huawei-ascend-p7-topo

Este é o primeiro produto da Huawei que recebemos para testes, ou seja: “seja bem vindo ao time, Huawei”. Dito isso, o Huawei Ascend P7 se apresenta como um dispositivo com linhas elegantes, um design que reforça a ideia de um produto bem construído, e um desempenho condizente para um produto de sua categoria.

Porém, a principal dúvida dos leitores do TargetHD (e compradores em potencial desse modelo) era se o conjunto de especificações eram boas o suficiente para oferecer uma boa experiência de uso. E essa dúvida era compreensível: afinal de contas, a maioria das pessoas pouco conhecem sobre o processador HiSilicon Kirin 910T presente no dispositivo. E reviews como esse servem justamente para eliminar essa e outras dúvidas.

Teria a Huawei alcançado um status de excelência e qualidade a ponto de impressionar o consumidor brasileiro, com uma proposta que chama a atenção pela estética e pelo desempenho? E o que é melhor: conseguiu tudo isso com um preço que pode bater de frente com as marcas mais tradicionais?

A seguir, as respostas.

 

Características Físicas

2015-03-28 09.58.50

Vendo o smartphone de perto pela primeira vez, é fácil afirmar que o Huawei Ascend P7 é um belo smartphone. Com linhas bem marcadas, e uma proposta levemente diferenciada da concorrência no seu deisgn, sendo ao mesmo tempo atraente no seu visual, mas discreto na sua proposta. Alguns podem até afirmar que ele lembra um pouco um determinado smartphone da maçã mordida. Pode até ser. Mas ele não deixa de ter a sua identidade, e chama a atenção pela estética bem cuidada.

2015-03-28 09.59.35

As laterais em material metálico são muito bem vindas, reforçando assim a ideia de um produto mais sofisticado no visual, e ‘premium’ no emprego dos seus materiais. O Huawei Ascend P7 é um smartphone com proposta de design ‘unibody’, e nada melhor do que empregar materiais de alta qualidade em um conceito como esse.

2015-03-28 10.00.49

Em uma das laterais, o usuário encontra os botões de liga/desliga/bloqueio de tela, além dos botões de controle de volume. Do mesmo lado, você também tem os slots para cartões microSD e SIM Card, o que deixa tudo mais ou menos organizado e de fácil acesso para o usuário. Vale lembrar que o Huawei Ascend P7 não tem uma bateria removível.

2015-03-28 10.01.35

2015-03-28 10.00.40

A parte inferior do dispositivo (onde fica o conector para o cabo microUSB) tem uma curiosa curvatura, se diferenciando das demais linhas retas do smartphone. A decisão da Huawei aqui é interessante. É uma forma de se diferenciador dos demais, e deixar a sua marca na proposta do produto.

2015-03-28 10.02.17

A parte traseira do Ascend P7 é revestida em vidro, o que deixa o dispositivo ainda mais elegante aos olhos (principalmente com esse acabamento em preto mate).

2015-03-28 10.02.32

O Huawei Ascend P7 é um aparelho que agrada aos olhos. É bonito, tem um design sóbrio e elegante, e seu peso agrada e muito. Por conta de suas dimensões refinadas, esse smartphone oferece uma boa pegada para o uso diário, e é fino o suficiente para não fazer um volume exagerado na vestimenta. Em tempos onde temos smartphones com telas de mais de 5 polegadas que mais parecem um tablet quando transportamos o produto no bolso, esse smartphone aparece como uma alternativa diferente para quem não quer passar por isso.

 

Tela

O Huawei Ascend P7 possui uma tela IPS LCD de 5 polegadas (1920 x 1080 pixels, 445 pixels por polegada), com proteção Corning Gorilla Glass 3. Para um dispositivo do seu porte, é uma tela de excelente qualidade.

2015-03-28 10.02.48

A qualidade final das imagens é elevada, com excelente nível de brilho, contraste e coloração. Os diferentes conteúdos exibidos nessa tela foram reproduzidos com ótimo nível de detalhes, onde a combinação desses elementos resultaram em uma experiência prazerosa no consumo de conteúdos como fotos e vídeos, ou na execução de jogos.

Também ajuda o fato da interface de usuário escolhida pela Huawei ser muito colorida, o que invariavelmente chama a atenção dos usuários que sempre se interessam pelo apelo visual que os fabricantes oferecem nos seus dispositivos. Além disso, a interação com o sistema operacional é impecável, com toques precisos e uma resposta imediata, mesmo aos toques mais suaves.

2015-03-28 10.03.06

Outro diferencial bem interessante do Huawei Ascend P7 é que essa tela pode trabalhar em ‘Modo Luva’, que tal como o seu nome indica, permite a interação com o dispositivo mesmo que o usuário esteja utilizando luvas. nas mãos. É algo que não chega a ser uma novidade se pensarmos que outros fabricantes apostam em uma solução similar. Em compensação, é algo que modelos mais caros com o Android não possuem, e toda vantagem nesse segmento conta.

 

Sistema Operacional e Interface de Usuário

O Huawei Ascend P7 conta com o sistema operacional Android 4.4.2 KitKat, com a interface Emotion UI 2.3. Ela se distancia muito da ideia do Android ‘puro’ que o Google (agora) tenta fazer com que alguns fabricantes abracem (com o objetivo de reduzir o problema da fragmentação do sistema operacional). Mesmo assim, essa interface tem as suas qualidades e diferenciais que não podem ser desprezados.

Screenshot_2015-03-29-19-38-49

Para começar, mesmo com tantas interferências realizadas na interface de usuário, o desempenho do Android KitKat no Huawei Ascend P7 é limpo e fluído, sem engasgos ou travamentos. Isso mostra um equilíbrio de hardware e software, eliminando em partes as preocupações dos mais curiosos sobre o desempenho do desconhecido processador HiSilicon Kirin 910T.

Screenshot_2015-03-29-19-40-49

Essa interface tem como peculiaridade oferecer todos os aplicativos instalados no smartphone nas telas principais do dispositivo. A interface do Huawei Ascend P7 não oferece o tradicional botão ‘todos os aplicativos’, presente na maioria dos dispositivos baseados na interface ‘pura’ do Android. Com isso, a vida do usuário é facilitada, pois não precisa acessar uma tela a mais para buscar um determinado aplicativo. Está tudo ao seu dispor nas telas iniciais da interface.

Screenshot_2015-03-29-19-43-59

Outra característica positiva dessa interface é a série de recursos proprietários que complementam essa experiência de uso. Indo de ferramentas para economia de energia até um aplicativo de espelho, passando por ferramentas de armazenamento na nuvem, rádio FM, discagem por voz, cópia de segurança e outras funcionalidades.

Mas a grande assinatura da Huawei e da interface Emotion UI 2.3 está no fato desse dispositivo suportar dois modos de uso na mesma interface.

Screenshot_2015-03-29-19-41-26

Além da interface tradicional, que mostra o ícone de todos os aplicativos disponíveis no smartphone, o usuário pode habilitar um modo simplificado, com grandes botões e descrições de texto para cada função. Esse modo é pensado nos idosos ou usuários iniciantes e menos experientes, que só querem utilizar o dispositivo para as funcionalidades mais básicas. Esse modo simplificado também é habilitado quando o dispositivo está com baixa autonomia de bateria (se assim o usuário desejar).

 

Qualidade de Áudio

Apesar da baixa espessura do dispositivo (apenas 6.5 mm), o Huawei Ascend P7 conta com uma boa qualidade de áudio. O som reproduzido pelo alto-falante traseiro é bem audível em ambientes silenciosos e/ou com baixo nível de ruído externo. A mesma qualidade pode ser observada no alto-falante frontal, para as chamadas telefônicas.

Durante o período de testes, não observamos problemas ou anormalidades nesse aspecto, e o aparelho atuou muito bem durante as chamadas recebidas e realizadas. E sempre existe a possibilidade do usuário utilizar fones de ouvido para ver filmes e interagir com jogos.

 

Câmera

Screenshot_2015-03-26-10-28-22

O Huawei Ascend P7 possui uma câmera traseira de 13 megapixels, com sensor Sony BSI de 4ª geração. Só a presença desse item já é uma garantia de fotos de boa qualidade. E a promessa se cumpre, levando sempre em conta que estamos diante de um dispositivo de linha intermediária, e comparando com os seus concorrentes diretos.

Screenshot_2015-03-26-10-28-32

O software de câmera desse smartphone possui uma interface relativamente simplificada, com acesso direto aos principais itens de interação. O aplicativo oferece ajustes manuais – que são sempre bem vindos para os usuários mais experientes e exigentes -, além das pré-configurações para diferentes cenários, que ajudam e muito na hora de registar uma foto nas mais diferentes situações de iluminação.

IMG_20150326_114939

Na prática, a câmera traseira do Huawei Ascend P7 é capaz de registrar boas fotos na maioria dos casos, principalmente em cenários com perfeita iluminação (dia de sol forte). Mesmo assim, é possível perceber uma tendência para uma maior captação de brilho nos modos de captura automática. Você pode obter resultados com tons mais naturais se insistir um pouco nos ajustes manuais do software.

Screenshot_2015-03-26-10-28-12

Em compensação, alguns modos pré-configurados podem fazer a diferença para os menos experientes na hora da captura das fotos, como são os casos do Melhor Foto, Modo Inteligente, HDR e até o ‘Modo Gracioso’ (sic). Para os usuários menos experientes, podem ser modos que ajudam na hora do registro daquele momento mais espontâneo. Mesmo assim, entendo que os ajustes manuais específicos para cada funcionalidade (foto, vídeo, etc) são mais interessantes.

IMG_20150315_080404 IMG_20150326_102636 IMG_20150326_114724 IMG_20150326_114924 IMG_20150326_115428

As fotos registradas em ambientes com luz artificial reforçam ainda mais essa impressão que o sensor exagera um pouco na captação do brilho, mas com uma quantidade de ruído relativamente baixa. Os resultados são satisfatórios quando o flash entra em ação, mas a impressão que dá é que poderíamos esperar mais desse sensor nesse aspecto. Não que as fotos fiquem ruins, mas que poderiam oferecer um resultado um pouco melhor.

IMG_20150326_222105 IMG_20150326_222114 IMG_20150326_222203 IMG_20150329_193918 IMG_20150329_193928 IMG_20150329_193938

Além disso, essa câmera traseira é capaz de gravar vídeos em Full HD a 30 fps, o que é o mínimo que se pede hoje para um dispositivo de linha média (sim, pelo menos isso).

IMG_20150326_102758

A câmera frontal possui um sensor de 8 megapixels, que obviamente é pensada em uma melhor qualidade nas selfies. Porém, foi possível observar um exagerado processo de pós tratamento de imagem, para reduzir a quantidade de ruído em cenários com baixa luminosidade.

IMG_20150329_194018

Tal característica já foi visto no software do sensor frontal da primeira versão do Motorola Moto X, e tal como aconteceu naquela vez, os resultados ficaram um pouco abaixo do esperado (ou planejado pela Huawei). O processamento de imagem é tão elevado, que as imagens parecem que foram um pouco ‘desenhadas’, e isso é algo que pode não agradar aos usuários mais exigentes.

Como ponto positivo, temos o modo Selfie, que facilita um pouco a vida daqueles que gostam de tirar os auto-retratos. Uma vez acionada a câmera frontal e acionado o botão de obturador, uma contagem regressiva é aberta, e o usuário precisa enquadrar os seus olhos em um pequeno quadrado criado no canto superior esquerdo da tela, ao lado do sensor frontal. O software sugere que é esse o local que o usuário tem que olhar para tirar a foto, e isso garante resultados melhores nesse tipo de captura de imagem.

 

Games

O Huawei Ascend P7 vai bem nos games. Podemos dizer que aqui é um dos itens onde o processador HiSilicon Kirin 910T é mais colocado em xeque, e os resultados são considerados medianos, e precisamos fazer algumas observações nesse ponto do review.

Screenshot_2015-03-29-19-46-40

O smartphone conseguiu executar todos os jogos que utilizamos para os testes, sem maiores problemas. Porém, observamos que no jogo Real Racing 3, alguns lags estão presentes. Não é algo que compromete a jogabilidade, mas que pode causar incômodo nos gamers mais exigentes. Mesmo assim, não dá para desabonar por completo o dispositivo: os gamers mais casuais – ou aqueles que não colocam os jogos como uma prioridade no smartphone – ficarão satisfeitos com os resultados.

É importante lembrar que esse modelo possui uma tela Full HD, e isso pode impactar no desempenho de alguns jogos. Não só por conta de uma possível diferença de resolução do jogo para a tela, mas também pelo trabalho a mais do processador para entregar as imagens com um desempenho satisfatório.

Screenshot_2015-03-29-19-49-47

Além disso, a GPU Mali 450 fica um pouco abaixo das concorrentes nesse aspecto, já que ela é pensada na redução do custo final do smartphone, e não necessariamente na alta performance. Compreendemos a escolha da Huawei em tentar equilibrar ao máximo a relação custo/benefício com um bom desempenho nas mais diferentes tarefas, e de um modo geral, eles conseguem cobrir a maior parte das necessidades da maioria dos usuários.

Mas nessa equação, alguma parte poderia sair um pouco prejudicada. Nesse caso, foi a parte dos jogos. Mas também não é o fim do mundo: os usuários casuais podem gostar dos resultados.

 

Bateria e Armazenamento

Mais uma vez destacamos a baixa espessura do Huawei Ascend P7 como algo positivo. O modelo consegue abrigar uma bateria de 2.500 mAh, algo que deve ser o suficiente para garantir pelo menos um dia de uso moderado (rede WiFi habilitada o tempo todo, redes sociais, alguns minutos de chamadas, vídeos e jogos, etc). Destacamos esse item pois modelos semelhantes e mais espessos oferecem baterias com capacidade menor.

Screenshot_2015-03-29-19-43-31

Não só isso. Por conta de sua eficiência no gerenciamento de recursos (vindo de uma combinação de hardware + software equilibrada), o consumo de bateria acaba sendo algo menos agressivo. O dispositivo consegue equilibrar de forma competente o consumo de bateria de acordo com as atividades realizadas no dispositivo.

Outro fator que deve entrar nessa equação favorável para uma melhor eficiência energética no Huawei Ascend P7 é o recurso de análise inteligente de bateria, através de um aplicativo que analisa qual recurso ou aplicativo está consumindo mais bateria do que o normal, e alerta o usuário, que pode tomar uma providência sobre o assunto.

Screenshot_2015-03-29-19-43-17

Na parte de armazenamento, o Ascend P7 conta com 16 GB de armazenamento interno, com 11 GB disponíveis para o usuário. É mais ou menos o padrão que a maioria dos dispositivos da sua categoria oferece. Além disso, o modelo conta com um slot para cartões microSD de até 32 GB, que são suficientes para a maioria dos usuários armazenarem sem problemas fotos, vídeos e músicas.

 

Desempenho

O Huawei Ascend P7 apresentou ao longo das semanas de testes um desempenho realmente muito bom. Não foram observados travamentos, paradas críticas, lags ou arrastos no desempenho gráfico. O conjunto de hardware (processador HiSilicon Kirin 910T, GPU Mali 450, 2 GB de RAM) entrega uma experiência de uso muito prazerosa na maior parte do tempo, onde o smartphone consegue realizar a maioria das atividades diárias sem maiores problemas.

Screenshot_2015-03-29-19-43-44

É preciso sempre ter em mente que estamos diante de um dispositivo de linha média, onde o foco é o custo/benefício. Vendo por esse prisma, o Huawei Ascend P7 cumpre o que promete, sendo um smartphone que realiza e bem as tarefas do dia a dia.

Alguns pontos ficaram comprometidos na tentativa de combinar um produto competente no desempenho e relativamente barato no seu custo final. Os usuários mais exigentes não devem esperar muito desse modelo nos jogos, e o sensor frontal da câmera deixa a desejar por apostar em uma grande quantidade de megapixels, mas exagerando no processamento de imagem.

Mesmo assim, o resultado final do produto é muito bom.

 

Conclusão

2015-03-28 09.58.59

O Huawei Ascend P7 é uma interessante opção entre os modelos de linha média. É um dispositivo que entrega um ótimo desempenho, com soluções para o Android que facilitam a vida do usuário na experiência de uso, em um dispositivo com um design elegante, e um preço competitivo.

O modelo é recomendado para os usuários que querem fugir um pouco das marcas tradicionais e mais populares. Também é recomendado para quem busca carregar consigo um dispositivo mais fino e leve.

A Huawei acertou na proposta geral do Ascend P7. E estamos esperando por mais novidades.

 

Review em Vídeo

 

Mais Fotos

2015-03-27 16.02.13 2015-03-28 09.59.07 2015-03-28 09.59.16 2015-03-28 09.59.37 2015-03-28 10.00.47 2015-03-28 10.01.58 IMG_20150326_114625 IMG_20150326_114647 IMG_20150326_114717 IMG_20150326_114836 IMG_20150326_114841 IMG_20150326_114933 IMG_20150326_115437 IMG_20150326_115520 IMG_20150329_154231