lg-g3-official-1

Um dos melhores smartphones de 2014. Essa foi a primeira impressão que tive do LG G3 no evento de lançamento do produto em São Paulo. Algum tempo depois de degustar o produto, a assessoria de imprensa da LG do Brasil enviou o smartphone para testes, e durante duas semanas, eu pude testar o produto em um uso cotidiano. E esse post vai compartilhar as minhas impressões do produto.

O LG G3 é um autêntico top de linha, que tem como principal objetivo bater de frente com os demais modelos top de linha dos concorrentes. Por outro lado, o competente LG G2 ainda está no mercado, e custa muito menos que o novo modelo top dos coreanos (em alguns casos, pode custar a metade do que é cobrado pelo G3). A pergunta que precisa ser respondida é: vale a pena todo o investimento?

Quais são os principais diferenciais do LG G3? Será que realmente vale a pena investir tanto dinheiro em um smartphone top, que é uma atualização do ainda competente (e, agora, bem mais barato) modelo anterior? Para você, que já tem um modelo que atende suas necessidades (ou um dispositivo top de linha de outra marca), vale a pena realizar um investimento desse porte?

Esse review tem como objetivo esclarecer essas e outras dúvidas, a partir de uma perspectiva de um uso cotidiano, e sempre pensando nas questões importantes para a maioria dos usuários que pretendem comprar esse produto.

 

Características Físicas

DSC02897

Uma coisa não se pode negar: o LG G3 é um dos smartphones mais bonitos do mercado. Eu já tive essa boa impressão quando vi o produto presencialmente pela primeira vez no evento de lançamento em São Paulo, e o contato diário com o dispositivo por duas semanas apenas confirmou essas impressões. É um gadget com linhas refinadas, design muito bem ajustado para a sua proposta premium, e elegante para o uso diário.

Apesar de contar com uma tela de 5.5 polegadas, o modelo é minimamente maior do que o LG G2, o que favorece em uma pegada mais agradável. E por conta de ser um dispositivo mais fino, o agarre do G3 é realmente muito bom, com um encaixe excelente. O encaixe na mão é perfeito, o que facilita e muito a vida de quem prioriza esse aspecto no uso diário de um smartphone.

DSC02942

É impossível não notar o acabamento do produto. A LG optou dessa vez por um plástico com revestimento metalizado, que além de oferecer um acabamento melhor do que aquele oferecido no LG G2. Alguns podem dizer que optar por uma tampa traseira de plástico seria uma solução realmente “premium”. E é. Só que isso tornaria o dispositivo mais caro e mais pesado, contrastando com a ideia geral do produto.

DSC02923

Os frisos metálicos nas laterais reforçam a ideia de baixa espessura do produto, e se tornou uma das características dos recentes lançamentos da LG.

Outro ponto positivo está no fato das laterais serem limpas, ou seja, sem botões físicos e – nesse caso em especial – sem slot para SIM cards, o que consegue deixar o dispositivo ainda mais fino em relação ao LG G2. Como sua tampa traseira é reovível, os slots estão disponíveis na parte interna do telefone.

DSC02949

Os botões traseiros também receberam alterações de design, ficando mais integrados ao corpo do dispositivo. No LG G2, o botão central (de liga/desliga e bloqueio de tela) ficava sobressalente, para mais fácil localização para o usuário, porém, afetando o design do produto. No caso do LG G3, a solução tomada foi simples, reduzindo a altura do botão central, mas afundando o relevo dos botões de volume, deixando tudo muito bem integrado ao corpo do smartphone.

Talvez uma das novidades mais destacadas pela LG na apresentação do G3 é o sensor laser para foco rápido, que promete facilitar a vida na captura de imagens. Esse sensor é capaz de reduzir consideravelmente o tempo de disparo, permitindo que o clique seja efetivamente do momento que ele está vendo, com o menor atraso possível. Vamos descobrir mais adiante nesse review se essa solução efetivamente entrega os resultados prometidos, com fotos com boa qualidade.

DSC02957

Por conta da espessura menor, o alto-falante – que no LG G2 está na parte inferior do dispositivo – agora está posicionado na parte traseira do smartphone. Mas essa escolha não afeta em nada a qualidade e o volume do áudio do dispositivo. Os conectores para fones de ouvido e micro USB continuam na parte inferior. A parte superior, assim como suas laterais, não possuem qualquer tipo de slots ou conectores.

DSC02967

A carcaça traseira do smartphone é de plástico com um acabamento metalizado. Como já destacamos antes, a combinação acaba oferecendo uma sensação de maior segurança, principalmente pela proposta de acabamento. A carcaça em si é rígida – mais rígida que o concorrente direto do mesmo país que a LG no seu modelo mais recente, mas não é algo que é 100% imune aos riscos. Em compensação, por conta do seu próprio acabamento, pode esconder melhor as pequenas marcas de uso do que no LG G2.

DSC02990

O slot para cartões microSD é de fácil acesso, ficando ao lado da bateria. O slot para micro SIM cards fica abaixo do slot para microSD, o que obriga ao usuário a remoção da bateria para a sua instalação. O que faz sentido: a maioria dos dispositivos Android solicita uma reinicialização a cada vez que trocamos o chip da operadora.

 

A base de recarga

Eu deveria falar aqui dos acessórios do produto, mas no caso do LG G3, apenas um realmente se destaca dos demais: a sua base de recarga.

DSC03009

Algumas unidades comercializadas oferecem esse carregador de forma gratuita com o smartphone (não sabemos até quando a LG vai ter essa generosidade toda com o cliente brasileiro), e apesar de alguns entenderem que esse pode ser um “item dispensável”, é fundamental lembrar aqui que a proposta principal dos coreanos é oferecer um produto com recursos úteis e diferenciados, com um desempenho impecável, mas que principalmente seja capaz de tornar a vida do usuário algo mais simples e prático.

Dito isso, a base proposta pela LG cumpre o que promete. O usuário pode conectar a base ao cabo micro USB, conectado ao adaptador da rede elétrica. Quando precisar recarregar a bateria, tudo o que precisa fazer é repousar o smartphone na base, e pronto. Sem as complicações de procurar o lado certo do conector, ou procurar como conectar o smartphone ao cabo se você está no escuro do seu quarto ao dormir.

DSC03018

A base tem uma propriedade magnética, onde o smartphone fica levemente aderido à base, deixando o produto mais firme na mesma, diminuindo um pouco as chances de quedas acidentais. E cumpre o que promete, recarregando a bateria com eficiência.

Entendo que, nesse item, até mesmo os geeks mais convictos vão querer um acessório como esse. Não só por preservar fisicamente o seu dispositivo, mas por ser algo que remete à modernidade. E no final das contas, é isso o que todo entusiasta de tecnologia quer.

DSC03028

Antes de passar para o próximo item, é importante fazer o registro que o kit de venda do LG G3 oferece os excelentes fones QuadBeat 2. Para quem gosta de músicas (e gosta mais ainda do fato de que não vai ter problemas em carregar suas músicas no smartphone, por conta do slot para cartões microSD), é uma excelente notícia.

 

Tela

Outro grande ponto positivo do LG G3. Sua tela de 5.5 polegadas possui resolução Quad HD (2560 x 1440 pixels, 534 pixels por polegada). É uma das melhores telas disponíveis no mercado atual de smartphones, e com facilidade. Ou seja, consumir conteúdos de vídeos nesse dispositivo é uma experiência excepcional.

DSC02910

Como se já não fosse suficiente o fato de implementar a tecnlogia de suas telas de TV nos smartphones, a LG decidiu introduzir uma tela QHD para oferecer a experiência visual mais agradável possível. Não só isso: o smartphone foi otimizado a ponto que essa resolução não comprometesse o desempenho e a fluidez da interface de usuário, e os resultados nesse aspecto são muito positivos.

Para quem utilizou o smartphone de perto – e, no meu caso, por duas semanas de forma intensa -, pode confirmar o que vou dizer: é impossível identificar serrilhados ou pixels nos elementos gráficos exibidos pela tela do LG G3. É uma tela simplesmente excelente, e não deve agradar apenas aos usuários fãs de filmes e séries, e que já pensam nessa tela para consumir os seus conteúdos preferidos em qualquer lugar.

DSC02904

Aqueles usuários que querem ter a melhor tela possível para executar os seus apliativos preferidos terão no LG G3 um excelente retorno de investimento. Os aplicativos são exibidos de forma plena e perfeita, com uma riqueza de tealhes e equilíbrio de cores que poucas vezes vi em uma tela de um smartphone.

Como bônus, a tela do LG G3 possui o revestimento Corning Gorilla Glass 3, algo que é sempre bem vindo. Afinal, quem é que gosta de ter a tela do seu smartphone riscada por conta do uso diário?

 

Sistema Operacional e Interface de Usuário

O LG G3 que recebemos para testes possui o sistema operacional Android 4.4.2 KitKat (fatalmente será atualizado para uma versão mais recente, como o Android L; só espero que a LG não demore muito para entregar essa atualização), com a nova proposta de interface da LG, a Optimus UI 3.0 (que será repassada para os demais smartphones Android da empresa, em um futuro não especificado).

Screenshot_2014-08-23-15-44-36

As mudanças na interface são bem vindas. Oferecer ícones com gráficos planos e com tons de cores menos chamativas tornou a interface visualmente mais agradável. Ainda mais em uma tela Quad HD, que exibe os elementos gráficos com uma maior riqueza de detalhes.

Screenshot_2014-08-29-22-00-44

Por outro lado, a interface de usuário continua sendo muito distante da proposta original do Android, o que deve afastar alguns usuários mais puristas. De qualquer forma, você ainda pode instalar a Google Now Launcher no LG G3, e ser feliz com o seu Android (quase) puro. Mas ao fazer isso, você perde algumas funcionalidades interessantes que a interface da LG oferece (é claro que, com alguma dose de paciência para pesquisar apps complementares na Google Play, você pode “simular” parte dessa experiência com aplicativos complementares, mas isso está longe de ser o ideal).

Screenshot_2014-08-29-22-01-50

Os recursos de maior destaque dos modelos anteriores estão presentes no G3: Knock On, Knock Code, QSlide, Quick Memo e Quick Remote. O software da LG também oferece opções de conexão e compartilhamento por acesso rápido, modo silencioso e sistemas de notificação inteligente, recursos de tela inteligente, personalização de teclas de início, QuickCircle Cover, janela dupla, smart cleaning (para gerenciamento de consumo de RAM), entre outras funcionalidades.

 

Qualidade de Áudio e Chamadas

Durante os testes, não foram observadas anormalidades na qualidade de sinal do smartphone, como falhas durante as chamadas de voz ou quedas de sinal. Lembrando: os resultados sempre podem variar de acordo com a região onde você vive, e a qualidade de sinal da operadora que você usa. Aliás, essa virou uma regra: é muito difícil avaliar a qualidade de sinal nos novos smartphones, muito por conta da qualidade das operadoras (que nem sempre é aquela que nós esperamos).

Screenshot_2014-08-28-11-41-09

Em compensação, a qualidade de áudio do LG G3 agrada. Apesar de um alto-falante diminuto para chamadas, sua emissão de som é boa (ao menos a comunicação é audível na maioria dos casos). Sobre o alto-falante traseiro (que no LG G2 está na parte inferior do dispositivo), o seu volume de áudio é acima do esperado, tornando as chamadas em viva-voz e as reproduções multimídia potentes o suficiente para uma boa comunicação ou consumo de conteúdos de áudio e vídeo.

 

GPS

Levando em conta que, na maioria das vezes, você vai utilizar o serviço de localização em conjunto com a conectividade 3G ou 4G, o GPS do LG G3 foi bem competente, localizando com facilidade o meu posicionamento nos mapas da Google e no Waze. Utilizar apenas o GPS para posicionamento (sem a ajuda de uma conexão WiFi ou móvel) não surte efeito algum, ainda mais com a Google pedindo o tempo todo para você acionar os recursos de localização com alta precisão. Mas imagino que isso não será um problema para a maioria dos usuários.

 

Câmera

Um dos aspectos que a LG mais enfatizou como diferencial do LG G3 em relação aos seus concorrentes é a sua câmera. Seu sensor traseiro de 13 megapixels possui recursos melhorados em relação ao LG G2, com a missão de não apenas oferecer a melhor imagem possível, mas também a melhor imagem em situações onde efetivamente esses recursos se fazem úteis. Principalmente nos momentos ocasionais e únicos, quando o usuário quer eternizar aquela imagem.

Screenshot_2014-08-30-18-12-43

Como estamos diante de um novo software de câmera, é importante destacar que a LG decidiu deixar tudo muito simples dessa vez. São apenas quatro modos de câmera (automático, foco mágico, panorama e câmera dual), e alguns ajustes mais simples (resolução de câmera, HDR, grade, disparo por voz, etc). Alguns entusiastas da fotografia podem reclamar pela eliminação de recursos interessantes (ajuste de ISO, balanço de branco, efeitos de cor, etc), mas na prática, o software de foto ficou com aquilo que é essencial para a maioria dos usuários.

Screenshot_2014-08-30-18-13-03

A câmera traseira possui recursos de estabilização ótica (OIS), semelhante ao encontrado no seu antecessor, mas com um importante diferencial: o foco automático por laser. Segundo a LG, o laser – que fica ativo o tempo todo – é capaz de enviar a informação constantemente para o sensor, que faz com que o mesmo fique pronto para o disparo o tempo todo. Resultado: o disparo acontece em pouco mais de dois décimos de segundo, o que (praticamente) garante que o usuário vai registrar a imagem desejada, no momento em que ela acontece.

Screenshot_2014-08-30-18-12-54

Sobre esse recurso, minha experiência foi a seguinte:

Quando recebi o produto para os testes, nos primeiros dias que utilizei o smartphone, eu percebi que o tempo de disparo não estava tão rápido quanto eu imaginei. O tempo de resposta da câmera era praticamente o mesmo do meu LG G2, e cheguei a estranhar que o tempo de resposta era o mesmo nos dois modelos.

Porém, no começo da segunda semana, o dispositivo enviado para testes recebeu uma atualização via OTA (Over The Air), que corrigiu alguns recursos do dispositivo. Inclusive a câmera. Depois desse update, aí sim o tempo de disparo ficou muito menor, cumprindo o que promete: um tempo de resposta ao disparo com elevada velocidade.

20140828_162122 20140828_162122(1) 20140828_162123

Durante os testes práticos, os resultados foram, no mínimo, interessantes. Em um dia perfeito de sol, ao testar o registro de várias fotos ao acompanhar veículos em movimento, as imagens capturadas foram de boa qualidade, sem muitas distorções ou perda de foco. Em via de regra, você consegue registrar o que você deseja, mas desde que você defina o momento que você vai acionar a câmera. Se você sair batendo fotos na sequência, uma atrás da outra, há sim um tempo de intervalo para a captura de uma nova foto.

Em compensação, o que realmente interessa é registrar uma foto de algo em movimento sem qualquer tipo de distorção. E isso, a câmera do LG G3 consegue fazer.

20140822_173709 20140822_173712

Por outro lado, não dá para confiar muito no foco automático para as fotos estáticas. Algumas fotos saíram desfocadas, mesmo em condições perfeitas de iluminação. Se você não tomar cuidado, as suas fotos noturnas podem ficar desfocadas com facilidade. Não dá pra dizer se o novo recurso de foco automático por laser tem alguma influência nisso. Mas fica esse ponto de observação: tirar fotos à esmo não significa que todas vão sair do jeito que a (excelente) tela do LG G3 vai mostrar. As aparências podem enganar.

20140828_161248 20140828_121636 20140824_080345

Em linhas gerais, o LG G3 possui uma câmera tão boa quanto a do G2. Talvez um pouco melhor por conta dos novos recursos de hardware e software. A qualidade de imagens registradas é muito parecida com a do modelo anterior, mas com um equilíbrio maior no processamento de imagem. No LG G2, alguns usuários reclamavam que fotos capturadas com luz artificial e/ou baixa luminosidade ficavam com baixo nível de ruído, mas por conta da compressão de software, a maioria das imagens pareciam “desenhadas” quando visualizadas (algo que pode ser resolvido por software, seja por outro aplicativo de câmera, seja por uma nova ROM no aparelho).

No LG G3, isso não acontece.

20140828_161625 20140828_161703 20140828_162552

As imagens registradas durante o dia contam com uma qualidade final muito boa. Mesmo as fotos noturnas oferecem interessantes resultados, garantindo imagens que podem ser utilizadas para (eventualmente) uma publicação em blogs e redes sociais. É uma das melhores câmeras do mercado de smartphones, tanto para fotos como para vídeos.

Screenshot_2014-08-30-16-53-39

A câmera frontal também recebe as mudanças oferecidas pelo novo software. Além do sistema de alternância entre as câmeras com um simples gesto, a câmera frontal do LG G3 pode fazer o registro das selfies sem ter a necessidade de acionar o botão de câmera no dispositivo. Basta deixar a mão aberta diante da câmera frontal do smartphone (com uma certa distância para que a câmera frontal identifique sua mão), fechar a mão conforme o indicado, e pronto: o contador aparece na tela (3 segundos, em contagem regressiva), e você pode fazer o registro da imagem, de forma cômoda e confortável.

20140828_162340

A qualidade de gravações de vídeos, tanto da câmera traseira quanto na frontal, oferecem resultados muito bons, acompanhando toda a competência e qualidade demonstrada para as fotos. Você poderá obter melhores impressões da capacidade de gravação de vídeos dessa câmera no vídeo review do produto, no final desse post.

 

Games

Com um hardware do seu porte, já era de se imaginar que o LG G3 fosse um smartphone muito competente para os jogos Android. E nesse aspecto, o usuário não tem com o que se preocupar. Os títulos compatíveis com o dispositivo rodaram de forma impecável no smartphone, e com uma tela do seu tamanho – e com sua qualidade -, os jogos executados apresentaram resultados finais de gráficos e desempenho excelentes.

Screenshot_2014-08-30-17-02-03

É claro que, por conta do smartphone possuir uma tela com resolução Quad HD, alguns jogos não serão reproduzidos em tela cheia. Logo, não precisa se preocupar com essa barra branca na lateral de alguns títulos. Os resultados podem variar.

Screenshot_2014-08-30-16-57-28

Fora isso, nem é necessário ficar esmiuçando muito nesse ponto. É um smartphone impecável para os jogos de qualquer modalidade. Os gamers mais convictos certamente devem olhar com bons olhos para a possibilidade de realizar um investimento nesse modelo. Só tem um porém…

Screenshot_2014-08-29-01-02-39

Durante as duas semanas de testes – e mesmo depois de uma atualização -, o jogo Real Racing 3, um dos títulos que normalmente utilizamos para realizar nossos testes de desempenho, não é compatível com o LG G3. O que é estranho, pois o jogo é compatível com o LG G2, e até com modelos com hardware inferior ao novo modelo top de linha dos coreanos. O motivo para tal proibição pode estar no seu hardware, que oferece novos componentes e pequenas modificações que podem tornar o jogo incompatível com o dispositivo.

 

Multimídia

O LG G3 possui características que o beneficiam diretamente no quesito multimídia. Já destacamos a qualidade do seu alto-falante traseiro, que consegue reproduzir um volume de som audível o suficiente para agradar a maioria dos usuários. Aproveito para relembrar que o kit de venda oferece os fones QuadBeat 2, que oferecem uma excelente qualidade de áudio.

Screenshot_2014-08-30-18-24-25

Testamos a reprodução de vídeos em alta definição no dispositivo, e os resultados foram dentro do esperado. Com o seu hardware potente e uma tela de elevada definição e qualidade, a experiência de visualização de vídeos no dispositivo foi algo excelente, sem lags, travamentos ou anormalidades. Para quem pretende utilizar o smartphone para ver vídeos em qualquer lugar, é um dos modelos mais indicados.

Screenshot_1970-01-16-18-28-56

O G3 também conta com recursos que são de interesse de boa parte dos consumidores de smartphones, como por exemplo um gravador de voz e, principalmente, o rádio FM. Não são todos os smartphones top de linha que oferecem essa funcionalidade que ainda é apreciada por aqueles que se deslocam o dia inteiro, e não desejam ver o seu pacote de dados devorado pelas rádios online ou serviços de streaming de música.

Além disso, o Quick Remote continua a ser um interessante complemento. Controlar a sua televisão e outros equipamentos pelo smartphone pode ser algo prático para quem vive utilizando o dispositivo até na hora de relaxar diante da TV, e nem sempre o controle remoto está por perto.

 

Bateria e Desempenho

O LG G3 se comportou dentro do esperado no quesito bateria. Levando em consideração o seu poderio de hardware e principalmente a sua tela Quad HD, o smartphone mantém aquele padrão já conhecido nos dispositivos de linha alta, ou seja, pelo menos um dia de uso moderado.

Screenshot_2014-08-29-12-29-31

Quando o dispositivo ficou em standby, o seu consumo de bateria foi realmente muito baixo, o que ajuda e muito no gerenciamento de uso daqueles que necessitam de um smartphone que permaneça funcionando até o final do dia, sem maiores problemas. Já aqueles que querem aproveitar ao máximo todos os benefícios do dispositivo, assistindo vídeos, rodando jogos e registrando fotos, o consumo de bateria é consideravelmente maior.

Não é algo que podemos colocar como ponto de crítica no LG G3. O dispositivo recebe uma série de novos recursos, além de um hardware mais poderoso, o que naturalmente leva ao consumo maior de bateria. Talvez a LG poderia compensar isso colocando uma bateria com maior capacidade, mas isso poderia comprometer diretamente o design do produto.

Screenshot_2014-08-29-22-02-20

Sobre o seu desempenho: com um processador Qualcomm Snapdragon 801 quad-core de 2.5 GHz, GPU Adreno 330 e 2 GB de RAM (no modelo que testamos), o modelo ofereceu um desempenho muito bom nas duas semanas de testes. Rápido, com fluidez na maior parte do tempo e sem travamentos. Talvez a interface Optimus UI 3.0 exija um pouco mais do seu hardware para que ele não seja tão fluído quanto se espera, mas a experiência de uso continua a ser muito satisfatória.

Para as atividades mais exigentes, o LG G3 se mostrou um dos melhores smartphones do mercado. Os usuários mais exigentes ficarão satisfeitos com o conjunto geral do dispositivo, que se posiciona como uma das melhores opções dentro do seu segmento, entregando não só um design elegante, uma ótima tela, e recursos diferenciados, mas um desempenho que permite a qualquer pessoa extrair o melhor que o Android pode oferecer.

Screenshot_2014-08-29-22-02-30

Antes de concluir, uma observação importante.

Durante os testes, eu percebi que sempre que uma atividade exigia um pouco mais dos seus componentes de hardware – como registro de fotos, execução de jogos, etc -, eu percebi que a parte superior do smartphone esquenta muito. Muito mais do que o que considero normal, tornando inviável – por exemplo – atender uma ligação durante uma seção de fotos (já que o alto-falante superior ficou muito quente). Não sei se isso pode acontecer com outros modelos, ou se esse foi um problema momentâneo ou circunstancial com a unidade que recebemos para testes.

De qualquer forma, fica o registro.

 

Conclusão

O LG G3 é um dos melhores smartphones de 2014. Oferece atualizações importantes em relação ao LG G2, com melhorias e novos recursos que podem estimular a troca. Se você não tem um smartphone tão bom, e pretende saltar para um top de linha (já que para você o dinheiro não é um problema), eu recomendo a compra. O valor sugerido por esse smartphone está mais ou menos na média de preço de outros modelos da linha “premium”.

DSC03042

Agora, se você tem um LG G2, quem sabe não vale a pena esperar mais um pouco pela troca. Você ainda tem um smartphone muito bom, com especificações que são semelhantes (veja bem: semelhantes, e não iguais) ao do LG G3, e as diferenças estão efetivamente no novo design, nos novos recursos e na tela do dispositivo. E para muita gente, vale a pena esperar por uma redução de preço do produto, ou até mesmo uma eventual promoção que os e-commerces nacionais podem oferecer no período de vendas do final do ano.

De qualquer forma, é um produto altamente recomendado para todos os casos.

19361979

Review em Vídeo

Mais imagens registradas durante os testes

DSC02930 DSC02934 DSC02964 DSC02975 DSC02982 20140828_002557 20140828_161258 20140828_161605 20140828_161606 20140828_161607 20140828_161703 20140828_161704 20140828_161705 20140828_162039 20140828_162040 20140828_162041 20140828_162055 20140828_162056 20140828_162057 20140828_162435