PCF275.w_rev7.kingston_ssd-970-80

Mais um review para o blog TargetHD. Dessa vez, recebemos da Kingston uma unidade SSD Now 300V, que promete transferências de dados em alta velocidade para notebooks, com uma maior segurança para um uso diário. A seguir, passamos nossas impressões sobre o produto, com dois focos: para aqueles que pretendem atualizar o seu computador com uma unidade de disco sólido, e para aqueles que querem contar com um HD portátil em SSD.

Antes de qualquer coisa, alguns pontos precisam ser observados. O produto não se limita a ser apenas uma unidade SSD. O que recebemos da Kingston foi um kit de atualização em SSD. O objetivo principal do produto é oferecer uma alternativa de atualização do hardware do seu computador do tipo “faça você mesmo”, para substituir uma unidade SSD defeituosa e, principalmente, trocar o seu HD convencional pela SSD, que oferece uma velocidade maior de leitura e gravação de dados.

Outro detalhe que precisa ser citado é que esse kit SSD da Kingston está disponível para notebooks e desktops. Antes dos testes, a assessoria da fabricante questionou em qual equipamento ele seria utilizado, e optamos pela versão para notebooks. Uma das possibilidades propostas para testes durante a negociação para recebimento do produto foi a de testar e apresentar a opção de utilizar essa unidade SSD com um case externo, algo que consideramos muito válido, já que um dos principais focos do TargetHD são os gadgets que podemos levar no bolso, ou nesse caso, na mochila.

Também é importante destacar que o objetivo principal desse review é apresentar o produto como opção, focando muito mais na experiência de uso e nas suas funcionalidades apresentadas em uma rotina de uso diário. Como é a primeira vez que o TargetHD decide fazer uma análise desse porte, não focamos nossas análises em comparativos com outros produtos ou benchmarks mais detalhados. Até porque o foco do TargetHD está nos produtos que envolvem mobilidade.

Você pode até não levar esse ponto a sério, mas um aspecto que consideramos muito positivo ao retirar o produto da caixa é o nível de proteção que a empresa adotou para acondicionar o produto. Mesmo sendo uma unidade SSD (que é mais resistente aos imprevistos durante o transporte), a Kingston também pensou nos pequenos componentes mais frágeis que acompanham o produto, como por exemplo o cabo USB, os DVDs que acompanham o produto e até o pequeno adaptador 7mm – 9.5 mm. Diferente de outros produtos enviados, recebemos uma unidade do produto tal como ele vai receber ao comprar de uma loja online, ou da loja física.

Todos os itens que acompanham o Kingston SSD Now 300V.

kingston-ssdnow-v300

E a unidade de armazenamento em si, o nosso objeto de estudo. Para quem nunca viu uma SSD de 2.5 polegadas, é desse jeito que ela aparenta ser. De tamanho compacto, é fino e leve, mas ao mesmo tempo, robusto. Feita para aguentar a sua rotina diária de mobilidade.

Sua baixa espessura é perfeita para ser utilizada em ultrabooks e notebooks mais finos, mas como já informamos antes, existe a opção para desktops, com o seu respectivo adaptador para instalação física. Ou seja, mesmo sendo um produto de menor tamanho que a maioria das unidades de armazenamento tradicionais, o Kingston SSD Now 300V pode ser utilizado sem maiores problemas em todos eles, desde que instalado e configurado corretamente, é claro.

Por ser um produto que não vai ficar visível ao público, ele não precisa de muitos detalhes de acabamento. A foto tem como objetivo mostrar ao leitor a unidade por diferentes ângulos.

Produto apresentado. Vamos aos testes.

Testamos o produto em duas possibilidades. A primeira envolveu a via mais prática de utilização imediata para a maioria dos usuários que optarem pela compra do Kingston SSD Now 300V, que é via USB, através do case externo que acompanha o produto.

Uma das coisas que nos animou ao receber o produto é a presença desse case USB. Para nossos propósitos de mobilidade, é algo muito bem vindo, já que permite um teste real de cópia e transferência de dados em diferentes situações.

Um ponto positivo do case é que ele não possui parafusos para fixação. No seu lugar, ele conta com uma chave de segurança, que trava a parte superior do case. Ou seja, qualquer pessoa pode instalar a unidade SSD no case, sem precisar de qualquer ferramenta ou chave de fendas para abrir o produto, o que facilita muito a vida de quem quer utilizar a unidade de forma imediata.

Visão geral dos conectores internos do case. Basta acoplar a unidade corretamente nesses conectores, fechar o case, e preparar a unidade para a primeira utilização.

A tampa do case é deslizante, completando a praticidade proposta para o produto, que usa a filosofia do “faça você mesmo”.

A partir daí, e conectar a unidade na porta USB (2.0 ou 3.0) do computador, e começar a configurar a unidade.

Aqui, um ponto importante. Para quem já comprou uma unidade externa (ou um HD para montar um case externo), essa parte do processo já é conhecida. Para os mais novos, é nessa parte que muita gente se complica. A Kingston SSD Now 300V é uma unidade física de armazenamento como outra qualquer, que antes de ser utilizada, precisa ser “montada” como uma unidade física reconhecível pelo sistema operacional (no caso desse review, utilizamos a unidade em equipamentos com os sistemas Windows 7 Professional 64 Bits e Windows 8 64 Bits). Por uma questão de segurança e até de garantia que o produto jamais foi utilizado (repetimos que o mesmo veio totalmente lacrado), a unidade não vem pré-configurada para iniciar de forma imediata para utilização do produto.

Aqui, tanto para a utilização via USB quanto para a utilização diretamente no computador (via conexão SATA II ou SATA III), é necessária a montagem da unidade através do recurso Gerenciamento de Disco, dentro do item Gerenciamento do Computador, que pode ser localizado no Painel de Controle do sistema Windows (para o caso da utilização da SSD via USB; para quem vai utilizar a unidade como dispositivo de armazenamento interno ou unidade para inicialização do sistema operacional, a unidade deve ser montada manualmente, através da configuração via BIOS do desktop ou notebook, e posterior formatação).

Uma vez a unidade devidamente montada e formatada, ela está pronta para o uso, tanto via USB quanto como unidade interna. A partir daí, ela será reconhecida em qualquer computador com o sistema Windows, permitindo o armazenamento e cópia de dados. Também é importante lembrar que as versões mais recentes do Windows (7 e 8) contam com recursos que, no seu processo de instalação, identificam o estado da unidade, já preparando a mesma de forma adequada para a instalação do sistema operacional.

 

O teste do Kingston SSD Now 300V como unidade externa (via USB)

Utilizamos nos testes equipamentos com portas USB 2.0 nos sistemas Windows 7 e Windows 8, e com porta USB 3.0 para o sistema Windows 7. Entendemos que o sistema operacional em si não influi na performance geral da unidade em modo externo (já que os resultados foram similares), e as diferenças ficaram por conta mesmo do tipo de porta escolhida para testes. Uma coisa que devemos considerar é que a série 300V possui uma performance inferior à poderosa série HyperX. Mesmo assim, não podemos ignorar os benefícios apresentados, principalmente quando utilizado como unidade interna, para armazenamento e gerenciamento do sistema operacional.

Um dos comparativos que fizemos foi o da velocidade da cópia de arquivos de grande porte do computador para a unidade externa. Primeiro, copiamos os arquivos para um HD externo convencional, conectados nos diferentes tipos de portas (USB 2.0 e USB 3.0) O objetivo aqui foi analisar como a Kingston SSD Now 300V se comporta nesse processo de cópia de arquivos enquanto trabalho com o computador normalmente.

Em linhas gerais, os resultados foram próximos, porém, com uma performance melhor para o SSD da Kingston. Algo que já era esperado, uma vez que estamos falando de uma tecnologia que naturalmente é capaz de fazer a leitura e gravação desses dados de forma mais ágil (já que é uma memória de gravação eletrônica, sem contar com uma agulha mecânica para armazenar os dados).

Algo que observamos durante os testes é a flutuação da velocidade de transferência com a SSD. A transferência de dados acontece com um “arranque” em maior velocidade, com um volume de dados maior no início da transferência, para depois se ajustar a uma velocidade média de transferência. Em compensação, a velocidade média de transferência desses arquivos é maior, transferindo nos testes um grande 10 arquivos de grande porte (pelo menos 500 MB) em 1/3 do tempo que o HD convencional.

Já o HD externo genérico que utilizamos tem uma velocidade média mais contante, com menores variações e oscilações, porém, levando mais tempo do que a unidade SSD. Só aí, já vale a pena a possibilidade de utilizar uma unidade SSD com um case externo.

Sem falar na leveza do dispositivo, e na baixíssima quantidade de ruído emanado do produto. Na verdade, nenhum ruído. Tal como esperado nesse tipo de unidade de armazenamento.

O teste do Kingston SSD Now 300V como unidade interna (via porta SATA II)

Antes de passar nossas impressões sobre essa parte do teste, é importante ressaltar que não utilizamos nenhum tipo de benchmark ou programas de análise técnica para avaliação de velocidade de cópia e transferência de arquivos. Como já afirmamos antes, todos os testes aqui foram feitos pela perspectiva de experiência final de uso, partindo da perspectiva da maioria dos usuários, tentando responder a pergunta: “o meu computador ficará melhor com esse produto?”.

Outro ponto que é importante ser destacado é que infelizmente ainda não contamos com computadores com portas SATA III. Isso foi informado pela assessoria de imprensa da Kingston, que prontamente respondeu que, por utilizar uma porta SATA II, o Kingston SSD Now 300V não iria atingir a prometida taxa de leitura e gravação de 450 MB/S, ficando limitada a uma taxa variável entre 250 MB/s e 300 MB/s. Ciente disso, investi no review pela possibilidade de apresentar as opções de uso do produto, e se mesmo com tais limitações, ele poderia melhorar a performance em um equipamento com um hardware mais restrito, ou até mesmo em um notebook com uma boa configuração de hardware, mas que utiliza um HD convencional.

Os equipamentos utilizados para os testes como unidade interna foram:

Notebook #1

– processador Intel Core i7-2630QM dual-core de 2 GHz, com 8 GB de RAM, sistema operacional Windows 8 Pro 64 Bits, gráficos Intel HD Graphics, tela de 14 polegadas

Notebook #2

– processador AMD E-350 dual-core, de 1.66 GHz, com 8 GB de RAM, sistema operacional Windows 7 Pro 64 bits, gráficos AMD Mobility Radeon HD 6310, tela de 11.6 polegadas

Originalmente, os dois equipamentos utilizam HDs de 500 GB, e durante os testes, a SSD Kingston foi previamente formatada para receber a instalação dos respectivos sistemas operacionais. Pelas características técnicas do notebook #1, a sua performance foi superior em relação ao modelo #2, mas o que pode ser observado é que o desempenho na inicialização do Windows 8 (algo que não é um dos pontos fortes da mais recente versão do sistema da Microsoft) melhorou consideravelmente. As execuções de programas e aplicativos acabaram ficando mais fluídas, e a performance geral da máquina melhorou de forma perceptível.

Porém, é quando instalamos o Kingston SSD Now 300V no notebook #2 é que podemos perceber quais são as vantagens que a unidade pode oferecer em uma máquina com recursos de hardware mais restritos. Levando em consideração que máquinas de menor porte contam com uma capacidade de armazenamento melhor (e são pensadas na mobilidade como prioridade), acreditamos que vale a pena a utilização de uma SSD como a da Kingston, pois o desempenho se torna mais versátil e fluído. Tarefas como inicialização do sistema e execução de programas para acesso à internet (navegadores) oferecem um tempo de resposta muito melhor do que os HDs tradicionais. Para quem ainda não pode comprar o seu ultrabook, o upgrade para uma unidade SSD pode ser algo muito bem vindo.

Sem falar na segurança maior que os seus dados vão ter na utilização de uma Solid State Disk. Se você transporta todos os dias documentos e programas importantes, a aquisição do produto deve ser encarada como um investimento.

Conclusão

O SSD Kingston Now 300V está APROVADA. É um produto que cumpre o que promete, e vai atender bem as necessidades da maioria dos usuários de notebooks, netbooks e desktops. É uma opção que oferece uma ótima relação custo/benefício para o que realmente importa: melhorar a performance geral do computador no seu dia a dia.

Levando em conta o seu posicionamento em relação aos seus concorrentes, ele pode ser uma opção a ser considerada para quem apenas deseja ter uma maior segurança no armazenamento dos seus dados, uma melhor performance no sistema operacional, ou até mesmo uma opção mais confiável para levar os seus dados para qualquer lugar em um case externo, como é no nosso caso em particular.