LG-Watch-Urbane-02

O mercado de tecnologia de consumo ainda tenta descobrir – ou melhor, entender – o que são os smartwatches. Os relógios inteligentes estão em maior número, os grandes fabricantes estão investindo e lançando novos modelos, mas não temos um campeão claro. Ainda não temos um vencedor. O Pebble talvez é o mais vendido, mas há quem diga que o Apple Watch ganha cada vez mais terreno.

Enquanto uma força dominante não se estabelece, os fabricantes vão apresentando suas opções, É o caso da LG, que tem o LG Watch Urbane, evolução direta do LG Watch R, e terceira geração de sua família de relógios inteligentes. Em relação ao modelo anterior, temos mudanças importantes e melhorias sensíveis, que tornam esse produto ainda mais atraente para os geeks, e mais alinhado para as pessoas que querem um relógio inteligente, mas não querem carregar no pulso algo que se pareça com um gadget.

Nesse review, vamos apresentar o produto que testamos ao longo de duas semanas. Suas características, a experiência de uso, e todos os predicados que o qualificam como um interessante concorrente na briga pelo título de smartwatch preferido dessa geração.

 

Características Físicas

2015-09-27 17.33.50

Se o LG Watch R já se aproximava mais de um relógio no seu formato, é mais do que natural que o LG Watch Urbane, que é uma evolução direta, também trouxesse esse aspecto visual. O que talvez chama a atenção é como a LG melhorou isso de um modelo para outro.

2015-09-27 17.40.25

Saiu a caixa de plástico e as pulseiras de borracha para uma bela caixa de metal e uma pulseira de couro. Isso oferece uma aparência mais sofisticada ao produto, que basicamente é um belo relógio de pulso inteligente. Tudo bem, os esportistas podem preferir outros materiais para poder trazer o relógio consigo durante as suas rotinas de exercícios. Porém, é inegável o fato que o aspecto urbano do novo modelo é muito mais atraente para a  maioria dos usuários.

2015-09-27 17.34.05

A LG teve um grande cuidado nos detalhes de acabamento da pulseira, que tem um resultado final muito bom, tanto no aspecto visual como na qualidade do material adotado. As pulseiras aparentam ser de ótima qualidade. Resta saber se essas costuras do acabamento podem desfiar com facilidade. É difícil dizer, mas pelo menos durante o tempo em que testamos o produto, a impressão que tive é que a LG se preocupou em entregar um resultado final de produto que fosse premium não só na aparência, mas também na durabilidade.

2015-09-27 17.33.38

A caixa do relógio também oferece uma qualidade final muito interessante. A parte metálica não deixa marcas de dedos, e não dá a impressão que ficará riscada ao longo do tempo. Combinando com a pulseira de couro, o LG Watch Urbane fica muito interessante no pulso.

2015-09-27 17.40.17

O botão lateral do relógio tem duas funções. Além de atuar como sistema de bloqueio de tela, ele também serve como botão ‘Home’, voltando para a tela principal do relógio, nesse caso, a interface de relógio, que exibe as horas.

2015-09-27 17.34.11

Na parte traseira da caixa do relógio, temos os sensores que vão quantificar as suas atividades, assim como o contato para a recarga de bateria. Tudo muito simples, sem detalhes adicionais.

 

Acessórios

2015-09-27 17.42.12

O LG Watch Urbane vem com o que chamo de “kit básico”: cabo USB, adaptador para rede elétrica e base de recarga de bateria do relógio. É claro que o destaque vai todo para essa base, que tem um sistema magnético que garante a fixação do relógio no acessório, garantindo uma recarga plena e uma maior segurança para o usuário.

2015-09-27 17.42.29

 

Tela

2015-09-27 17.34.56

O LG Watch Urbane possui uma tela OLED em formato circular de 1.3 polegadas (320 x 320 pixels), com 16 milhões de cores. Considerando o tipo de produto que estamos analisando, esta tela é mais do que suficiente para exibir os elementos do sistema operacional, notificações, aplicativos e outros elementos típicos, inclusive as diferentes interfaces de relógio que acompanham o software.

2015-09-27 17.37.45

O próprio software oferece um controle de brilho manual, além do modo de brilho dinâmico ou automático, o que faz com que a visualização dos elementos da tela seja algo pleno, além de oferecer uma maior economia de bateria, o que é sempre bem vindo para um dispositivo desse porte. De qualquer forma, mesmo quando utilizado em um ambiente bem iluminado ou em dias de sol forte, é possível visualizar sem maiores problemas os elementos apresentados na tela.

Outro destaque positivo vai para a qualidade do toque na tela, que é preciso para a maioria das atividades. O software da LG está ajustado para que comandos como o toque duplo para despertar a tela ou rápidos movimentos com o dedo para alternar as telas de configurações estejam perfeitamente ajustados, e os mesmos podem ser realizados sem muito esforço.

 

Sistema Operacional e Interface de Usuário

Screenshot_2015-09-27-14-24-49

O LG Watch Urbane conta com o sistema operacional Android Wear 3.0. O software para o relógio inteligente, diferente do que acontece normalmente nos smartphones da empresa, recebeu poucas customizações. Até porque essa foi uma espécie de “imposição” da Google, que quer nos relógios a experiência mais universal possível, além de facilitar a vida na hora de oferecer as atualizações para os diversos dispositivos com ele embarcados.

Em outras palavras: a Google aprendeu a amarga lição aprendida com o Android #fragmentação.

2015-09-27 14.22.30

De qualquer forma, o Android Wear parece que está muito bem ajustado ao LG Watch Urbane. Todo o sistema funciona com fluidez, sem travamentos ou engasgos. Talvez os usuários menos experientes encontrem uma certa dificuldade na hora de encontrar os atalhos para aplicativos e configurações, mas a curva de aprendizado é relativamente baixa. Basta um pouco de paciência na hora de aprender onde fica cada elemento do sistema.

Sem falar que o próprio software do smartwatch oferece um tutorial com os comandos mais básicos. A partir daí, até mesmo o usuário iniciante pode utilizar as funções mais básicas do relógio sem maiores problemas.

Screenshot_2015-09-27-14-21-06

Levando em consideração que não temos ainda uma plataforma dominante no mercado de smartwatches, o Android Wear ainda pode conquistar o grande público. Pelo menos nesse momento, a plataforma está relativamente completa para as necessidades mais básicas de quantificação e conectividade.

 

Internet

O LG Watch Urbane conta com conectividade WiFi, o que dá uma certa independência o dispositivo. Na verdade, relativa independência. Ele pode se conectar na internet, permitindo que os aplicativos recebam algumas notificações e configurações de forma autônoma. Porém, ele ainda depende do relógio para receber as notificações vindas do smartphone, e isso é feito através da conectividade Bluetooth.

2015-09-27 17.35.13

É claro que em um dispositivo com uma tela tão pequena a navegação na web é algo inviável, e o WiFi não está aqui para essa finalidade. Porém, é necessário fazer esse registro, apenas para deixar bem claro para um grupo específico de usuários.

 

Bateria e Armazenamento

O LG Watch Urbane tem uma bateria de 380 mAh, que tem a promessa de funcionar pelo menos por um dia completo de uso moderado. Nos testes, ele cumpriu com o prometido, onde foi possível chegar em casa ao final do dia com alguma carga no relógio. Nesse caso, WiFi e Bluetooth ficaram ligados o tempo todo, além do brilho da tela ficar otimizado para diferentes ambientes.

2015-09-27 17.38.29

Porém, se o relógio for pouco utilizado, recebendo poucas notificações e alertas, ele pode alcançar os dois dias de uso. Sim, todos nós queremos um pouco mais de autonomia de bateria em produtos desse tipo. Mas é o que temos no momento. Os seus concorrentes diretos no segmento não contam com autonomia que vai muito além dessa oferecida pela proposta da LG.

Levando em conta os nove sensores presentes no relógio, além do sensor de batimentos cardíacos, posso dizer que a autonomia de bateria do LG Watch Urbane é satisfatória.

O Watch Urbane vem com 4 GB de armazenamento disponível prioritariamente para aplicativos, e de forma secundária para os dados do usuário. Um dispositivo como esse não tem como finalidade armazenar grandes volumes de arquivos. No máximo algumas músicas para você fazer a sua caminhada ou treinamento diário de forma mais animada. E, mesmo assim, este não é um relógio esportivo. Ou seja, essa capacidade é mais do que suficiente para a maioria dos usuários.

 

Desempenho

Com um processador Qualcomm Snapdragon 400 de 1.2 GHz, trabalhando com os já destacados 4 GB de armazenamento e 512 MB de RAM, o LG Watch Urbane tem um desempenho muito bom, mostrando que seu hardware é mais do que suficiente para executar o Android Wear sem maiores problemas. Como já destacado anteriormente nesse review, não foram percebidos engasgos, arrastos ou travamentos durante o período de testes.

2015-09-27 14.23.55

O dispositivo se mostrou muito eficiente para desempenhar as suas tarefas mais básicas. Talvez o item que mais exigiu o seu hardware foi aquele relacionado à quantificação das atividades do usuário. Mesmo com um sensor de batimentos cardíacos, contador de passos e outros tantos sensores funcionando de forma simultânea, o desempenho do relógio não foi afetado em nenhum momento, sem apresentar qualquer tipo de anormalidade.

Por outro lado, já entendemos que esse tipo de produto não tem como missão gerenciar grandes volumes de dados, ou realizar tarefas mais complexas. É um dispositivo que quantifica e gerencia dados simples, com a missão maior de notificar essas informações em sua tela. E isso automaticamente se converte em uma menor demanda de hardware e software.

 

Conclusão

LG-Watch-Urbane

O LG Watch Urbane está aprovado. É um belo relógio inteligente, tanto na sua estética como na sua proposta geral de uso. O resultado final oferecido pela LG mostra como a empresa entendeu o que o consumidor quer dentro desse segmento, sem cometer muitos excessos nas tecnologias embarcadas (até mesmo para não tornar o produto caro demais), e mantendo as características gerais do Android Wear.

Além disso, temos mais um smartwatch no mercado com cara de relógio convencional. Esse é o principal feedback que os usuários deram, e é um dos fatores que podem fazer esse mercado emergir. Esperamos que os concorrentes sigam essas dicas, e continuem a desenvolver e evoluir esse segmento, que ainda precisa convencer a maioria. Muita gente quer um smartwatch, mas se pergunta o que fará com ele.

E essa resposta tem que vir dos fabricantes, desenvolvedores e gigantes da tecnologia.