DSC08982

Um dos produtos que mais me chamou a atenção no final de 2013 foi o tablet LG G Pad 8.3. O meu primeiro contato com ele foi no evento de lançamento do LG G2 em São Paulo, e na ocasião, eu só pude vê-lo através de um protótipo. Mesmo assim, o produto tinha tudo o que me chamava a atenção: um design bonito, especificações top de linha, e a promessa de um preço competitivo.

O tempo passou, e só agora, no começo de fevereiro, o LG G Pad 8.3 começou a ser comercializado no mercado brasileiro. A última promessa (preço competitivo), a LG cumpriu: ele custa mais barato que os seus concorrentes diretos. Resta saber se, nesse caso em específico, a beleza colocou a mesa, e se as especificações técnicas de tablet avançado o posicionam como um produto para bater de frente com modelos consagrados, como o Galaxy Note 8 ou o iPad Mini.

Nesse review, vamos mostrar as características físicas e técnicas do produto, além de passar as minhas impressões com a experiência de uso cotidiana. Será que a LG acertou logo em uma de suas primeiras tentativas sérias no mercado dos tablets? Ou uma tela bonita e brilhante são insuficientes para posicionar o produto entre os melhores?

É isso o que esse review vai tentar descobrir.

Características Físicas

DSC08942

Vendo o produto pela primeira vez (ainda mais na cor preta… não gosto de comprar gadgets na cor branca), o LG G Pad 8.3 lembra um bocado o LG G2. Apesar de não ser rigorosamente igual, ele tem linhas que lembram o smartphone, principalmente nas partes superior e inferior. Porém, ele é um tablet, de forma convicta.

O produto se destaca também pela sua baixa espessura. Com dimensões de 216.8 x 126.5 x 8.3 mm, o G Pad é um tablet confortável para se segurar com uma das mãos (é claro que esse conforto pode variar, dependendo do tamanho de sua mão), e por conta dessa baixa espessura, ele lembra mesmo um pequeno livreto a ser manuseado. Em uma comparação grosseira, ele é mais confortável que o Samsung Galaxy Note 8 para um uso diário, mesmo tendo uma tela maior.

DSC08957

O LG G Pad possui 355 gramas de peso. Não é um dos mais leves de sua categoria, mas acredito que isso não vai fazer muita diferença na hora do uso. Não é tão mais pesado que os seus concorrentes diretos e, em média, ele é 50 gramas mais pesado que os modelos com tela de 7 polegadas. Logo, não imagino a maioria dos usuários enfrentando problemas nesse aspecto.

DSC08980

Outro ponto a ser observado é o acabamento em alumínio na parte traseira. Esse item tem pontos positivos e negativos. No lado positivo, teremos aqui a garantia de um produto mais leve e resistente, e tal característica se reforça pelo seu acabamento de construção. Tudo é muito bem selado no aparelho, sem parafusos aparentes ou pontos de emenda.

A parte negativa é que, durante os testes, observei que essa mesma parte traseira pode se riscar com alguma facilidade, sem falar nas diversas marcas de dedo que ficam com um uso constante. Mesmo com um material considerado “premium”, é recomendável um case para proteger o tablet.

O mesmo efeito “adoro atrair marcas de dedo” está presente no vidro de sua tela. Da mesma forma, recomendo o uso de uma película protetora, não só por eventuais arranhões e riscos, mas também para evitar tais marcas. É algo que pode incomodar os mais exigentes. A não ser que você utilize uma flanela ao final de cada uso.

DSC08966

Os conectores do LG G Pad 8.3 estão bem posicionados, oferecendo uma maior conveniência de uso. Destaque aqui para o slot para cartões microSD, que é bem integrado ao design do produto, sem deixar margens para portas de borracha que ficam se soltando, ou slots visíveis e desprotegidos para o usuário.

DSC08970

Por fim, destaco os dois alto-falantes, bem posicionados na lateral direita do produto, de modo que independente da orientação que você pretende utilizar o tablet (horizontal ou vertical), as suas mãos muito provavelmente não vão bloquear os alto-falantes durante a reprodução do áudio. Aliás, isso é algo que já posso adiantar: os alto-falantes desse tablet são excelentes.

DSC08973 DSC08977 DSC08951

Acessórios

Na caixa do kit de venda do produto está o básico: um cabo USB (para recarga da bateria e transferência de dados), um manual de instruções, e o adaptador para rede elétrica, compatível com o cabo USB que acompanha o produto.

DSC08999

A LG decidiu ser econômica nesse kit, que não possui um fone de ouvido, algo que considero hoje necessário, principalmente para aqueles que pretendem utilizar o tablet em trânsito ou em um ambiente onde os alto-falantes são proibidos de serem utilizados. Mesmo assim, não podemos reclamar muito sobre isso: boa parte dos seus concorrentes diretos também não oferecem mais do que esses acessórios disponíveis encontrados no LG G Pad 8.3.

Tela

Mais uma vez, a LG fez um grande trabalho no quesito tela em um de seus dispositivos. O LG G Pad 8.3 possui uma ótima tela LCD IPS WUXGA de 8.3 polegadas, com resolução Full HD (1920 x 1200 pixels, 273 ppp) capacitiva, com 16 milhões de cores. Levando em consideração o tamanho de sua tela e a sua resolução, ele oferece a maior densidade de pixels possível, oferecendo uma qualidade final de imagem simplesmente espetacular.

DSC08987

Para obter resultados tão competentes com essa tela, a LG decidiu incluir no LG G Pad as mesmas tecnologias já presentes nas suas TVs, o que é uma excelente notícia para aqueles que pretendem consumir conteúdos multimídia no produto (vídeos, jogos, etc). Mas não é só isso.

A qualidade de brilho da tela também impressiona, não só pela sua emanação, mas também pela capacidade de ajustar esse brilho de forma eficiente. Ou seja, mesmo que você reduza o brilho em 50%, os elementos na tela ficam visíveis o suficiente em ambientes com diferentes níveis de luminosidade.

DSC08989

Também vale a pena destacar que o próprio tablet se encarrega de fazer ajustes automáticos de tela (se assim você desejar, quando escolher o recurso de economia de energia), além de incluir o recurso de tela inteligente, que mantém a tela ativa enquanto você estiver olhando para ela, ou enquanto você estiver manuseando o produto.

DSC08991 DSC08994

No conjunto geral, a tela do LG G Pad 8.3 é um dos pontos fortes do produto. O seu toque na tela é preciso e fluído, não só permitindo uma boa interação com a interface de usuário com os dedos, mas também com canetas apontadoras do tipo stylus, algo que é bem vindo em um produto como esse (que possui recursos que se valem desse acessório).

Sistema Operacional e Interface de Usuário

O LG G Pad 8.3 possui o sistema operacional Android 4.2.2 Jelly Bean, com a interface de usuário personalizada pela LG. Como já está disponível lá fora a versão Google Play Edition do produto (com o Android 4.4.2 KitKat), entendo que a versão tradicional do tablet vai receber em algum momento no futuro a versão mais recente do sistema operacional.

2014-02-06 19.10.18

A interface do tablet é rigorosamente a mesma encontrada no smartphone, mas com as devidas adaptações para a tela maior: mais ícones por linha, orientação horizontal nas telas Home, mais ícones na área de dock de aplicativos, entre outros. Fora isso, tudo funciona exatamente da mesma forma.

2014-02-06 19.10.50

A interface da LG também apresenta as diversas soluções exclusivas do fabricante para tornar a experiência de uso mais prática e agradável, entre eles itens como QuickMemo, QSlide, Quick Remote, QPair, Miracast, limite de tempo de tela, armazenamento sem fio, entre outros. Para os usuários que já conhecem os mais recentes smartphones top de linha da LG (ou já conferiu alguns dos reviews desses produtos que fizemos ao longo de 2013), estão familiarizados com a maioria desses recursos.

2014-02-06 19.11.00

Uma das poucas novidades presentes no LG G Pad é o recurso QPair. Ele faz o pareamento dos dados armazenados no tablet para o seu smartphone (ou outro dispositivo Android compatível) sem maiores problemas. Pode ser uma mão na roda para aqueles que querem um gerenciamento pleno e flexível dos dados armazenados em vários dispositivos.

2014-02-06 19.12.50

De um modo geral, a interface oferece as mesmas qualidades e defeitos já encontrados em outros dispositivos da LG. Não é uma interface tão pesada, entregando uma experiência de uso prazerosa e fluída na maior parte do tempo (alguns pequenos lags foram detectados). Em compensação, é uma interface muito customizada, o que pode deixar os usuários menos experientes perdidos, ou até mesmo incomodar aqueles que preferem o Android em um estado mais puro.

De qualquer forma, você sempre pode instalar uma nova launcher (ou até mesmo a Nova Launcher… sem trocadilhos) para minimizar esse impacto visual e operacional. Tal fator não desabona o produto no seu desempenho, que é o que vamos ver mais adiante nesse review.

Qualidade de Áudio

Outro ponto muito positivo do LG G Pad 8.3 é a sua qualidade de reprodução de áudio. O tablet conta com dois alto-falantes estrategicamente posicionados na lateral direita do produto (esquerda, se a tela do tablet estiver de frente para você), de modo que, independente do usuário segurar o produto nas orientações horizontal e vertical, o som a ser reproduzido será alto e claro.

Mesmo que em alguns casos a ideia é não incomodar os outros em locais públicos (dentro de um ônibus, metrô, consultório médico, etc), utilizando fones de ouvido para ver filmes e rodar jogos, é bom saber que a LG pensou naqueles que querem consumir essas atividades multimídia com uma qualidade sonora maior que a média.

No caso do áudio reproduzido pelos fones de ouvido, posso dizer que o resultado ofertado é de boa qualidade, mas tudo vai depender também da qualidade do fone de ouvido que você está utilizando. Aqui, a regra é bem simples: use o melhor fone possível.

Internet

Por contar com uma conexão WiFi a/b/g/n, o LG G Pad 8.3 oferece ótimos resultados no quesito internet. Mesmo com algumas paredes de obstáculo, o tablet consegue captar bem o sinal do roteador, sem apresentar maiores problemas ou anormalidades nessa conexão. Por ser um dispositivo que tende a ficar a maior parte do tempo conectado na rede, considero fundamental que o produto ofereça o máximo de performance nesse aspecto.

O produto oferece alguns dos principais softwares de conectividade na web (Dropbox, Facebook, Google Chrome, etc) pré-instalados, facilitando a vida dos usuários. É claro que os aplicativos mais populares precisam ser instalados (através da Google Play Store), mas até mesmo os usuários mais casuais poderão, no mínimo, navegar na internet, enviar as suas fotos na nuvem, e acessar a rede social mais popular do mundo, sem maiores dificuldades.

O modelo testado por mim é na versão WiFi only, uma vez que o modelo WiFi + 3G ainda não está disponível no Brasil. Logo…

GPS

Apesar de ser um modelo na versão WiFi only, o LG G Pad 8.3 conta com um módulo A-GPS, para aqueles usuários que desejam ao menos tentar transformar o produto em uma espécie de “GPS veicular”. Porém, os resultados não são tão satisfatórios assim.

2014-02-07 15.17.15

Durante o período de testes, o GPS desse tablet demorou mais do que o ideal para encontrar a posição do dispositivo. Em ambientes fechados, isso é algo quase impossível. Em ambientes externos, os resultados são melhores.

Mesmo assim, levando em consideração que a ideia de adotar um tablet como GPS é utilizá-lo dentro do carro em movimento, essa inconsistência para encontrar o local do dispositivo é algo que particularmente não me agradou. Por outro lado, isso não faz muita diferença no meu uso diário. Afinal de contas, se quero um dispositivo com GPS, acabo utilizando o meu smartphone, uma vez que tal escolha faz todo o sentido no quesito mobilidade.

Câmera

DSC08962

Eu sou um daqueles usuários que simplesmente não aceitam a mera possibilidade de registrar fotos através de um tablet. Entendo que o produto não foi pensado nisso, e que os fabricantes não colocam bons sensores nos dispositivos dessa categoria. E isso porque eu nem estou levando em consideração o “efeito social negativo” que causa quando alguém começa a registrar fotos de qualquer coisa com um tablet. Para isso, o smartphone é algo muito mais aceitável.

2014-02-09 11.12.01

Dito isso, o sensor traseiro de 5 megapixels do LG G Pad 8.3 é razoável. É um sensor competente para fotos diurnas, fraco para fotos noturnas (luz artificial e baixa luminosidade), e em qualquer hipótese, entrega uma qualidade de imagem abaixo do desejável. Confesso que não esperava algo muito melhor do que isso, até porque não priorizo esse aspecto no tablet. Porém, é um sensor melhor do que aqueles encontrados em muitos tablets Android no mercado.

2014-02-09 11.15.34

A câmera frontal de 1.3 MP também segue a regra da câmera traseira: está lá mais para os aplicativos de videochamadas. Esqueça o resto. As fotos captadas pelo sensor frontal são de baixa qualidade, o que impede que o usuário se aventure muito nesse aspecto.

2014-02-09 11.12.15 2014-02-09 11.12.32 2014-02-09 11.12.53 2014-02-09 11.13.33 2014-02-09 11.14.21 2014-02-09 11.14.48 2014-02-09 11.18.01 2014-02-09 11.18.08 2014-02-09 11.18.16 2014-02-09 11.21.04 2014-02-09 11.21.06 2014-02-09 11.21.11 2014-02-09 20.21.42 2014-02-09 20.21.53 2014-02-10 00.08.41 2014-02-10 00.08.58 2014-02-10 00.09.40

Games

O conjunto de hardware do LG G Pad 8.3 é um dos melhores entre os tablets Android disponíveis no mercado nesse momento. E por conta disso, esperava-se uma experiência de jogos impecável. Mas não foi isso o que aconteceu.

2014-02-09 19.34.02

Não detectei problemas em instalar alguns dos principais jogos para a plataforma Android durante os testes. A execução dos títulos mais básicos (Jetpack Joyride, Subway Surfers, etc) aconteceu sem maiores problemas, oferecendo uma experiência de jogo plena, sem lags ou arrastos. Porém, jogos com gráficos mais complexos e com maior demanda de recursos de hardware (Iron Man 3, Real Racing 3, Dead Trigger 2, etc) apresentaram lags e arrastos que considero algo anormal para um produto com suas características técnicas.

2014-02-09 19.36.54

De qualquer forma, muitos vão considerar que a experiência de jogo não é de todo impossível. Particularmente, os resultados poderiam ser um pouco melhores. De qualquer forma, os resultados podem varia de pessoa para pessoa, dependendo das perspectivas e necessidades em relação aos jogos. O que posso dizer é que existe as chances dos mais exigentes se irritarem um pouco com a ausência de uma experiência plena e fluída com os jogos mais pesados.

2014-02-09 19.39.04

Multimídia

Um dos itens de maior destaque do LG G Pad 8.3. Para começar, a interface customizada da LG presente no tablet oferece um interessante leque de opções para consumo de conteúdos multimídia, e não falo apenas dos players de música e vídeo da Google (Play Filmes e Play Música), mas também do player dedicado da LG , do gravador de voz, do editor de vídeos, do player dedicado para música e vídeos, entre outros recursos exclusivos.

A LG expandiu o conceito de multimídia no dispositivo, ao inserir o Quick Remote como um dos softwares pré-instalados. Acredite, no final das contas, acaba não sendo um grande exagero utilizar o seu tablet como controle remoto. Pelo contrário: dependendo do sistema que você está utilizando, você não só pode controlar a TV e outros dispositivos (home theater, TVs, receptores de TV por assinatura, etc) como também fazer a reprodução de vídeos diretamente na tela da TV, utilizando o recurso Miracast (na pior das hipóteses).

De um modo geral, não encontrei dificuldades para reproduzir os arquivos de vídeo em diferentes formatos e resoluções. Tanto em arquivos armazenados no cartão microSD quanto nos vídeos por streaming, a reprodução foi plena, sem maiores problemas, engasgos ou dificuldades. E era o mínimo que se esperava do produto, ainda mais com uma tela como essas. É o dispositivo recomendado para quem quer uma maior qualidade na hora de ver vídeos, fotos, rodar jogos e outras atividades.

Bateria

Outro item positivo do LG G Pad 8.3. O tablet conta com uma bateria de 4.600 mAh, o que naturalmente traz uma perspectiva de uma boa autonomia de uso. Porém, a LG conseguiu fazer com que o sistema gerenciasse essa energia de forma eficiente e competente, e o resultado disso é um tablet que você pode ao menos pensar em não recarregar o produto todos os dias.

2014-02-06 23.33.09

Em meus testes, com um uso relativamente intenso (pelo menos 60 minutos de leitura, 60 minutos de vídeo, várias consultas às redes sociais, WiFi ligado o tempo todo, brilho de tela em 50%, etc), o tablet conseguiu sobreviver longe da tomada por pelo menos dois dias completos. Dependendo do seu perfil de uso, e dos itens de conectividade ativos ou não, essa autonomia de uso pode alcançar o terceiro dia.

É claro que os resultados podem variar muito. Como em todo gadget moderno, quanto mais tempo a tela do dispositivo ficar ativa, menor será a sua autonomia de uso. Tal regra se fez presente durante a leitura de livros e, principalmente, na reprodução de vídeos. Mesmo assim, até mesmo aqueles que mais frequentemente ficarão jogando ou vendo vídeos no tablet ficarão satisfeitos com o resultado final de sua autonomia.

Desempenho

O LG G Pad 8.3 é um tablet que está acima da média dos seus concorrentes, principalmente quando pensamos na relação custo/benefício. Mais uma vez, por conta do seu hardware, estamos diante de um produto potente e repleto de possibilidades de uso e desempenho. Porém, ele não é perfeito: com alguns lags e arrastos em específicas transições de tela em momentos específicos, o G Pad 8.3 tem como grande vilão a interface da LG, altamente customizada.

2014-02-07 15.06.10

Como já disse antes nesse review, esse problema pode ser resolvido parcialmente de forma bem simples: instalando uma nova Launcher (interface de usuário). Não vai resolver o problema por completo, mas ao menos pode oferecer uma experiência de uso mais ajustada e plena.

2014-02-06 19.10.35

Porém, nem mesmo a interface da LG faz com que o G Pad 8.3 não realize com competência os aplicativos e recursos avaliados durante os testes. O tablet é competente o suficiente para rodar jogos de modo casual, vídeos, músicas e conteúdos por streaming sem maiores dificuldades, e a maioria dos usuários ficarão muito satisfeitos ao utilizar o produto. Para quem quer um produto por um preço competitivo, e está cansado das propostas de outros fabricantes, o novo tablet da LG é uma excelente pedida.

Conclusão

DSC08987

O LG G Pad 8.3 é um dos melhor tablet Android na sua categoria (tablets Android com 8 polegadas de tela) e é um dos melhores tablets Android do mercado. Sua relação custo/benefício é muito boa, e mesmo os mais exigentes contam com grandes chances de ficarem satisfeitos com o resultado final do modelo da LG.

Entendo que o produto tem prós e contras (como em todo produto), e que alguns usuários mais exigentes vão se incomodar com as customizações de software, que tiram a experiência de um Android “puro”, além de comprometer (em partes) o desempenho geral do tablet. Por outro lado, são problemas menores diante do fato do modelo contar com uma das melhores telas de tablets do mercado, e um desempenho muito bem ajustado para diferentes demandas de atividades com o produto.

Se você está com R$ 1.000 no seu bolso nesse momento, e quer que o seu próximo tablet não seja um modelo de entrada, me arrisco a dizer que o LG G Pad 8.3 é a melhor opção que o seu dinheiro pode comprar.

Review em Vídeo

04-botao-clique037-180.jpg