Mais um review para o blog TargetHD. Dessa vez, recebemos da TRUST um case para iPhone com bateria e carregador solar Green Power, um produto que pode ser um bom parceiro para aqueles que precisam que o seu smartphone da Apple tenha uma vida útil maior que o normal, e para quem quer recarregar a sua bateria com ou sem uma tomada por perto. A versão recebida para testes foi a versão para o iPhone 3GS, mas o Green Power está disponível em versões para o iPhone 4 e o iPod Touch.

Durante a cobertura do lançamento do Motorola Xoom e Motorola Atrix, utilizamos o produto para testar as suas características e funcionalidades. Logo, algumas marcas de uso estão no produto. Afinal de contas, testamos o produto nas mesmas condições que o usuário comum vai utilizar o produto.

A primeira coisa que chama a atenção no Green Power é o seu material. O case é revestido de um material emborrachado, que fornece um bom agarre, bem confortável para o uso diário. Outra vantagem é que o revestimento emborrachado evita que o case fique riscado ou com marcas de uso.

Foto da lateral do produto. Ele tem, basicamente, a mesma espessura de um telefone convencional. Lembrando que temos aqui um painel de carregador solar na parte traseira do case.

Aqui está o grande trunfo do case da Green Power: o seu carregador solar. Nos testes que fizemos, a sua função de recarga funciona de forma perfeita, e melhor, de forma autônoma, sem você precisar se preocupar com qualquer tipo de acionamento, mas falaremos dela mais para frente.

Na parte superior, você tem o espaço reservado para a câmera, e um espaço para você colocar uma braçadeira para pulso, como aquelas que você coloca no seu celular ou câmera digital.

Na parte inferior, temos os LEDs indicativos da quantidade de bateria do case, o botão de acionamento do carregador, e o LED solar. Quando o case está recebendo energia da luz do Sol, esse LED em vermelho acende, indicando que a bateria do case está em recarga de forma sustentável.

Outra alternativa de recarga da bateria é através dessa porta mini USB. Com ela, basta você conectar à porta USB do seu computador, que você pode recarregar (nessa ordem) o seu iPhone e, depois, a bateria do case. Um detalhe importante: a compatibilidade com o iTunes é total, ou seja, você pode fazer o sincronismo de suas músicas e backup do seu iPhone pelo próprio cabo USB que acompanha o case, dispensando o uso do cabo original do iPhone e, melhor, a necessidade de retirar o case para sincronizar o seu smartphone.

Visão geral do cabo USB do case. Um pouco pequeno, se comparado aos outros acessórios que já testamos.

Visão geral da parte inferior do case.

Aqui vemos o conector, que é o mesmo que temos no cabo do iPhone. É ele que faz a bateria do seu smartphone ficar carregada. A energia armazenada na bateria do case é transferida para o smartphone.

Sua conexão é simples: basta você deslizar o iPhone dentro do case, e conectar ao dock que está na parte inferior do carregador. Simples e prático.

Um dos detalhes observados nesse case é que ele fica levemente “solto” na sua parte inferior, uma vez que ele não tem a parte superior do case. Isso faz com que o iPhone escorregue no case, correndo um pequeno risco do smartphone cair durante uma retirada do bolso. O ideal é que, para a própria segurança do smartphone, que o case tivesse a sua parte superior, para deixar o iPhone 100% protegido.

A aparência do produto se integra relativamente bem no smartphone. Obviamente, você vai perder uma das características principais do iPhone, que é a sua baixa espessura, mas em compensação, você vai ter uma autonomia de bateria muito maior, o que é muito útil para quem precisa trabalhar no smartphone o dia inteiro.

Visão geral da lateral do produto. Aqui, fica claro o quanto que o iPhone ganha de espessura, uma vez que ele tem uma bateria adicional na sua combinação. Porém, repetimos aqui: vale muito a pena para quem precisa que o seu iPhone funcione por mais tempo.

Outro detalhe a ser ressaltado está na lateral aonde temos a chave que silencia a campainha e os botões de volume. Em alguns momentos, elas podem ter o seu acesso um pouco dificultado, pela proximidade da borda do case para esses botões, e pela altura estabelecida para esses botões. Porém, se você tiver um fone com controles integrados, isso não será um grande problema.

Mais uma característica do case é que ele fica com uma pequena folga na parte superior, mas nada que chegue a alarmar. Repito aqui que uma tampa superior seria muito bem vinda.

Visão geral da parte superior do iPhone com o case.

Visão detalhada da lateral direita do iPhone com o case.

Agora, o produto em funcionamento, e sendo testado na prática. Para você verificar a quantidade de energia armazenada na bateria do case, aperte uma vez o botão de comando. Você tem os LEDs acesos, cada um indicando a porcentagem fragmentada a cada 25%, parecido com o indicador de bateria que você tem na tela de seu celular. Com dois toques, você começa a carregar a bateria do iPhone.

Para interromper a recarga da bateria, basta pressionar o botão de comando por 3 segundos.

Depois disso, o telefone volta a atuar de forma independente, com a carga de bateria transferida do case para o iPhone.

Lembra do LED solar? Ele fica assim quando começa a receber energia do Sol. Nos nossos testes, com aproximadamente 2 horas de exposição do case à luz do Sol, você tem aproximadamente 30 minutos de conversação na rede 3G. Com isso, podemos concluir que, com até 20 horas de exposição solar, podemos ter uma carga completa do seu smartphone. É claro que você não deixar o case 20 horas consecutivas no Sol para ter esse resultado, mas fica o registro que realmente é uma mão na roda quando estamos na praia, ou em uma caminhada diária.

Não recomendamos você deixar o case no Sol com o seu iPhone conectado. Além de prejudicar o seu smartphone, para a carga solar, o que precisa ficar no Sol é apenas o case. Mas vale a pena registrar que não é necessário uma forte emissão de luz solar para que o sistema de recarga da bateria do case funcione. Uma boa emissão de luz do Sol é o suficiente para que o processo funcione.

Nos testes feitos, o produto cumpriu o que promete de forma exemplar. Ao receber o produto, nos foi recomendado uma carga USB completa de 10 horas, para um uso inicial. Recomendamos o mesmo para você que pretende comprar o case, para um melhor desempenho na hora de recarregar a bateria do seu iPhone.

Nos testes, utilizamos o smartphone normalmente (com 3G e WiFi ligados, e com várias áreas de sombra de sinal), até que sua bateria atingisse a marca de 20%. Nesse momento, ativamos o sistema de recarga de bateria do Green Power, que começa automaticamente a recarregar a bateria do seu smartphone.

Observamos que você pode continuar a trabalhar normalmente no iPhone enquanto o case recarrega a bateria do mesmo, exceto por alguns programas que apontam erro e/ou incompatibilidade no sistema de recarga. Mas isso não significa que o produto funcione. Em aproximadamente 2 horas de recarga, a bateria do iPhone atingiu uma porcentagem superior a 90%, e esses são números muito interessantes. Afinal de contas, você pode deixar o seu iPhone recarregando durante a hora do almoço, para ter autonomia completa de uso no período da tarde.

Abaixo, mais fotos do case acoplado ao iPhone.

Por fim, o case para iPhone com carregador solar Green Power da TRUST está APROVADO. Ele cumpre o que promete, e com muita competência e praticidade. Para quem não pode ficar sem bateria no seu smartphone, é uma opção mais que providencial, por ser um produto que pode ser encontrado no Brasil, além de estar com um preço menor que os seus concorrentes (R$ 199,00). Também se destaca positivamente pela proposta sustentável de contar com um carregador solar que, diferente de outros produtos, funciona muito bem na prática, sendo uma alternativa para aquelas horas que a tomada não está disponível.

Para maiores informações, acesse: http://www.inovativisolutions.com/

Siga no Twitter: @greenpowersun