smartphone-motorola-moto-x-4g-android-4.4cam.-13mp-tela-5.2-34-amoled-proc.-quad-core-2.5ghz-155510500

Chegou a hora de avaliar um dos smartphones de maior destaque em 2014. A assessoria de imprensa da Motorola Mobility do Brasil enviou para nós uma unidade do cobiçado Motorola Moto X de 2ª Geração, e durante duas semanas nós testamos o dispositivo. E como já é uma tradição do blog, esse post passa as minhas impressões sobre o dispositivo.

A proposta da Motorola (agora uma empresa da Lenovo) com esse produto era melhorar alguns pontos onde os usuários indicaram que a primeira versão não era tão boa assim, mas ao mesmo tempo mantendo a identidade conceitual do produto, com um design bem ajustado e um software com poucas – porém, efetivas – customizações. Além disso, o desafio da Motorola era fazer todas essas atualizações e manter um preço competitivo para o produto.

Com tantos lançamentos interessantes da concorrência, será que o Moto X melhorou o suficiente para justificar um investimento no produto? O preço do modelo no Brasil é interessante, mas vale a relação custo/benefício? Ou estamos pagando demais por um modelo que poucas diferenças apresentam em relação ao anterior? Mais: mudanças que podem não se equiparar aos concorrentes diretos. Enfim, essas e outras questões serõa respondidas no review a seguir.

 

Características Físicas

DSC03912

O novo Moto X continua um dispositivo bonito. Ok, algumas pessoas não pensam dessa forma, mas a minha impressão do produto é essa (fazer o quê?). Presencialmente, o novo smartphone da Motorola é mais bonito do que nos renders promocionais, que passam a impressão que tudo ficou maior e mais largo. Não é bem assim: apesar de contar com uma tela 0.5 polegada maior que a primeira versão, o novo Moto X mantém um bom agarre, o que torna o seu uso diário algo muito agradável.

DSC03921

Vale um destaque para os dois alto-falantes frontais, que ficam levemente saltados do corpo do dispositivo. Não sei se essa é uma solução que vai agradar a todos, mas por outro lado é uma característica de design que, eventualmente, pode “ajudar a proteger” (bem “entre aspas”, pois não imagino que a proposta é exatamente essa) a tela do dispositivo, uma vez que (na teoria) a tela não entra em contato direto com a superfície quando repousado.

DSC03951

Talvez a principal mudança de design que o novo Moto X oferece está na sua borda lateral, com acabamento com material metálico. Tal detalhe não só ajuda a proteger melhor o dispositivo no caso de quedas e pancadas em áreas que são consideradas mais sensíveis em caso de acidentes, mas também oferece um ar mais ‘premium’ ao smartphone, algo que era uma solicitação dos usuários.

DSC03960

Outra ideia interessante presente no novo Moto X foi a mudança na posição do slot para o SIM card, que sai da lateral do dispositivo para se posicionar na parte superior, ao lado do conector para fones de ouvido.

DSC04126

Desse modo, a espessura máxima do smartphone ficou menor, com uma curva menos acentuada do que aquela vista na primeira versão do Moto X. Com isso, o agarre do dispositivo ficou ainda mais confortável, se ajustando bem na mão do usuário. Pode não parecer, mas garantir que um produto seja confortável no seu uso é parte de uma boa experiência de uso, e os fabricantes estão dando muita ênfase para isso.

DSC03988

Outra diferença notável no novo Moto X é a presença de um flash LED duplo, nas laterais do sensor de câmera. Esses LEDs se apoiam em um aro que (teoricamente) ajuda a envolver o sensor com a luz emitida na hora do disparo, prometendo uma maior eficiência na hora de registrar fotos com baixa luminosidade. Veremos mais adiante nesse review se essa solução se faz efetiva na prática de uso diário.

DSC03976

Por fim, vale destacar o acabamento da versão na cor preta do dispositivo (que foi a que recebemos para testes), que tem um toque bem agradável, e reforça a sensação de segurança. Também é um detalhe que está mais ‘premium’ que na primeira versão, e acredito que as demais opções do dispositivo ofereçem a mesma qualidade final. Aliás, esse é um detalhe que passa a ser muito mais uma escolha pessoal do que determinar qual acabamento é melhor que o outro.

 

Acessórios

O novo Moto X reúne no seu kit de venda itens semelhantes ao que encontramos na primeira versão do smartphone, com manuais, cabo USB, carregador, chave de ejeção do slot para SIM card e fones de ouvido. Com alguns pontos positivos e outros nem tão positivos assim.

DSC04022

O ponto positivo é que mais uma vez temos o ótimo carregador duplo que estava presente na primeira versão. Você pode não acreditar, mas faz uma bela diferença quando você tem mais um dispositivo de uso diário para levar para qualquer lugar (é o meu caso).

DSC04027

A notícia ‘não tão boa assim’ está no seu fone de ouvido, que até possui um design diferenciado, com uma curva que acompanha o canal do ouvido Porém, a qualidade dos fones ficou muito abaixo do que poderia ser: um volume relativamente baixo, um som com ausência total de graves, e uma qualidade sonora final abaixo das expectativas.

DSC04035

É um fone que só existe mesmo para que você possa se comunicar, e nada mais. Os amantes de música serão obrigados a buscar um fone de sua escolha. Infelizmente.

 

Tela

O Motorola Moto X 2014 possui uma tela AMOLED de 5.2 polegadas, com resolução Full HD (1080p) e proteção Corning Gorilla Glass 3. É uma considerável evolução em relação à tela presente no primeiro Moto X (4.7 polegadas, com resolução HD/720p), mas com os mesmos resultados de exibição e funcionalidades, o que é uma excelente notícia.

DSC03949

Para começar, a tela inteligente continua nesse modelo – e esse é um dos principais diferenciais do dispositivo; falaremos mais sobre isso mais adiante -, onde o smartphone só aciona os pixels necessários para ativar os alertas. Desde já eu me pergunto como é que a maioria das pessoas com smartphones Android conseguem viver sem isso.

A qualidade de exibição de imagem melhorou por conta da resolução, mas em linhas gerais, mantém o mesmo nível da versão anterior. Alguns usuários vão achar que a tela puxa os tons mais claros para uma imagem mais ‘avermelhada’, mas isso não deve ser percebido pela maioria dos usuários menos exigentes. Em linhas gerais, a tela do novo Moto X entrega uma imagem final tão boa quanto a presente no modelo anterior. Ou nesse caso, melhor, por conta das especificações técnicas desse aspecto.

 

Sistema Operacional e Interface de Usuário

O novo Moto X carrega consigo o sistema operacional Android 4.4.4 KitKat, com os itens adicionais da Motorola. Mais uma vez, o nível de customização da Motorola no sistema operacional da Google é muito baixo, o que torna a experiência de uso muito próxima ao do Android ‘puro’. E, tal como aconteceu com o primeiro Moto X, as mudanças aqui aparecem para melhor.

Screenshot_2014-11-09-14-09-12

A tela inteligente (já destacado um pouco antes nesse review), com notificações com a tela bloqueada e acionamento automático quando detectada alguma interação do usuário, faz toda a diferença a favor do Moto X. Assim como o recurso ‘Ok, Moto’, que vem muito mais inteligente, não só por conta do novo formato de interação (que permite uma personalização total da frase inicial do usuário), mas pelos novos recursos que podem ser acionados pelos comandos de voz.

Screenshot_2014-11-09-14-09-36

Outra preocupação que a Motorola teve foi em ajustar os microfones para tornar o reconhecimento da frase de acionamento algo ainda mais claro e preciso. Durante o processo de calibração da frase inteligente, em um ambiente com um ventilador de teto ligado (com algum ruído, mas nada que possa ser considerado barulho), o aplicativo de configuração identificou o ambiente como ‘muito barulhento’, o que exigiu uma mudança para um local mais ‘silencioso’. Isso mostra que os microfones do smartphone está com uma captação excelente para essa tarefa.

Screenshot_2014-11-09-14-31-00

O recurso ‘Moto’ também passa a contar com mais possibilidades de interação com o dispositivo, como resposta de e-mails e mensagens de texto por voz, resumo das novidades recebidas, ajuste de despertador em função do primeiro compromisso do dia, indicação de pontos turísticos e locais preferidos em função de sua rota ou local de destino, entre outras funcionalidades inteligentes. Sim, o ‘Moto’ é algo mais completo que o ‘Google Now’, pois interage com diversos recursos do smartphone e em níveis relativamente profundos, onde o Google Now naturalmente não vai atuar.

Screenshot_2014-11-09-14-31-05

Além disso, o recurso Migração Motorola volta a ser destaque em um dispositivo da empresa, facilitando a vida dos usuários que estão chegando de outro smartphone ou sistema operacional para um telefone da Motorola.

Para resumir: o novo Moto X repete a excelente proposta de usabilidade presente no primeiro modelo, se posicionando como um dos melhores smartphones Android nesse aspecto.

 

Câmera

Assim que foi lançado, o primeiro Moto X recebeu algumas críticas pela qualidade final das fotos registradas pelo seu sensor de 10 megapixels. Depois de algumas atualizações de firmware, o problema foi sanado, e os resultados das imagens se tornaram muito mais satisfatórios. O novo Moto X traz interessantes melhorias de hardware e software, mas que não necessariamente entregam um resultado que pode agradar os olhos dos mais exigentes.

IMG_20141101_095444548_HDR

O novo sensor de 13 megapixels é mais rápido, conta com sistema de estabilização óptica de imagem (que, por sinal, funciona muito bem), e um tempo de disparo menor. Seu sistema de foco também foi aprimorado. Com esses recursos combinados e um ambiente com perfeitas condições de iluminação (como aconteceu no dia que testamos a câmera do aparelho – um sábado de sol forte), a câmera do novo Moto X vai muito bem, oferecendo uma nitidez excelente, e um nível de cores satisfatório.

IMG_20141101_095423801

Porém, em algumas imagens, podemos perceber uma captação de luz acima do desejado, o que resulta em algumas fotos esbranquiçadas, algo que pode não ser muito bem vindo para alguns. Isso também resulta em imagens com uma certa quantidade de ruído.

Screenshot_2014-11-09-14-34-04

Não ajuda muito o fato do aplicativo de câmera se manter o mesmo da versão anterior. Particularmente, me agrada essa interface minimalista, que simplifica e muito a vida do usuário na hora de registar a foto (pois pode tocar em qualquer área da tela para fazer a captura). Por outro lado, a carência de ajustes manuais limita o usuário mais experiente, que deseja fazer alguns ajustes antes de registrar a imagem.

IMG_20141104_190134443

O flash LED duplo nem sempre é tão eficiente para a captura de fotos em ambientes com baixa luminosidade. Quando o objeto fotografado possui tons predominantemente mais claros, o flash pode simplesmente tornar esse item algo ainda mais claro do que já é. E o resultado final da foto não é algo que podemos chamar de ‘tão interessante assim’.

IMG_20141101_094521475_HDR

A câmera frontal de 2 megapixels está bem ajustada para as selfies e videochamadas. Não podemos exigir muito desse aspecto, pois é um sensor que entrega resultados semelhantes em relação aos seus concorrentes de preço. Para a maioria dos usuários, o resultado é bem satisfatório.

Na parte de vídeos, o sensor traseiro do Moto X 2014 é capaz de gravar em 1080p/30 FPS, enquanto que o sensor frontal grava em 1080p. Nada mal, pois é o mínimo que se pede. Nos dois casos, temos resultados satisfatórios, ou pelo menos algo que deve agradar a maioria dos usuários na hora de gravar os principais momentos de sua vida.

IMG_20141104_190112717

Entendo que tal fator não deve fazer muita diferença para a maioria dos usuários que desejam uma boa câmera para registrar as imagens do dia a dia. Nesse ponto, o novo Moto X vai razoavelmente bem, ou pelo menos vai tão bem quanto a maioria dos seus concorrentes de preço.

 

Games

O primeiro Moto X já era um dispositivo bem competente no quesito games, e com o Moto X 2014, isso não poderia ser diferente. Com maior tela e resolução, um chipset mais potente e uma GPU melhor, o novo smartphone da Motorola se ajusta muito bem às exigências dos gamers, com ótimo desempenho.

Screenshot_2014-11-09-14-36-17

Durante os testes, o smartphone não apresentou anormalidades durante a execução dos jogos que habitualmente executamos no período de testes. Desde os títulos que naturalmente exigem maior demanda de hardware até os jogos mais simples, o desempenho do dispositivo nesse aspecto foi dentro do esperado: muito bom.

Screenshot_2014-11-09-14-32-09

Entendo que os gamers de plantão ficarão satisfeitos com o resultado final do novo Moto X nesse aspecto, provando mais uma vez que é possível ter um bom smartphone para os jogos, mas sem precisar gastar pequenas fortunas para isso.

 

Bateria

Sempre temos que levar em consideração que o Moto X de 2ª Geração trabalha com uma quantidade maior de sensores ativos do que os seus concorrentes de preço. Dito isso, o novo smartphone da Motorola repete o mesmo desempenho do modelo anterior, ou seja, pode sobreviver a pelo menos um dia inteiro de uso moderado (redes sociais, WiFi na maior parte do tempo, algumas poucas chamadas, fotos, vídeo, e poucos minutos de jogos).

Screenshot_2014-11-09-14-38-11

Se o uso for mais intenso (3G/4G na maior parte do tempo, GPS ativo, vários minutos de vídeos e jogos, etc), o consumo de bateria do dispositivo naturalmente é maior, e a as chances de você chegar em casa com alguma autonomia de bateria é consideravelmente menor.

Aqui talvez precisamos destacar um dos pontos negativos desse produto. O novo Moto X conta com uma bateria de apenas 2.300 mAh, ou seja, 100 mAh a mais. Apesar de contar com um chipset (CPU + GPU) mais eficiente, ainda é um smartphone que conta com uma tela 0.5 polegada maior do que aquela presente no modelo anterior. E é justamente a tela o item que mais consome recursos no smartphone. Logo, o consumo invariavelmente é maior.

A Motorola poderia colocar uma bateria mais robusta no novo Moto X? Sim. Mas preferiram priorizar o design refinado (ou algum outro motivo que ignoramos qual é). Além disso, se o usuário quer um dispositivo com uma bateria com autonomia mais promissora, deve voltar aos olhos para o Nexus 6, ou para o Motorola Moto Maxx.

 

Qualidade de Áudio

Uma das dúvidas que alguns usuários levantaram é se o novo Moto X poderia mesmo oferecer uma maior qualidade de áudio. E a resposta é SIM. Os seus dois alto-falantes frontais oferecem uma melhora em relação ao modelo anterior, oferecendo uma qualidade sonora razoavelmente satisfatória.

DSC03934

Por conta de sua baixa espessura, a opção de colocar o alto-falantes na parte frontal do smartphone tem a sua dose de sentido. Além de manter as linhas de design do dispositivo devidamente refinadas, essa opção de posicionamento dos alto-falantes joga automaticamente o áudio diretamente para quem realmente interessa: o usuário.

Talvez alguns podem achar que o volume de áudio do Moto X poderia ser um pouco mais audível – levando em consideração os objetivos que levaram à Motorola a adotar essa decisão -, mas compreendo que é um volume bom o suficiente para o consumo de entretenimento do usuário, ao mesmo tempo que não deve causar maiores transtornos aos demais que estão ao seu redor.

Mas sempre vai aquela dica: utilize sempre fones de ouvido de boa qualidade enquanto você estiver utilizando o seu smartphone em público. Afinal, você não quer incomodar as outras pessoas com o funk que só você gosta, certo?

 

Armazenamento e Desempenho

Uma das boas coisas que o novo Moto X oferece é a sua capacidade de armazenamento. Com 32 GB de armazenamento (24 GB disponíveis para o usuário), a maioria dos usuários não devem enfrentar problemas em adicionar os seus conteúdos pessoais em fotos, vídeos e algumas músicas. A não ser que o usuário em questão queira efetivamente colocar a sua biblioteca inteira de músicas digitais e fotos no dispositivo, mas em tempos de armazenamento na nuvem e streaming de conteúdos, não imagino muitas pessoas pensando nessa possibilidade.

Screenshot_2014-11-09-14-38-17

Entendo que alguns usuários não consideram a ausência de um slot microSD como algo ideal para as suas aspirações de armazenamento. Por outro lado, a escolha aqui tem como principal objetivo garantir a consistência de desempenho do sistema e dos aplicativos instalados (apesar de outros fabricantes com Android conseguirem ótimos resultados ao oferecer um slot para cartões de memória como alternativa de armazenamento), e essa é uma proposta que pelo menos por enquanto a Lenovo não pretende modificar no modelo top de linha da Motorola.

Sobre o seu desempenho, o Moto X 2014 é simplesmente excelente. Com o conjunto de um processador Qualcomm Snapdragon 801, GPU Adreno 330 e 2 GB de RAM, temos como resultado final uma performance impecável durante a interação com a interface de usuário e com os aplicativos de terceiros. Jogos e outras tarefas mais pesadas (reprodução de vídeos em Full HD) são executadas de forma impecável.

O novo Moto X possui um desempenho que deve agradar a maioria dos usuários, inclusive aqueles que esperam uma performance digna de um modelo top de linha. A Motorola mais uma vez fez um excelente trabalho.

 

Conclusão

DSC03918

O novo Motorola Moto X de 2ª Geração está aprovado. O dispositivo oferece melhorias em itens considerados pontuais, atendendo boa parte das reclamações que os usuários do primeiro modelo levantaram. É um dispositivo mais potente, mais bonito, com um ar mais ‘premium’, mas mantendo toda a sua experiência inteligente de uso que foi bem vista no modelo lançado no ano passado.

A Motorola conseguiu manter o preço inicial sugerido do primeiro Moto X na segunda versão, o que valoriza ainda mais a sua relação custo/benefício. Levando em consideração que podemos ter eventuais promoções no período de vendas de final de ano, as chances do dispositivo poder ser encontrado por um preço ainda mais atraente são grandes.

Para quem ainda não se decidiu sobre qual top de linha deve comprar, o novo Moto X é uma excelente escolha. Ainda mais para quem já se interessou pelos recursos inteligentes adicionados pela Motorola, e pela proposta de Android quase puro. É um dos melhores smartphones de 2014. Fato.

19361979

 

Review em Vídeo

Mais fotos registradas no review

DSC03958 DSC03964 DSC03973 DSC03992 DSC04002 DSC04009 DSC04015 IMG_20141101_094434731_HDR IMG_20141101_094441900 IMG_20141101_094446777 IMG_20141101_094452019 IMG_20141101_094507529 IMG_20141101_095831758_HDR IMG_20141101_095840917_HDR IMG_20141101_114033947 IMG_20141104_190223473 IMG_20141104_190238910 IMG_20141105_203512844 IMG_20141108_155240877