Mais um review para o blog TargetHD.net. Neste horário, normalmente, você estaria recebendo o post do TargetHD Podcast da semana, mas em virtude dos últimos compromissos e eventos que tive nesta semana, resolvi postar o review do HTC Magic. A edição semanal do podcast você vai ouvir em breve. Vamos então dar uma olhada em detalhes nesse aparelho enviado pela HTC para review.

O HTC Magic é mais um smartphone voltado para a comunicação prática nas redes sociais, mas com estilo e performance. Ele é um aparelho que não é muito espesso, e apesar de ser um pouco alto (113 mm), ele fica bem acondicionado ao bolso. Seu processador Qualcomm MSM7200A, de 528 MHz faz com que o Android nele instalado (1.6) rode de forma mais fluída, com menos travamentos, e com os seus aplicativos sendo executados de forma mais rápida.

Seu alto falante para chamadas é bem eficiente, e você não terá dificuldades em ouvir a pessoa do outro lado da chamada.

Na parte inferior, você encontra os principais botões de controle do telefone, inclusive com o trackball de navegação, que responde muito bem os comandos de movimentação nos menus e navegação na internet, além dos tradicionais botões de home, menu, pesquisar e retornar.

As laterais do aparelho são bem simples, contando com menos botões de comando do que os que são os tradicionais na maioria dos smartphones touchscreen que temos atualmente no mercado.

Em uma das laterais, você terá os botões de controle de volume de chamadas e toques de chamada.

Na outra lateral, não temos nada. Nem o botão de câmera digital, que é acionada pelos demais menus do aparelho.

Na parte superior, também não temos nenhum slot, ou nenhum conector. Tudo fica na parte inferior do aparelho.

Na parte inferior, encontramos o conector para cabo USB e conector para fones de ouvido. Tudo muito simples.

A parte traseira do aparelho é simples e elegante, em um tom black piano que mostra todo o potencial corporativo do aparelho. Com um simples detalhe em cinza na parte da câmera do aparelho (que é de 3.2 MP, com foco automático), e o logo do HTC no verso. Mantendo a simplicidade para destacar a elegância do smartphone.

Sua remoção de tampa de bateria é uma das mais simples de todas, tendo suas travas localizadas na parte inferior do aparelho, além de duas travas internas junto ao corpo do aparelho. Deslizando suavemente a tampa para baixo, você consegue remove a tampa de proteção de bateria sem maiores problemas.

Apesar de ter um encaixe relativamente simples, é mais uma tampa que devemos tomar o máximo cuidado na hora de seu encaixe, pois uma quebra desta peça pode significar dores de cabeça (e, obviamente, a substituição da tampa da bateria).

Visão geral da parte interna do aparelho, com a sua bateria conectada.

Aqui, já sem a bateria. Abaixo, você vai ver os slots de cartão SIM (parte superior) e microSD (lateral direita).

Como acessório, o aparelho enviado para a agência só veio com o cabo USB para carga de bateria e transmissão de dados. Bom, ligando o aparelho.

A interface Android é aquela que já é nossa velha conhecida. Porém, posso dizer que ele trabalhou mais rápido do que o Motorola Quench em algumas telas. Ou, pelo menos, o seu hardware oferece uma performance melhorada para o usuário, principalmente nas funções de gerenciamento de dados e contatos e navegação na internet.

Tela principal de aplicativos instalados no HTC Magic.

Algumas telas de alguns aplicativos abertos.

Sua câmera de 3.2 MP, em ação.

Por fim, o HTC Magic está APROVADO. É um aparelho que certamente vai agradar muito os usuários corporativos, e até mesmo os casuais, que buscam um aparelho elegante, robusto e com uma performance optimizada.

Dica de compras do TargetHD.net

Você pode comprar este e outros smartphones de qualidade através do nosso blog, com excelentes opções de parcelamento! Clique no ícone abaixo e confira!


v>