScreenshotXperiaEDual-0041

O modelo foca muito nas redes sociais, compartilhamento e multimídia. Para isso, recursos como o Timescape contam com destaque especial, para um acesso rápido ao compartilhamento de conteúdos com grupos específicos (amigos, família, trabalho, escola, etc). Os recursos de mídia estão dispostos em um grupo especial, para melhor localização por parte do usuário.

ScreenshotXperiaEDual-0058ScreenshotXperiaEDual-0039

Algumas funções contam com teclas dedicadas e específicas, como a remoção de aplicativos do sistema. No lugar de pressionar por alguns segundos no ícone do aplicativo, basta teclar uma vez no ícone na parte inferior direita, que os aplicativos ficam aptos para a desinstalação.

ScreenshotXperiaEDual-0054ScreenshotXperiaEDual-0055

Além disso, a Sony oferece a opção de modificar completamente os esquemas de cores dos temas, permitindo que o usuário deixe o aparelho com a sua cara.

Screenshot_2013-05-07-14-24-25

Também merece destaque o seu teclado QWWERTY nativo, que já conta com recurso de sugestão de palavras para uma digitação rápida. É um recurso muito bem vindo, principalmente se levarmos em conta que estamos diante de um smartphone com uma tela de 3.5 polegadas. Ou seja, para quem tem polegares grossos (é o meu caso), essa previsibilidade é muito bem vinda.

ScreenshotXperiaEDual-0038ScreenshotXperiaEDual-0037

Sem falar que a ordem dos aplicativos pode ser escolhida de acordo com a necessidade do usuário. Enfim, é uma interface muito completa e customizável.

Qualidade de Áudio e Chamadas

ScreenshotXperiaEDual-0052ScreenshotXperiaEDual-0027

Como o seu próprio nome indica, o Xperia E Dual sua dois slots para chips SIM. Antes de falar sobre o seu funcionamento nessa função de dual-chip, falarei primeiro da qualidade das chamadas do smartphone. Nesse aspecto, o modelo da Sony vai bem. O alto-falante para chamadas possui um bom volume, e é possível compreender a pessoa do outro lado da chamada de forma inteligível, mesmo em ambientes um pouco mais barulhentos (em trânsito, por exemplo).

Testamos o produto com chips da Vivo e da Claro, e nos dois casos, não observamos anormalidades na qualidade de sinal ou nas chamadas. Pelo menos não foi observado alguma falha grave partindo do smartphone que oferecesse a perda de sinal ou de qualidade durante as chamadas. É sempre bom lembrar que os resultados podem variar de acordo com a qualidade de sinal da sua operadora escolhida, e da região onde você se encontra.

O mesmo se repete para o recurso de viva-voz. Como o alto-falante traseiro fica posicionado na parte inferior traseira do smartphone, a sua reprodução de áudio é de boa qualidade, dentro de suas características físicas. É um ponto forte do modelo, e também é uma confirmação dos cuidados que a Sony sempre aplicou nesse aspecto em seus produtos.

chamadas-xperia-e-dual-01chamadas-xperia-e-dual-02

O dois chips ficam com o seu sinal ativo no smartphone o tempo todo, permitindo o recebimento de chamadas em qualquer um deles. Porém, quando uma linha recebe uma ligação, a outra fica em standby, independente da ordem escolhida: se o SIM 1 recebe a chamada, o SIM 2 fica em modo de espera (caixa postal ou fora de área), e vice versa.

Para as conexões de internet, não há interferências de uma linha sobre a outra. Ou seja, se você utilizar o SIM 1 para se conectar à web (3G/EDGE), o SIM 2 fica livre para receber chamadas. Se utilizar o SIM 2 para web (apenas EDGE), o SIM 1 fica liberado para susas funções de telefonia.

ScreenshotXperiaEDual-0047ScreenshotXperiaEDual-0044

O controle das funcionalidades dos chips e amplo. Você pode determinar qual chip vai acessar à internet, qual é o preferencial para envio de mensagens e realização de chamadas, e até mesmo se um deles ficará inativo o tempo todo ou em horários determinados. Esse recurso é bem interessante para aqueles que querem deixar a linha profissional desligada durante a noite ou os finais de semana.

ScreenshotXperiaEDual-0027ScreenshotXperiaEDual-0026

Internet

Screenshot_2013-05-07-14-23-33

O Xperia E Dual vai bem em termos de conectividade e navegação na internet. Conta com conectividades 3G e EDGE no SIM 1 e EDGE no SIM 2, além da conectividade Wi-Fi. Em todas elas, a velocidade de navegação foi boa, dentro de suas respectivas limitações. O próprio smartphone já conta com os aplicativos Chrome e Facebook pré-instalados, e nos dois casos, os resultados de navegação foram dentro do esperado.

Screenshot_2013-05-07-14-26-13

Como já afirmei antes, o próprio smartphone conta com recursos nativos para compartilhamento de conteúdos nas redes sociais, reforçando a sua aspiração de manter o usuário conectado aos seus amigos, de forma simples, e em alguns casos compartilhando aquilo que você está vendo ou ouvindo no aparelho.

ScreenshotXperiaEDual-0022ScreenshotXperiaEDual-0051

GPS

Screen-Xperia-E-Dual-0062

O GPS do Xperia E Dual funciona bem, com boa capacidade de posicionamento. Tanto no Google Maps quanto (principalmente) no navegador GPS, ele cumpriu muito bem o seu papel, com bom tempo de resposta para identificar o local escolhido, assim como a busca por rotas sugeridas.

Screen-Xperia-E-Dual-0070

Nesse modelo, o recurso de busca de rota por voz também está presente…

Screen-Xperia-E-Dual-0066

… e, como em outros dispositivos Android, ele faz o tracejamento da rota, com orientação detalhada do trecho origem/destino.

Screen-Xperia-E-Dual-0067

Em alguns casos, você ainda pode utilizar a ajuda do Street View, para uma referência visual do caminho a ser percorrido. Isso era algo que eu não esperava em um smartphone de entrada como o Sony Xperia E Dual com Android 4.0.4.

Câmera

Screenshot_2013-05-07-15-35-28

Aqui está um dos grandes “calcanhares de Aquiles” do Xperia E Dual (falo “calcanhares”, porque não é o único). O modelo conta com uma câmera traseira de 3.2 megapixels, o que não é um grande problema se a sua ideia for compartilhar fotos com amigos nas redes sociais, ou no Instagram (que funciona sem problemas nesse modelo). Mas não mais que isso. É uma câmera com poucos recursos, sem sistema de foco, sem flash LED, e as suas poucas funcionalidades só servem para ajustar recursos de brilho ou películas especiais para efeitos de imagem.

Abaixo, algumas fotos que registramos durante os testes.

Camera-Screen-Xperia-E-Dual-0001 Camera-Screen-Xperia-E-Dual-0005

Apesar de uma qualidade inferior em relação aos seus concorrentes diretos de preço, as fotos tiradas à luz do dia contam com um resultado bom o suficiente para um compartilhamento na web, mas não boas o suficiente para outras finalidades.

Camera-Screen-Xperia-E-Dual-0010

Em imagens com alguma sombra, é possível perceber ruídos na imagem, e uma certa opacidade na cor.

Camera-Screen-Xperia-E-Dual-0013

Nessa foto, é possível ver de forma mais clara os serrilhados em alguns detalhes capturados (como no fio da rede elétrica na lateral direita).

Apesar de parecer inútil, testamos a câmera em ambientes pouco iluminados. O resultado, tal como esperado, não foi dos melhores.

Camera-Screen-Xperia-E-Dual-0015

Camera-Screen-Xperia-E-Dual-0019

Resumindo: sem luz artificial, nem pense em tentar fotografar com essa câmera. E, mesmo assim, a quantidade de ruído é enorme.

Camera-Screen-Xperia-E-Dual-0023

Também testamos a câmera com fotos aproximadas. Por não contar com um sistema de zoom, os resultados também ficaram abaixo do esperado.

Camera-Screen-Xperia-E-Dual-0026

Logo, só utilize essa câmera para registrar as fotos do seu passeio de domingo pela manhã, e ainda assim, registrando as imagens dos seus amigos e familiares a uma certa distância.

A câmera também grava vídeos na resolução VGA (640 x 480p), mas também entra na categoria “o recurso está presente apenas para constar que o produto tem o recurso”. Se você pretende fazer gravações casuais e descompromissadas, ela pode ser útil. Se você pede um pouco mais do que isso, repense  a escolha, ou simplesmente busque outra câmera. No review em vídeo no final do post, você pode conferir uma demonstração breve da gravação de vídeos, mostrando assim a qualidade da câmera no modo de filmagem.

Games

ScreenshotXperiaEDual-0063ScreenshotXperiaEDual-0064

O Sony Xperia E é bem definido nesse quesito: foi feito para rodar os jogos mais básicos e menos exigentes em suas especificações técnicas. É sempre bom lembrar que esse smartphone possui um processador Qualcomm MSM7227A Snapdragon single-core de 1 GHz, trabalhando com apenas 512 MB de RAM, sistema operacional Android 4.0.4 Ice Cream Sandwich e uma GPU Andreno 200. É um conjunto que roda muito bem os jogos mais básicos e até mesmo aqueles com gráficos tridimensionais, mas que não representam muito em termos de consumo de recursos, como é o caso de Subway Surfers.

Screen-Xperia-E-Dual-0095

Jogos 2D, como Angry Birds, Cut the Rope e Jeckpack Joyride também não terão maiores problemas para serem executados. Em alguns momentos, você vai perceber pequenos lags durante algumas partidas, mas tudo dentro do previsível e tolerável dentro da proposta desse smartphone.

Screen-Xperia-E-Dual-0094

Porém, a coisa muda quando falamos de jogos de grande porte, como é o caso de Dead Trigger.

Screen-Xperia-E-Dual-0085 Screen-Xperia-E-Dual-0086 Screen-Xperia-E-Dual-0089

Para começar, a GPU Adreno 200 não permite a execução de gráficos a 60 FPS. Além disso, pela pouca quantidade de RAM, o jogo é praticamente inexecutável, com travamentos diversos e lags absurdos. O jogo simplesmente não roda direito, comprometendo toda a sua jogabilidade. Tudo bem pode até parecer nos screenshots que tiramos que tudo roda às mil maravilhas no jogo. Porém, quando vemos o jogo rodando na prática…

DSC06299

Temos um desastre gráfico na nossa frente. Gráficos com arrasto, exibição das telas anteriores de forma incorreta, e problemas típicos de uma GPU que não suporta esse tipo de aplicação.

Ou seja, se você é um gamer um pouco mais exigente, o Xperia E Dual não é a sua opção, definitivamente. A experiência tende a ser frustrante se você insistir em um jogo mais elaborado, ou que demanda maiores recursos.

E não, eu não testei o Real Racing 3 dessa vez. Motivo? Eu tenho plena convicção que ele não vai rodar nesse smartphone.

Multimídia

Screen-Xperia-E-Dual-0109

Aqui, o jogo vira de novo, mas dessa vez, a favor do smartphone. O Xperia E Dual utiliza o player Walkman, herdado da clássica linha de smartphones da finada era Sony Ericsson. Não que seja um player cheio de recursos (na verdade, é um player musical bem simples), mas que ao menos acompanha a proposta de design do restante do smartphone.

Screen-Xperia-E-Dual-0110

Se o player musical parece simples, os seus recursos complementares são o diferencial desse produto. Você conta com canais de música online exclusivos da Sony, além do recurso Music Unlimited, que oferece um acervo de músicas online em todos os dispositivos da Sony que você possui. O serviço faz parte da PlayStation Network, ou seja, todo o conteúdo de música e vídeo que você consumir no seu PlayStation 3 (por exemplo), você pode ouvir e ver no seu smartphone da Sony, sem maiores problemas.

ScreenshotXperiaEDual-0077ScreenshotXperiaEDual-0078

O acesso ao player musical é simplificado, e você pode controlar as faixas em execução tanto na tela bloqueada quanto na aba de notificações, ou até mesmo através de um widget em uma de suas abas de aplicativos.

Screen-Xperia-E-Dual-0114

ScreenshotXperiaEDual-0074ScreenshotXperiaEDual-0072

Outros dois recursos bem interessantes no Xperia E Dual. O TrackID, que faz a busca das informações de uma música que você está ouvindo em outro dispositivo ou de um videoclipe que você está assistindo na TV ou computador. Basta aproximar o smartphone do alto-falante do dispositivo reprodutor da música, que o smartphone vai buscar na internet as informações daquela faixa, de forma simples e prática.

O segundo recurso é o Música Fora de Casa. Quando você conecta o fone de ouvido no Xperia E Dual, ele ativa esse modo, que pode ser configurado de acordo com o gosto e necessidade do usuário. Por exemplo, assim que você conectar o fone, ele pode iniciar automaticamente a reprodução das faixas armazenadas, ajustar o volume de reprodução, a equalização prévia na reprodução de músicas, ou até mesmo o que o smartphone deve fazer na parte de áudio quando você desligar o player musical, ou desconectar os fones do dispositivo.

Screen-Xperia-E-Dual-0115

Os arquivos multimídia são exibidos em galerias previamente ordenadas, mas também podem exibir mapas salvos pelo usuário.

ScreenshotXperiaEDual-0073ScreenshotXperiaEDual-0076

Testei também o aplicativo de rádio presente no Xperia E Dual, e os resultados foram satisfatórios.

Screen-Xperia-E-Dual-0102

O aplicativo de rádio funciona com o fone de ouvido conectado ao smartphone (para que ele atue como uma antena), e consegue sintonizar as rádios FM sem maiores problemas (pelo menos identificou aqui as rádios com melhor sintonia).

Screen-Xperia-E-Dual-0116

Por fim, para a reprodução de vídeos, utilizamos mais uma vez a Google Play Filmes, e dessa vez, tivemos a chance de testar arquivos no formato .mp4 e AVI em 720p.

Screen-Xperia-E-Dual-0119

O arquivo em .mp4 foi executado sem maiores problemas. Mais uma vez, não identificou as legendas armazenadas na pasta do arquivo de vídeo, mas não houve problemas de lags e arrastos na imagem.

Porém, quando tentamos executar o arquivo em AVI (720p)…

Screen-Xperia-E-Dual-0121

O resultado foi esse da imagem acima. Antes que você pergunte: sim, o arquivo estava inteiro, e sim, ele funcionou em outros dispositivos que testamos. A Google Play Filmes roda arquivos em AVI sem problemas Mas o Xperia E Dual, não.

Benchmarks

ScreenshotXperiaEDual-0004ScreenshotXperiaEDual-0011

Utilizei as ferramantas Quadrant Standard (esquerda) e AnTuTu (direita) para avaliar a performance estimada do dispositivo, e os resultados foram dentro daquilo que eu esperava. No Quadrant Standard (esquerda), o Xperia E Dual alcançou 2158 pontos, sendo (na teoria) mais promissor que o HTC Desire HD e o Samsung Nexus S. Porém, vale lembrar que os dois dispositivos já contam com um bom tempo no mercado, o que mostra como o produto da Sony está qualificado como modelo de entrada.

ScreenshotXperiaEDual-0009ScreenshotXperiaEDual-0014

No AnTuTu, o smartphone alcançou a marca de 5515 pontos, o que indicou no comparativo um resultado superior ao Samsung Galaxy S, e muito similar ao tablet Amazon Kindle Fire. Lembrando que os resultados são apenas ilustrativos, e partem sempre de um princípio que estamos trabalhando em um terreno teórico. Somente na prática de uso diário que poderemos comprovar se esse (ou qualquer produto) cumpre o que os benchmarks prometem.

Bateria

ScreenshotXperiaEDual-0084ScreenshotXperiaEDual-0050

A autonomia de bateria é outro ponto positivo do Xperia E Dual. Levando em consideração que ele é um smartphone que trabalha com duas linhas ativas a maior parte do tempo, com Wi-Fi ou 3G ativos, GPS e Bluetooth em momentos eventuais, jogos, reprodução musical e outras funcionalidades, o smartphone consegue alcançar sem maiores problemas um dia completo de uso longe da tomada, sem precisar recorrer ao carregador. É claro que os resultados podem variar, dependendo da qualidade de sinal da sua operadora, na região onde você vive.

Outro fator que pode aumentar ainda mais a autonomia de bateria do dispositivo é o recurso Modo de Espera Estendido, que já vem pré-instalado no Xperia E Dual. Com ele, você pode fazer com que a conexão de dados seja interrompida enquanto a tela estiver bloqueada, o que já aumenta de forma considerável a autonomia de bateria do produto.

Screen-Xperia-E-Dual-0132

Desempenho

ScreenshotXperiaEDual-0083ScreenshotXperiaEDual-0056

Em linhas gerais, o Sony Xperia E Dual tem um bom desempenho, em se tratando de um smartphone de entrada. Não observamos travamentos graves ou interrupções durante a execução de aplicativos. O telefone consegue funcionar de forma relativamente fluída, mesmo com todas as suas limitações de hardware e com uma interface altamente customizada no Android Ice Cream Sandwich. Já testei modelos mais completos, com mais recursos, mas que foram pior no desempenho geral (principalmente na interface de usuário e na autonomia de bateria).

A única grande dica que eu dou para quem se interessar pelo smartphone é: compre um cartão microSD (até 32 GB) assim que receber o telefone em casa. O modelo tem apenas 4 GB de armazenamento (2 GB disponíveis para o usuário), que não dão para nada. E, de novo: de forma nativa, o Android 4.0.4 não transfere os aplicativos para o cartão de memória (o Google removeu essa funcionalidade do sistema operacional).

Conclusão

DSC06185

O Sony Xperia E Dual está APROVADO. Para o seu objetivo principal, que é ser um smartphone Android barato, com recursos básicos de conectividade, com dois SIM cards ativos e um bom player musical, ele cumpre o que promete. Para as tarefas mais básicas como redes sociais, e-mails, música, jogos (básicos, não os mais elaborados), vídeos (preferencialmente do YouTube) e comunicação por voz e SMS, ele é um modelo que satisfaz aqueles que gostaram do seu design.

Porém, a câmera de 3.2 MPz, a reduzida memória para armazenamento no dispositivo, um conjunto de hardware mais simples, e um sistema operacional defasado são pontos que precisam ser levados em consideração. Para os usuários mais exigentes, o que desejam extrair melhores resultados dos recursos listados, é altamente recomendada a procura por outro modelo. Nesse caso, vale a pena pagar um pouco mais. Até porque tais exigências automaticamente tiram o comprador do grupo de usuários de entrada, passando diretamente para o grupo dos usuários intermediários.

Review em Vídeo