Feliz Ano Novo, pessoal! Antes de mais nada, que este seja “o ano” para todos nós. Espero que os novos ares de 2010 possa dar um fôlego novo em todas as suas realizações.

Começo 2010 com um gagdet que já tem um tempo de lançamento, mas só agora tive a chance de colocar as mãos nele com a devida atenção e cuidado. Como minha mãe precisava descarregar fotos e vídeos de sua câmera digital, e ela nem tinha o computador (e conhecimento necessários para tal), aproveitei para fazer este favorzinho, e, de quebra, fazer o review deste produto que, durante minhas férias de setembro, utilizei por algumas vezes.

Logo, apresento a câmera digital Sony Cyber-shot DSC-W110.

Mais uma vez devo registrar aqui que fiz o review usando a câmera de meu smartphone Nokia E51. E, desta vez, vocês vão ver as diferenças gritantes entre o que uma câmera de celular faz, e o que uma câmera digital pra valer pode fazer por você. Pra começar esta câmera foi comprada em dezembro de 2008, por um preço (na época) de algo em torno de R$ 600. Hoje, por este mesmo preço, você tem câmeras de 8 a 10 MP e, pagando um pouco mais, você pode até comprar uma câmera de 12 MP. O que não significa que esta câmera não faça e muito bem a sua função de tirar fotos e gravar vídeos. De fato, para os usuários que só querem registrar os melhores momentos de sua vida, fazer fotos para o seu blog, Orkut, Flickr ou Facebook, ou simplesmente fotografar para imprimir depois, ela se sai muito bem.

Por ter pego a câmera apenas para descarregar as fotos, não estou com a caixa dele para fotos. Mas levei todos os itens do produto, para mostrar o que ele vem. Pra começar, o CD de instalação da câmera, que vem com alguns programas de edição de fotos e vídeos, e a versão digital do manual de instruções. Não é tão indispensável assim para descarregar as fotos, mas se você não quer pagar para ter um programinha básico para melhorar as fotos, vem bem a calhar.

Uma bolsa para você carregar a câmera, muito prática para colocar na cintura. Não atrapalha em nada sua locomoção e ajuda a não pesar nas mãos, quando necessário.

Ele não carrega pela USB. Ele vem com um carregador de bateria a parte, ou seja, toda vez que for viajar, vai ter que levar obrigatoriamente seu carregador. Para muitos, isso pode parecer um incômodo, principalmente para quem está acostumado a carregar seus gadgets no PC/notebook via USB.

O seu cabo de dados é um cabo USB, que também possui uma saída para áudio e vídeo. Ou seja, dispensa o uso de computador para visualizar as fotos e vídeos armazenados nela.

Um detalhe muito importante a ser registrado neste ponto: o cabo desta câmera digital NÃO É MINI USB! Ele possui um cabo proprietário. Logo, perder este cabo pode significar problemas sérios para você no futuro, pois é um trabalho um pouco maior encontrar um cabo proprietário, e isso falo para qualquer tipo de gadget.

Seu slot para bateria e cartão de memória são de fácil acesso, com a bateria tendo uma trava plástica para segurança. No mesmo acesso, o slot para cartões Memory Stick. No caso, usamos um cartão de 2 GB.

Sobre as suas configurações:

A Sony Cyber-shot DSC-W110 é de configurações muito simples e descomplicadas. Qualquer pessoa que não tenha nenhuma habilidade com câmeras digitais, dando uma boa olhada nas suas funções mais básicas, consegue, com poucas horas, fazer fotos e gravar vídeos com boa qualidade. Ele possui um sistema de menu em seu disco de opções (parte superior direita da câmera), que simplifica muito as coisas, onde cada opção pré-configurada está lá, com apenas um movimento de disco. Porém, isso pode complicar para aquelas pessoas que não lerem o manual de instruções, para procurar entender para o que serve cada um destes símbolos que estão no disco. Por isso, sempre segue aquela velha recomendação de: se vai pegar um gadget novo, leia o seu manual de instruções na íntegra, para evitar problemas.

Mas, para os mais experientes, não haverá problemas. Se serve de informação, os menus da câmera estão em português, o que facilita muito o entendimento das informações. Além disso, o botão Menu (no canto inferior direito da câmera) acessa as configurações avançadas do produto, como resolução de fotos e vídeos, local de armazenamento das imagens, efeitos de fotos, entre outros. Tudo muito simples e claro, para ninguém se perder.

Esta câmera possui uma lete Carl Zeiss, uma das melhores do mundo, o que aumenta a sua competência para captura de fotos e vídeos. Além disso, ela tem zoom óptico de 4X, o que garante uma boa qualidade de fotos a distância, e, no caso de filmagens, ela filma em 640p.

E quanto às fotos?

Como disse antes, não sou um fotógrafo profissional. Tiro fotos necessárias para serem postadas em meu blog. Logo, não posso dar uma opinião de um especialista sobre a qualidade das fotos desta câmera (e até peço que os que são da área deixem comentários aqui no blog). Mas, no meu entendimento, para o que quero de uma câmera digital (fotos para meu blog, algumas eventuais impressões em 10 x 15 e exibição no DVD para a família), ela se sai muito bem. Tirei algumas fotos para fazer a comparação de qualidade, em comparação à câmera de 2 MP do Nokia E51. Confira:


Nokia E51


Sony Cyber-shot DSC-W110


Nokia E51


Sony Cyber-shot DSC-W110

Por fim, meu veredito final para esta câmera da Sony, a Cyber-shot DSC-W110 é: APROVADA. Obviamente, existem produtos melhores hoje no mercado (isso é um fato), mas se você se deparar com uma dessas na sua vida, ou para uso na brincadeira, ou alguém lhe oferecendo para venda, eu recomendo a compra, principalmente se você quer ter a sua primeira câmera digital, com alguns recursos mais parrudos, como lente Carl Zeiss, bateria recarregável e filmagem de boa qualidade.

Abaixo, o teste de câmera do produto.

 

 


A seguir, o review em vídeo do produto.