Mais um smartphone Android que está fazendo sucesso no mercado nacional (e no TargetHD) será analisado pelo blog. O Samsung Galaxy Y Pro Duos é uma evolução do Samsung Galaxy Pro, pois também apresenta a combinação sistema operacional Android + teclado QWERTY físico + tela sensível ao toque. O modelo apresenta melhorias interessantes em relação ao modelo do passado, e nesse post, vamos revelar o produto em detalhes.

Antes de qualquer coisa, é bom registrar que essa unidade do Galaxy Y Pro Duos foi adquirida por conta própria, ou seja, não é um modelo enviado pela assessoria da Samsung, sendo assim uma unidade que foi adquirida em uma loja qualquer do mercado nacional. O aparelho não possui vínculos ou personalizações de operadoras, o que garante que o seu desempenho será aquele como a Samsung idealizou quando concebeu o smartphone.

Certamente você vai me perguntar: “mas, afinal…. qual é a diferença do Galaxy Y Pro para o Galaxy Y Pro Duos?”. E a resposta é: quase nenhuma. Na verdade, os dois modelos são os mesmos. Um apenas é uma variante do outro. Além da diferença mais evitente, que é a presença dos dois slots para chips SIM, o Galaxy Y Pro Duos possui uma câmera frontal para videochamadas, algo que o Galaxy Y Pro não possui, além de uma espessura maior, justamente por causa do slot SIM duplo. Fora isso, os modelos são rigorosamente os mesmos. Porém, já fica a dica: se você está com o dinheiro na mão, escolha o Galaxy Y Pro Duos, justamente por causa da versatilidade. A diferença em dinheiro entre os dois modelos é muito baixa, o que ajuda a justificar o investimento extra.

Visão geral da parte traseira do aparelho. Uma tampa sólida e resistente, com um bom acabamento que não atrai marcas de dedo, o que é algo muito bem vindo.

Na parte superior do Galaxy Y Pro Duos, temos o conector para fones de ouvido de 3,5 mm. Os fones que acompanham o produto já contam com microfone no cabo, para tornar a sua vida mais prática. Repare no acabamento em tom prata na lateral do produto. Ele pode ser elegante e agradável no seu visual, mas temo que com o passar do tempo ele comece a descascar, deixando o smartphone com um visual de usado que não queremos no futuro.

Visão geral da lateral do produto. Como disse antes, o Galaxy Y Pro Duos é levemente mais estreito que o Galaxy Y Pro (comparei os dois modelos na loja onde adquiri esta unidade), mas não é espesso o suficiente a ponto de incomodar no bolso na hora do transporte, ou na utilização diária. É um smartphone com dimensões relativamente reduzidas, que fica bem acomodado nas mãos, o que torna o seu manuseio prazeroso, principalmente na hora de digitar mensagens mais longas.

Na lateral esquerda do smartphone, temos os botões de controle de volume do aparelho.

Na lateral direita, temos o botão de liga/desliga e o bloqueio de tela do smartphone.

Na parte inferior do Galaxy Y Pro Duos, temos o conector para o cabo USB, que atua para recarga de sua bateria e como porta de transmissão de dados (para transporte de arquivos do smartphone para o PC).

A câmera traseira do Galaxy Y Pro Duos é de 3 megapixels. Ela é boa o suficiente para você tirar fotos medianas durante o dia para envio rápido nas redes sociais. Por não contar com flash (nem em LED), esqueça as fotos noturnas ou com luminosidade precária. E não espere mais que isso da sua câmera. Afinal de contas, estamos falando de um Android de entrada.

Visão geral do smartphone sem a sua tampa traseira. A sua bateria possui uma autonomia mediana. Com uso intenso, não chegou a durar um dia completo de funcionamento. Recomendo aqui que o usuário instale o Juice Defender Ultimate, que já recomendei em reviews anteriores no blog. Ele vai ajudar a administrar o consumo de bateria e principalmente de dados do aparelho, aumentando assim o desempenho de sua bateria.

Aqui está o principal destaque do Galaxy Y Pro Duos: os dois slots para chips SIM. Eles funcionam de forma independente, com a única diferença entre ambos é que no caso do chip secundário (chip 2), a única conexão de dados permitida é a EDGE, enquanto que a principal é compatível com as conexões 3G/EDGE. É uma boa pedida para quem vai ficar sem internet com uma operadora em uma determinada localidade, mas não pode ficar sem receber os seus e-mails ou mensagens nas redes sociais, e acaba recorrendo à operadora “reserva”, apenas para não ficar sem nenhum tipo de conexão.

Outro destaque positivo vai para o seu teclado QWERTY físico. Aqui, temos uma evolução notável, se comparado ao Galaxy Pro. Esse teclado possui teclas confortáveis, com uma resistência perfeita para quem precisa digitar de forma mais precisa, e com teclas com dimensões satisfatórias, até mesmo para quem tem dedos gordos (como é o meu caso). Se comparado ao teclado do meu BlackBerry Bold 9780, esse teclado se sai melhor. Além disso, o sistema já vem como padrão não exibir o teclado virtual, o que ajuda a ganhar alguma área de tela na hora de visualizar as informações.

Duas teclas de ação especial foram adicionadas no teclado do Galaxy Y Pro Duos. Uma para troca rápida de chips, e outra, para um comando personalizado do usuário. Nesse segundo botão, você pode chamar o aplicativo que você quiser: e-mails, redes sociais, navegador, Angry Birds… vale qualquer um.

O Galaxy Y Pro Duos conta com a mais recente versão do Android Gingerbread (2.3.6), e quando você liga o smartphone ao retirar da caixa, nenhuma atualização vai estar disponível, o que vai indicar que o modelo já está atualizado. Aproveite, pois não acredito que esse smartphone vai receber algum dia o Android 4.0 (Ice Cream Sandwich), por causa de suas características de hardware.

Sua tela de aproximadamente 2.4 polegadas exibe as informações de forma razoavelmente confortável. Para quem quer mesmo um smartphone com teclado QWERTY, se adaptar à dimensões reduzidas da tela não será um problema. Por outro lado, a resolução da tela é baixa, deixando as fontes e imagens um tanto quanto quadriculadas. Nada que incomode, já que estamos falando de um modelo de entrada. Mas para quem já se deparou com uma tela do Galaxy S II, sabe que a sensação será um tanto quanto frustrante.

Mais um dos trunfos do Galaxy Y Pro Duos está no seu fácil acesso aos dois chips SIM. Não só pelo acesso direto no teclado QWERTY, mas na tela de acesso rápido às funções do Android (deslizando para baixo). Aqui, você não só pode escolher o chip ativo para chamadas e conectividade de dados, como permitir quais chips devem ter acesso ao pacote de dados, personalizar os chips, entre outros recursos.

Tela de seleção dos chips presentes no telefone. Tudo muito simples e prático para o usuário.

A interface do sistema é aquela mesma que você já conhece. Logo, sem muitas novidades por aqui. Mas vale destacar que com um processador de 832 MHz, o Android 2.3 possui um desempenho mais aceitável que os 600 MHz de processamento presentes no Galaxy Pro. O sistema acaba sendo um pouco mais ágil e menos frustrante na sua versatilidade. O sistema acaba sendo razoavelmente fluído, ou bom o suficiente para você trabalhar com ele sem ter muitas dores de cabeça. Os alto-falantes do aparelho também reproduzem o som com um volume razoável (ou melhor, audível), melhor do que outros modelos com suas características.

Aqui, podemos ver o status dos dois chips em funcionamento, além da câmera frontal do smartphone. Aproveito para falar também sobre o GPS, que aparenta estar melhor do que em outros modelos da Samsung. Bom, pelo menos em aplicativos como o Foursquare, o GPS localizou rapidamente o satélite. Já no Google Maps, os problemas de demora de localização do GPS persistem.

E aqui, a confirmação da mais recente versão do Android 2.3, e seu respectivo kernel.

Aí, você me pergunta: o Samsung Galaxy Y Pro Duos é um bom smartphone? A resposta é: sim. Porém… ah, tem sempre um porém. E esse porém recebe o nome de Instagram for Android.

Uma das grandes novidades dos últimos meses para a plataforma Android é a chegada do Instagram, que sobre alguns aspectos, é melhor que a sua versão para o iOS. Porém, ELA NÃO FUNCIONA NOS MODELOS DA SÉRIE YOUNG (Galaxy Y, Galaxy Y Duos, Galaxy Y Pro, Galaxy Y Pro Duos). E, antes que você comece os protestos, A CULPA NÃO É DA SAMSUNG! Vejamos….

Ok, pra começar, a interface do Instagram for Android é pensada nos smartphones com tela na orientação vertical, ou seja, se algum dia ele funcionar com os modelos com teclado QWERTY físico, ele vai funcionar desse jeito que você vê na foto acima. Mas isso não é motivo de irritação. Na verdade, é o menor dos problemas.

Você até consegue tirar a foto, sem maiores problemas…

Você até consegue selecionar a área da foto que vai para a área de edição, sem maiores problemas…

Mas na hora de aplicar o filtro de imagem, o resultado é esse que você vê acima: uma imagem em preto.

E isso acontece em qualquer filtro escolhido. Caso a foto seja enviada, vai ser enviada em preto, sem imagem, e com o filtro “aplicado”.

Pesquisando na internet, li que o problema não é da Samsung nesse caso. O Instagram foi lançado como “Instagram for Android”, dando a entender que ele vai funcionar com qualquer tipo de smartphones do sistema do Google, desde que ele tivesse a versão 2.2. Porém, o Android 2.3 da série Young da Samsung utiliza uma OpenGL (responsável pela parte gráfica do telefone) na versão 1.1, e o Instagram for Android exige uma OpenGL 2.0 para funcionar. Li em algum lugar que a equipe de desenvolvimento do Instagram já está ciente do problema, e que inclusive teria lançado uma atualização do app, que resolveria o problema no Galaxy Y. Porém, até agora, o problema continua no Galaxy Y Pro/Pro Duos.

Por fim, o Samsung Galaxy Y Pro Duos está APROVADO, mesmo com o problema do Instagram. É uma boa opção de smartphone Android de entrada, com um preço competitivo (entre R$ 549 e R$ 649), com os benefício de contar com dois chips SIM e teclado QWERTY físico, que é uma tendência entre os telefones na sua categoria. É uma evolução direta do Galaxy Pro, com benefícios diretos para o usuário que adora ficar nas redes sociais, e quer uma maior agilidade para redigir seus e-mails e mensagens no telefone.

Ainda nessa semana, publicaremos o vídeo review desse smartphone.