Asus Zenfone 3

 

Desde 2014, a ASUS aposta a sério no mercado de smartphones, e nós do TargetHD.net acompanhamos essa caminhada desde o começo, com o Zenfone 5.

A cada ano, recebemos os lançamentos da empresa no segmento. Testamos o Zenfone 5, um modelo promissor, que mostrava em linhas gerais o que a empresa tinha em mente.

Recebemos o ASUS Zenfone 2, que já apresentava uma evolução no hardware e nas características, mas ainda contava com uma margem de melhora no entendimento de muitos.

Agora, temos o ASUS Zenfone 3, que entra com os dois pés no mercado de linha média premium, nova categoria de smartphones que o mercado como um todo abraça como alternativa de diversificação dos segmentos pré determinados.

Uma coisa fica evidente: temos aqui uma proposta madura. Um smartphone que está disposto a bater de frente com pesos pesados do mercado, tanto no design como nos números do seu hardware.

Porém, ainda existe um certo ceticismo à marca, também em parte por alguns problemas ocorridos nas gerações anteriores dos seus smartphones. Mas existe uma mudança pontual: esta é a primeira série de smartphones onde a Qualcomm assume o papel da Intel como principal parceira de hardware da ASUS nesse segmento.

A ASUS afirma ter aprendido várias lições com as experiências do passado. Será que o ASUS Zenfone 3 demonstra isso?

Vamos tentar responder esta e outras perguntas no review a seguir.

 

 

Características Físicas

 

20161017_1117250

 

Elegância, teu nome é ASUS Zenfone 3.

Sei que gosto é algo subjetivo, e pode variar de pessoa para pessoa. Mas acho que 9 entre 10 pessoas vão afirmar que estamos diante de um dos smartphones mais bonitos do mercado.

 

20161017_112026

 

A opção black saphire é muito elegante, e os detalhes em prata reforçam essa sensação de produto premium.

 

20161017_111936

 

O Zenfone 3 e um smartphone fino e leve, o que o torna agradável para um uso mais prolongado (mesmo com uma tela de 5.5 polegadas), tanto para chamadas como para interação com redes sociais, navegação na internet e jogos.

 

20161017_111907

 

As teclas capacitivas ainda estão presentes nos smartphones premium da ASUS. Confesso que é algo que ainda me incomoda, mas como esta parece ser uma tendência de reforço de identidade (além de permitir um melhor aproveitamento da tela), não posso ficar remando muito contra a maré.

 

20161017_1119570

 

Em compensação, a ASUS mostrou que é possível conceber um smartphone fino e, ainda assim, manter o conector para fones de ouvido de 3.5 mm.

 

20161017_111952

 

Botões de liga/desliga/bloqueio de tela e botões de controle de volume do mesmo lado, como deve ser.

 

20161017_1119430

Na parte inferior, um alto-falante e a porta USB Type-C, uma das boas novidades dessa nova versão. Observem as faixas de antenas estrategicamente colocadas, deixando o design ainda mais elegante.

 

20161017_111926

 

O slot para chips SIM e microSD…

 

20161017_111528

 

…em uma bandeja híbrida. Ou você usa dois SIM cards e não usa uma microSD, ou usa um SIM card e o microSD. Se bem que, com 64 GB de armazenamento, a maioria não precisa expandir o seu armazenamento.

 

20161023_140942

 

Visão geral da parte traseira do Zenfone 3. E, antes que você pergunte: ele não atrai tantas marcas de dedo como você imagina.

 

20161017_1120100

 

O sensor de câmera tem esse calombo que assusta, mas segundo a ASUS, a lente da câmera é protegida por um cristal de safira.

Logo, mesmo que o smartphone fique nessa posição, a tendência é que esse vidro não risque, já que a safira é um dos materiais mais resistentes do mundo.

Mas não vamos arriscar, certo?

O sensor de digitais vem para a parte traseira, algo que faz sentido para um uso mais intuitivo.

Em linhas gerais, o ASUS Zenfone 3 é um smartphone muito bonito e elegante. O resultado final ressalta aos olhos, e o dispositivo certamente vai atrair muitos usuários pela sua estética.

 

 

Acessórios

 

20161017_1120590

 

O kit de venda do ASUS Zenfone 3 inclui o básico para um produto de sua categoria (e o mesmo que muitos dos seus concorrentes diretos oferece): manual de instruções, chave de ejeção para a bandeja de SIM card, fones de ouvido, cabo USB Type-C e carregador com função de recarga rápida.

Destaque para esse carregador, que oferece pelo menos duas horas de conversação com apenas 5 minutos de recarga, e para os fones de ouvido, que são basicamente os mesmos que vieram no kit de venda o Zenfone 2, e que novamente são elogiados pela boa qualidade de áudio que ele entrega.

 

Tela

 

20161017_111804

 

O ASUS Zenfone 3 possui uma tela de 5.5 polegadas, padrão Super IPS+ com resolução Full HD (1920 x 1080 pixels), com brilho máximo de 600 nits e ocupando 77,3% da área total frontal, por conta das suas bordas de 2.1 mm de espessura.

É uma tela que oferece uma qualidade final de imagem excelente, com um ótima qualidade de brilho e contraste.

O toque da tela é muito suave, oferecendo uma experiência bem muito agradável, principalmente na interação com o sistema operacional e jogos.

O design Zen resultou em uma tela do tipo 2.5D, com os cantos curvados, acompanhando o design do produto.

No quesito tela, o Zenfone 3 é excelente. Aqui está garantida parte da boa experiência de uso do dispositivo.

 

 

Sistema Operacional e Interface de Usuário

 

screenshot_20161020-023449

 

O ASUS Zenfone 3 conta com o sistema operacional Android 6.0.1 Marshmallow, com a nova versão da interface Zen UI (3.0).

A ASUS defende sua experiência Android como algo mais completo do que o Android da Google, que é descrito como “capado”. E, de fato, a Zen UI oferece vários recursos adicionais que facilitam a vida do usuário no uso diário.

 

screenshot_20161020-023103

 

O Gerenciar Início é uma dessas funcionalidades. Ele realiza vários ajustes da tela principal da interface, onde é possível customizar ainda mais a experiência do Android no dispositivo.

 

screenshot_20161020-034108

 

O painel de acesso rápido a algumas funcionalidades também conta com itens que são consequência direta das modificações que a ASUS fez no sistema operacional. Por exemplo, você pode otimizar o desempenho do sistema, ou até mesmo configurá-lo para a utilização com uma das mãos, algo que é bem plausível por conta do seu tamanho de tela.

O que mais chama a atenção é que, mesmo com tantas modificações no Android, o Zenfone 3 ainda está muito fluído e funcional. É claro que temos que considerar um hardware competente e poderoso nisso, mas nem todos os grandes fabricantes do mercado conseguem isso.

 

 

Qualidade de Áudio e Chamadas

 

O alto-falante superior, para chamadas telefônicas, oferece uma qualidade de áudio dentro do esperado. É possível ouvir claramente a outra pessoa na chamada, mesmo em ambientes com maior quantidade de ruído.

O alto-falante inferior, para reprodução multimídia, conta com a tecnologia SonicMaster, e cumpre o que promete: também reproduz o áudio de forma bem clara, com um som de alta qualidade, dentro das condições propostas pela ASUS para esse dispositivo.

Em ambos os casos, é possível obter um ganho na potência de áudio com ajustes de software, em comandos simples e de acesso rápido.

O ASUS Zenfone 3 é um smartphone com suporte ao dual SIM. E durante os testes, a qualidade de recepção do sinal foi excelente, mesmo com operadoras diferentes.

O mesmo podemos dizer da qualidade das chamadas recebidas e originadas dos diferentes chips.

O gerenciamento dos chips SIM pode ser feito de forma simples e prática, onde existe uma flexibilidade para customizar o que cada chip vai fazer em diferentes situações.

 

 

Internet

 

Com conectividade WiFi 802.11 ac, a conectividade que esse dispositivo oferece é a melhor possível. Downloads e uploads rápidos e eficientes, o que favorece e muito na hora do consumo e transmissão de conteúdos via streaming.

O mesmo acontece com a conectividade 4G presente no dispositivo. Apesar de apenas um dos chips SIM escolhidos pelo usuário permitir o acesso ao pacote de dados, o Zenfone 3 o faz da forma mais eficiente possível, com uma qualidade de sinal muito boa.

Melhor até do que modelos top de linha de outros fabricantes, por sinal.

 

 

Câmera

 

20161017_1120100

 

A ASUS adicionou tantos recursos, funcionalidades e tecnologias nas câmeras do Zenfone 3, que é difícil fazer um resumo de tudo. Mas podemos afirmar uma coisa: os resultados aqui são surpreendentemente positivos.

Explicando: no Zenfone 5, recebemos câmeras boas, mas dentro da média do mercado. No Zenfone 2, temos sensores que evoluíram, mas que ainda tinham uma margem de melhora.

 

screenshot_20161020-025808

 

No caso do ASUS Zenfone 3, temos câmeras que entregam resultados excelentes, que deixarão plenamente satisfeitos a maioria dos usuários que simplesmente desejam registrar alguns dos seus melhores momentos.

O sensor traseiro do dispositivo conta com 16 MP de resolução, um sensor Sony IMX298 (f/2.0), com lente protegida por cristal de safira, estabilizador ótico, foco a laser (em 0,03 segundo), detecção por fase, auto-foco contínuo, vários recursos de estabilização por eixos, entre outras tecnologias.

 

screenshot_20161020-025833

 

É um conjunto de hardware muito interessante para um dispositivo de linha média premium, que trabalha em conjunto com um software que entrega uma grande gama de recursos: o Pixel Master 3.0.

O modo automático (com HDR e foco a laser) já é mais que suficiente para o registro de boas fotos casuais.

 

p_20161018_182930_1_vhdr_auto

 

Porém, a ASUS adicionou pelo menos outros 20 modos de captura, que entregam uma versatilidade maior para os mais casuais.

Destaco aqui opções bem interessantes, como o modo ZenFlash (dedicado ao flash auxiliar oferecido pela empresa), HDR Pro, Super Resolução, Crianças, Pouca Luz, Cena Noturna, Profundidade de Campo, Câmera Lenta, entre outros.

 

p_20161018_092133_vhdr_auto

 

Mas os fotógrafos mais exigentes poderão desfrutar dos benefícios do modo manual, algo que está se popularizando no universo das câmeras de smartphones.

 

p_20161017_140326_1_vhdr_auto

 

O resultado final dessa combinação são fotos de uma qualidade excelente, com um nível de detalhes surpreendente. A evolução que a ASUS implantou nesse aspecto é enorme, e com certeza os usuários ficarão satisfeitos com os resultados obtidos em diferentes situações.

 

p_20161018_092151_bf

 

A câmera frontal também recebeu melhorias notáveis. O sensor de 8 MP (f/2.0) tem campo de abertura de 84 graus, e entrega resultados muito bons em diferentes tipos de iluminação.

 

p_20161017_142058_vhdr_auto

 

O software mantém algumas de suas funcionalidades das gerações anteriores, incluindo o modo de embelezamento. Mas dessa vez, a ASUS parece ter ajustado esse recurso para que o mesmo trabalhasse com o hardware de maior qualidade, o que resulta em fotos mais naturais do que o que observamos no Zenfone 2.

 

p_20161017_140314_vhdr_auto p_20161017_140321_vhdr_auto p_20161017_140311_vhdr_auto p_20161017_105501_vhdr_auto p_20161017_105807_vhdr_auto p_20161017_105814_vhdr_auto p_20161017_105829_bf p_20161020_025704_vhdr_auto

 

 

Games

 

screenshot_20161020-034048

 

Com um conjunto de hardware tão promissor, era de se esperar que o Zenfone 3 se saísse bem nos games.

Os jogos que normalmente utilizamos em nossos testes rodaram sem maiores problemas ou travamentos. Talvez um pouco de arrastos em Dead Trigger 2, mas nada que comprometa a jogabilidade do título.

Com uma tela tão sensível e um hardware poderoso, a jogabilidade está garantida. Os gamers ficarão satisfeitos com os resultados.

 

 

Multimídia

 

A combinação do hardware, uma tela Full HD de 5.5 polegadas e a tecnologia de áudio SonicMaster resultam em um ótimo dispositivo para a visualização de vídeos e filmes.

Tanto na reprodução de vídeos armazenados no dispositivo como na reprodução por streaming, o conjunto técnico do ASUS Zenfone 3 garantem uma ótima experiência de uso.

O smartphone também vai muito bem na reprodução de músicas por streaming, assim como dos arquivos de áudio armazenados.

 

 

Bateria

 

Aqui está a melhor surpresa do ASUS Zenfone 3.

A ASUS afirma que o período onde foi parceira da Intel deixou várias lições. Uma delas é no desenvolvimento de soluções para otimização da bateria.

Muitos alegavam que o Zenfone 5 e o Zenfone 2 não iam muito bem nesse aspecto, e um dos motivos eram os chips da Intel. Com a Qualcomm, isso mudou. E com o expertise adquirido pela ASUS nesse aspecto, alcançou resultados surpreendentes.

 

screenshot_20161021-010221

 

O conjunto hardware + software entregam com muita facilidade um dia de uso para a maioria dos usuários. Mesmo em um uso mais intenso, é possível alcançar esse objetivo. Em uso muito moderado, eu posso dizer que é possível alcançar até dois dias de uso longe do carregador.

E, mesmo que você se esforce muito para drenar essa bateria rapidamente (com jogos, vídeos, tempo de tela ligada, gravação de vídeos, etc), você ainda pode contar com o carregador com modo de recarga rápida, e pronto. Nada de ficar sem bateria quando você mais precisa.

 

 

Armazenamento

 

A unidade do ASUS Zenfone 3 que recebemos para os testes conta com 64 GB nativos de armazenamento, o que é mais que suficiente para a maioria dos usuários.

Mas se você entende que precisa de mais espaço que isso, saiba que pode utilizar um cartão microSD de até 2 TB de armazenamento.

Sem falar que você recebe da ASUS 100 GB adicionais de armazenamento no Google Drive por dois anos.

Precisa de mais alguma coisa?

 

 

Desempenho

 

Destacamos esse aspecto em vários momentos desse review, e agora não seria diferente. O ASUS Zenfone 3 oferece um resultado final muito bem ajustado, entregando uma das mais agradáveis experiências de uso do Android em 2016.

Durante os testes, o modelo não apresentou travamentos, engasgos ou paradas críticas. Pelo contrário: a performance foi plena o tempo todo, nas mais diferentes atividades.

Vale aqui observar que a ASUS está trabalhando na otimização do software do Zenfone 3 desde julho de 2016. E estamos falando de um dispositivo que está chegando ao mercado só agora.

Esse trabalho, combinado com o bom hardware do produto, resultou no melhor Zenfone lançado pela ASUS até agora.

 

 

Conclusão

 

20161017_111721

 

O ASUS Zenfone 3 representa uma nova fase da empresa dentro de sua aposta no mercado de telefonia móvel.

Representa uma clara evolução em relação à geração anterior, e se coloca em pé de igualdade com modelos concorrentes de preço. Ao mesmo tempo, mantém sinais fortes de identidade, algo importante para um produto dentro de um mercado tão competitivo.

Com um design elegante, bem construído, funcionalidades agregadas, ótimas câmeras, uma boa tela, capacidade de armazenamento farta e um desempenho excelente, fica difícil justificar a compra de um modelo top de linha.

A maioria dos usuários com certeza poderão ter no Zenfone 3 o dispositivo ideal para as suas necessidades.

E, com isso, o mercado de smartphones de linha média premium acaba de ficar muito mais interessante.

 

 

Review em vídeo