Mais um produto em análise para o blog TargetHD.net. Durante os últimos meses, utilizei como produto para cobertura de eventos e redação diária de posts esse notebook da HP, o Pavilion dm1. Com dimensões reduzidas, mas uma boa performance para o uso convencional, o modelo se mostrou uma ferramenta de trabalho muito boa para blogueiros que precisam levar um produto compacto para as viagens e eventos. Abaixo, você confere uma análise do produto, onde mostro suas principais características.

Antes de qualquer coisa, ele pode ser considerado um notebook, apesar de contar com características de um netbook. Explico: esse modelo de computador portátil já possui um processador de dois núcleos, possibilidade de armazenamento bem maior que a de um netbook (suporta HDs de até 500 GB), suporta uma quantidade de memória RAM muito maior (até 8 GB) e até mesmo uma placa gráfica de melhor qualidade (AMD). Muitos consideram como uma evolução do conceito do netbook, por não contar com uma unidade de CD/DVD, porém, os ultrabooks não possuem, e nem por isso eles são qualificados como netbooks. Isso, sem falar no fato que todos os fabricantes qualificam os modelos de 11,6 polegadas como netbook.

Enfim, mesmo tendo apenas 1,5 polegada a mais do que um netbook, o modelo da HP é compacto, e visualmente atraente. Possui um acabamento em plástico rígido, que dá uma solidez para o produto, além de detalhes em azul e preto, que sempre agradam os usuários mais novos ou mais descolados.

Sua tela possui resolução de 1366 x 768 pixels, e apesar das dimensões diminutas, a maioria dos usuários poderá visualizar as informações na tela sem maiores dificuldades. É claro que aqueles que já estão com uma vista mais cansada ou prejudicada pelo tempo vão reclamar um pouco do tamanho da fonte exibida, mas é um preço a se pagar pela mobilidade oferecida. E, mesmo assim, é possível mudar o tamanho da fonte do sistema, ou acionar recursos como contraste da tela. Ou seja, é perfeitamente possível que qualquer pessoa trabalhe bem com ele.

O HP Pavilion dm1 é relativamente fino. Ele não ocupa muita espessura, e possui uma curvatura no corpo do seu teclado, o que torna o produto mais compacto. Sua tela está bem protegida em uma estrutura de plástico, que mostra solidez.

Outra boa característica desse notebook é que sua tela pode se posicionar em um ângulo de 180 graus, deixando o modelo nesse estado. Perfeito para apresentações rápidas, ou manifestos de falta de energia e internet na Campus Party Brasil #humor.

O teclado é outro ponto forte do modelo. Apesar de contar com teclas com tamanho reduzido, elas oferecem uma digitação confortável (para a sua proposta), oferecendo uma maior agilidade para a produção de textos. E posso dizer isso com propriedade: afinal de contas, nos últimos 6 meses, todos os posts do @TargetHD foram feitos através desse notebook.

Detalhes do seu teclado.

Outro detalhe interessante do teclado do Pavilion dm1 é que algumas teclas de função contam com um LED indicador, que alerta o usuário que a sua respectiva função está ativa. Nesse caso, as teclas F12, responsável por ativar a atividade da rede Wi-Fi, e a tecla CAPS LOCK contam com essa característica.

Em compensação, o seu touchpad não é tão bom. Por causa das dimensões reduzidas do produto, por diversas ocasiões, a palma da minha mão esbarrou na área do touchpad, que é relativamente grande demais para as proporções do aparelho. Com isso, o ponteiro fica saltando em vários pontos da tela. Recomenda-se que, quando puder, use um mouse para trabalhar com o notebook, ou até mesmo adotar uma postura diferente para digitar no Pavilion dm1, o que não é algo muito confortável para algumas pessoas.

Em termos de conexões, o modelo é bem completo. Em uma das laterais, encontramos o conector de energia, e um conector para tranca protetora do portátil.

Ainda é possível localizar os LEDs indicadores de energia e atividades do HD, uma porta USB e uma porta HDMI. Aliás, as portas HDMI já se tornaram padrão nos produtos com tela de 11,6 polegadas (algo que dificilmente se encontra em um netbook de 10,1 polegadas).

Do outro lado, temos um conector 2 em 1 (fone de ouvido com microfone), duas portas USB, uma porta VGA, para conectar o notebook em um monitor externo, e uma porta para conexão de rede, que está escondida em um compartimento oculto. Quando olhamos para o produto pela primeira vez, não percebemos essa porta, de tão bem escondida que está. Um ponto positivo para a HP, que aproveitou o design do produto para inserir a tal porta.

Por fim, um slot para leitura de cartões SD/MMC.

Visão geral da parte inferior do HP Pavilion dm1. Essa tampa inferior de plástico possui vantagens e desvantagens. As vantagens: o fácil acesso aos componentes internos, o que torna o upgrade do hardware algo simples, e uma baixa transmissão de calor. A desvantagem? Dependendo da forma que você remove essa tampa, as suas linguetas (que também são de plástico) podem quebrar com facilidade, tal como acontece em algumas tampas traseiras de celulares. Ou seja, muito cuidado na hora de remover essa tampa.

Hora de ligar o notebook.

Sua inicialização é relativamente rápida (dependendo da quantidade de programas ativos na inicialização do sistema), e estou afirmando isso com a versão Windows 7 Starter. Instalando versões mais completas, a inicialização do sistema tende a ser mais rápida.

Como padrão, o Windows 7 Starter se encaixa bem na sua proposta, o que não impede que você instale a sua versão preferida do Windows 7. Mas a performance do produto é boa em suas configurações originais: os programas são executados com boa performance, sem muito atraso na abertura de janelas e aplicativos. Seu processador de dois núcleos e 1.6 GHz de velocidade tornam o sistema ajustado para as tarefas cotidianas.

O mesmo pode se dizer para execução de vídeos e arquivos multimídia. Vídeos em alta definição podem ser reproduzidos sem maiores problemas. Não testei o equipamento para jogos, uma vez que meu objetivo com ele era a produção profissional, mas não creio que ele seja recomendado para jogos mais pesados, pelas suas próprias características.

Índice de experiência do produto. Para o seu propósito, ele vai muito bem nas avaliações da Microsoft. Outro destaque que merece ser citado é a sua autonomia de bateria, que em uso constante, com o Wi-Fi ligado o tempo todo, pode oferecer até quatro horas de uso, o que é algo excelente para quem trabalha muitas horas por dia com o computador em várias situações onde uma tomada é algo difícil de se encontrar.

Por fim, o notebook HP Pavilion dm1 está APROVADO. Para quem precisa de um modelo compacto, para ser usado em casa e em qualquer lugar, oferecendo produtividade e agilidade nas tarefas cotidianas. O benefício do seu preço baixo e configurações satisfatórias para sua proposta podem ser a combinação que muitos dos usuários de entrada procuram para navegar na internet, ler e-mails e produzir textos.

Preço: R$ 999,00