Mais um review do blog TargetHD, de mais um produto que está em alta rotação no mercado nacional de tecnologia. A Motorola nos enviou para testes uma unidade do tablet Xoom 2 Media Edition, e durante algumas semanas, testei o produto, e passo aqui minhas impressões sobre o modelo.

Antes de qualquer coisa, é importante ressaltar que recebi para testes a versão Wi-Fi do Xoom 2 Media Edition, mas que já está disponível no mercado a versão Wi-Fi + 3G. Logo, todas as impressões passadas no review a seguir são sobre a versão 3G. Porém, de um modo geral, não existem diferenças tão drásticas entre as duas versões. Fico devendo para vocês apenas o desempenho do produto conectado a uma rede móvel. As demais características seguem intactas.

São muitas as diferenças entre o Motorola Xoom original, e o modelo que estamos vendo hoje, o Media Edition. A primeira está no seu objetivo principal: ser um produto voltado para o entretenimento, para a diversão, e para a reprodução de conteúdos multimídia. Mesmo assim, algumas características denotam que o produto ainda pode ser utilizado por aqueles que buscam alguma produtividade, como redigir e-mails rápidos, ou finalizar apresentações do PowerPoint. Mas o foco aqui é mesmo a diversão.

A segunda grande diferença está no seu formato. Menor e mais compacto que o modelo anterior, o Motorola Xoom 2 Media Edition é de um agarre muito agradável. Obviamente, o produto é mais leve que o modelo anterior, reforçando assim a sua proposta de ser um produto pensado naqueles usuários que vão ficar várias horas com o tablet nas mãos, assistindo vídeos e navegando pela internet. E foi exatamente isso o que aconteceu durante os testes.

Em comparativo com o iPad (primeira geração), a diferença de tamanho e de peso é grande. Isso torna o modelo bem desejável por aqueles que querem um tablet Android, mas que também querem economizar peso e volume na mochila.

Nessa foto, a diferença fica ainda mais evidente (mesmo com o iPad usando um case).

Outra diferença está no seu design. O Xoom 2 Media Edition possui cantos recortados, e não arredondados. Na prática, não tem nenhuma diferença funcional, mas pelo menos possui um design diferente dos demais modelos que estão no mercado. E não cair na mesmice é algo positivo.

Outra característica que merece destaque está no acabamento do produto. Além da tampa metálica traseira, as laterais do Xoom 2 Media Edition possui um revestimento de plástico levemente emborrachado, o que oferece uma maior segurança ao produto, evitando quedas acidentais. De um modo geral, o produto é muito bem acabado, o que é um diferencial importante em relação aos modelos alternativos.

Sua câmera tem uma qualidade de fotos aceitável. Não é melhor do que as câmeras de alguns smartphones (mesmo porque as chances das suas fotos ficarem tremidas se elevam consideravelmente, por ser um tablet), mas pode ser uma mão na roda para blogueiros que estão fazendo coberturas de imprensa ao vivo, e que precisam publicar fotos com textos. Mas não espere resultados profissionais. A câmera é capaz de captar vídeos em HD com boa qualidade, ou qualidade suficiente para que os vídeos sejam enviados para o YouTube com uma qualidade final de reprodução aceitável.

Aqui está um ponto que pode desagradar a alguns usuários. Os botões de controle de volume e de liga/desliga do tablet ficam na parte traseira do produto. No caso dos controles de volume, isso nem chega a ser um problema tão grave no uso diário. Porém, como botão para acionar a tela do tablet, acaba causando um certo incômodo ter que procurar o botão para ativar o produto. Em ambientes escuros, fica realmente complicado ficar buscando esse recurso. Principalmente quando já estamos acostumados a simplesmente acionar a trava dos tablets na parte de cima ou na lateral do produto. Porém, com o tempo, o usuário tende a se acostumar com esse detalhe.

O Motorola Xoom 2 Media Edition utiliza a versão 3.2 (Honeycomb) do Android. Isso pode fazer com que alguns usuários mais exigentes torçam o nariz para o tablet, mas para os usuários casuais, é o suficiente. Seu desempenho é bom, principalmente por causa das suas configurações de hardware (mais especificamente o seu processador dual-core), que torna o seu desempenho bem fluído. Porém, fica aquele desejo e curiosidade de saber como será o desempenho do produto com uma futura (e não confirmada até agora pela Motorola) atualização para a versão Ice Cream Sandwich do Android.

A qualidade da tela é boa, com um equilíbrio interessante entre brilho, contraste e relação de cores. As imagens do sistema operacional são vistas de forma clara, e vídeos são reproduzidos com eficiência. A leitura de textos pode ser um pouco incômoda, mas nada que chegue a atrapalhar.

A conexão via Wi-Fi é um pouco mais fraca do que o iPad (na minha opinião). Aqui mesmo, no escritório, ao fechar a porta para fazer a gravação de um vídeo, o sinal da rede do Xoom 2 caiu por completo, coisa que não aconteceu com o tablet da Apple. Por outro lado, vale também observar que tal característica pode variar de acordo com a intensidade do sinal da rede sem fio e das características de sua residência.

De qualquer forma, uma das principais qualidades do Xoom 2 Media Edition é a sua capacidade de reproduzir (e muito bem) os vídeos em alta definição, sem engasgos ou travamentos. Tanto nos vídeos por streaming, quanto nos vídeos salvos diretamente no dispositivo, a qualidade final de reprodução foi muito boa. Em vídeos em Full HD (1080p), alguns travamentos foram registrados, mas nada considerado muito sério.

A navegação na internet do Xoom 2 Media Edition está muito boa. O navegador está rápido e bem ajustado para diferentes atividades na web. E como esse é o propósito do produto, ele deve fazer a alegria daqueles que buscam um produto para uma prática navegação, ou para ver vídeos de forma descompromissada.

Por fim, o Motorola Xoom 2 Media Edition está APROVADO. É um tablet com bons recursos, um ótimo desempenho para sua proposta, e um design diferenciado. Seu preço precisa ficar um pouco mais competitivo para se tornar uma proposta efetivamente atraente para um público menos exigente, e uma atualização para o Ice Cream Sandwich tornaria o produto uma das melhores opções do mercado no momento.

Preço (modelo com Wi-Fi): R$ 1.299,00