DSC09271

O mercado de tablets segue com o seu embate frenético, buscando conquistar o consumidor com alguns aspectos considerados essenciais: tamanho, preço, conectividade, design, recursos, entre outros. Com uma competição acirrada entre os fabricantes, e diferentes opções de produtos e preços, analisar em detalhes as diferentes opções disponíveis em nosso mercado pode ser um grande negócio para o consumidor. E o TargetHD, como sempre, decide te dar uma mãozinha, apresentando o review do tablet Asus Fonepad 7.

A assessoria de imprensa da Asus no Brasil enviou para testes uma unidade do produto, que chega com a missão de buscar a sua fatia do mercado, oferecendo dois interessantes diferenciais: a oferta das funções telefônicas (receber e realizar chamadas através das redes móveis, via micro SIM card) e um produto com um desempenho um pouco acima da média de sua faixa de preço, com a ajuda do processador Intel.

Testei o produto por dez dias, com o objetivo de responder essa e outras perguntas. A seguir, as minhas respostas.

Características Físicas

O Asus Fonepad 7 é a segunda versão do tablet apresentado no ano passado (Asus Fonepad), que oferecia como diferencial ser um produto com um processador Intel e funções de telefonia. Não cheguei a testar essa versão, mas pelo o que pude averiguar nas minhas pesquisas para a produção desse review, a Asus modificou muito o conceito do produto para chegar no resultado apresentado desse novo modelo.

Tantas mudanças foram feitas com o objetivo de adequar o produto ao cenário delimitado pelo mercado, que hoje é dominado pelos modelos com tela entre 7-8 polegadas, com um custo de fabricação menor e um preço final para o consumidor competitivo. Nessa equação, a Asus modificou o material de acabamento do produto, e adicionou alguns diferenciais, que serão detalhados mais adiante nesse review.

DSC09280

Dito isso, estamos diante de um tablet com tela de 7 polegadas, pensado em ser prioritariamente confortável no seu uso diário. Apesar de trocar a carcaça de alumínio pelo plástico, a construção do produto é bem compacta, sem apresentar peças móveis ou parafusos. É um produto bem construído, apesar da sua simplicidade na proposta de design.

DSC09274

Nas partes superior e inferior, temos o alto-falantes para chamada e o microfone. Sim, pois é sempre bom lembrar que o dispositivo também possui funções de telefonia, logo, tais itens estão presentes pensando na possibilidade de alguém utilizar o tablet como um telefone convencional… da forma convencional… levando o produto ao rosto (por favor, não faça isso, pois não pega bem; use fones de ouvido como qualquer pessoa civilizada faria).

DSC09286

Nas laterais, temos o slot para o micro SIM card, os botões de liga/desliga, controles de volume e slot para cartões microSD, todos de fácil acesso.

DSC09291

Na parte superior, temos o conector para fones de ouvido…

DSC09299

…e na parte inferior, o conector para o cabo micro USB.

DSC09311

Câmeras frontal e traseira completam o conjunto de características físicas do dispositivo.

A seguir, mais fotos do dispositivo, registradas durante os testes.

DSC09279 DSC09294 DSC09305

Acessórios

O kit do produto enviado pela assessoria de imprensa da Asus Brasil trouxe os elementos básicos para que o usuário possa utilizar o produto de forma imediata. Ou seja, o adaptador para rede elétrica, manuais e o cabo USB para comunicação com o computador e recarga de bateria.

DSC09332

Pude conferir em alguns e-commerces que esses são os mesmos itens que o usuário vai receber em casa ao adquirir o produto, e aqui, temos pelo menos um problema. O kit não oferece nenhum fone de ouvido com microfone integrado, sugerindo que o usuário utilize o produto no modo telefone “levando o tablet gentilmente junto ao rosto”. Eu tenho quase certeza que a maioria dos usuários simplesmente vão odiar essa opção, não só pelo desconforto, mas pelo péssimo impacto visual que um tablet na sua cara pode causar.

Espero que a Asus corrija esse detalhe no futuro.

Tela

O Asus Fonepad 7 possui uma tela de 7 polegadas IPS (1280 x 800), com 10 pontos de pressão multitouch. É uma tela um pouco melhor do que aquela que você encontraria em um tablet “básico” (ou de marcas menos conhecidas… ou os famosos modelos “xing-ling”), e trabalha em pé de igualdade com a maioria dos seus concorrentes diretos de preço.

DSC09322

A boa notícia é que não me decepcionei com essa tela. O seu desempenho ao toque é bom, com uma resposta bem aceitável para a imensa maioria das atividades realizadas com o produto.

A qualidade de imagem também é bem satisfatória, levando em consideração a proposta de preço do produto. Durante os testes, não senti desconfortos ou descontentamentos na hora de visualizar vídeos, navegar na internet, ver fotos, rodar jogos e outras atividades que exigem uma boa qualidade de imagem.

DSC09318

Em resumo: para um produto que quer competir com os modelos de entrada, oferecendo diferenciais, o conjunto da sua tela pode ser considerado um desses pontos a se levar em consideração na hora da escolha.

Sistema Operacional e Interface de Usuário

Screenshot_2014-04-17-19-12-17

Estamos diante de um tablet com sistema operacional Android 4.3 Jelly Bean, que possui um intermediário nível de customização por parte da Asus. Não foi algo tão radical quanto as interfaces de usuário apresentadas pela LG e Samsung, mas é possível identificar as alterações propostas pelo fabricante, com detalhes que reforçam a assinatura e proposta da Asus no produto para envolver o usuário.

Screenshot_2014-04-17-19-12-38

Uma barra de atalhos para aplicativos de produtividade foi adicionada na parte inferior da interface, se sobrepondo aos atalhos do dock quando acionada. É uma proposta semelhante ao QSlide da LG, mas com um acesso mais direto – através de um ícone específico nas teclas de comando -, e com atalhos com um tamanho mais visível.

Aplicativos nativos do Android, como Câmera, Calculadora e Gerenciador de Arquivos também foram bem modificados pela Asus, e em cada um deles temos pontos de relativa customização, que deixam a assinatura e proposta do fabricante.

Screenshot_2014-04-17-19-12-56

A tela de aplicativos também mostra mudanças que são interessantes, como o acesso aos apps mais utilizados e diferentes modos de organização de ícones, além do tradicional atalho para a Play Store.

Nenhuma dessas mudanças são impactantes, tanto no aspecto visual quanto na performance do dispositivo. O sistema se comportou muito bem durante os testes, e apresentou um desempenho até impressionante, levando em consideração as suas características técnicas. Entre as propostas de entrada, posso afirmar que o trabalho realizado pela Asus no Fonepad 7 foi bem feito nesse aspecto.

Screenshot_2014-04-17-19-13-04

Qualidade de Áudio e Chamadas

Como um dos diferenciais do Asus Fonepad 7 é o fato dele permitira que o usuário realize e receba chamadas, esse é um fator que precisava entrar na nossa avaliação, invariavelmente. E aqui, podemos dizer o produto cumpre com o prometido, sem maiores dificuldades.

Apesar do fato do kit de venda não oferecer fones de ouvido para tornar a conversação algo mais prático, confortável e esteticamente elegante, o Fonepad 7 é compatível com a maioria das fones de sua preferência, desde que conte com um microfone integrado. Logo, empecilhos para evitar colocar o tablet junto ao seu rosto não faltam.

Screenshot_2014-04-17-19-17-08

Durante os testes, a qualidade de áudio para conversações foi boa. É claro que os resultados podem variar de acordo com o fone de ouvido que você escolher para utilizar com o produto, mas em linhas gerais, a conversação pode ser feita de forma eficiente, sem interferências ou obstáculos. Os alto-falantes externos do produto contam com volumes intermediários, e são audíveis desde que o ambiente onde você está se comunicando esteja em silêncio, ou com baixo ruído externo.

Agora, se você ainda assim quer usar o tablet como um telefone convencional, ou seja, colocando o produto contra o seu rosto… boa sorte (apesar de entender que você está fazendo isso errado). Além de ser desajeitado para segurar, você é obrigado a fazer isso com a mão direita, já que o microfone do produto está posicionado na parte inferior esquerda do produto.

GPS

Nesse aspecto, o Asus Fonepad 7 vai muito bem. O tablet consegue identificar a sua posição pelo GPS rapidamente, e sem a ajuda dos recursos de localização de rede. Logo, pode ser uma interessante opção para aqueles que querem utilizar o produto como ferramenta de geolocalização, principalmente com aqueles aplicativos que usam mapas offline. Entendo que não são poucos os usuários que dispensam o GPS do carro para utilizar o tablet para se encontra no mundo.

Câmera

Mais um vez, é importante lembrar que, em via de regra, as câmeras nos tablets são mais um “bônus de boa vontade do fabricante” do que um item que devemos considerar como prioritário no dispositivo. Por conta disso, as cãmeras presentes nos tablets não contam com a mesma qualidade elevada encontrada em alguns smartphones mais badalados no mercado. E as câmeras do Asus Fonepad 7 não são uma exceção.

Screenshot_2014-04-17-19-14-57

O aplicativo de câmera do Fonepad 7 até que é bem intencionado na hora de oferecer recursos para o usuário. Com ela, você pode registrar fotos com alguns ajustes como ISO, balanço de branco, exposição, entre outros.

Screenshot_2014-04-17-19-15-32

Também é possível contar com alguns filtros de imagens, foco através do toque na tela, entre outros recursos. Para uma câmera em um tablet de entrada, até que a Asus adicionou muitas funções, ainda mais considerando o tipo de usuário e a faixa de preço proposta pelo produto.

Screenshot_2014-04-17-19-15-04

O mesmo se repete para a filmadora da câmera, cujo software oferece vários recursos e ajustes que podem tornar a parte de gravação de vídeos mais dinâmica e intuitiva para a maioria dos usuários que querem gravar vídeos de forma casual e descompromissada no dispositivo.

Screenshot_2014-04-17-19-15-24

Porém, estamos diante de um sensor simples, com 5 megapixels de resolução, e sem o mesmo hardware presente em smartphones top de linha ou outros tablets. Com isso, o resultado das fotos capturadas pelo Fonepad 7 varia de regular para ruim, dependendo da condição da foto capturada.

P_20140421_120243

Para fotos casuais, com o objetivo de compartilhamento nas redes sociais ou postagens no Instagram, a câmera do Fonepad 7 é suficiente. Mas não espere mais do que isso. Os mais exigentes não vão considerar o produto como uma opção (aliás, os mais exigente vão utilizar um smartphone com uma câmera potente, ou até mesmo uma câmera digital proprietária), mas para aquele usuário iniciante no mundo da tecnologia, é mais do que suficiente.

P_20140421_183243

Se as fotos durante o dia ficam com qualidade intermediária, as fotos noturnas apresentam os mesmos problemas que a maioria das câmeras que já testamos em tablets e até smartphones: alta quantidade de ruído, dificuldade no foco da imagem, entre outros detalhes que dificilmente veremos solucionados nesse tipo de dispositivo.

P_20140421_120708

A câmera fontal também apresenta resultados razoáveis e aceitáveis para um produto do seu porte. Mais pensada nas videochamadas, ela “quebra um galho” para capturar aquela selfie com os amigos.

A seguir, algumas fotos que registramos durante o período de testes.

P_20140421_120250 P_20140421_120300 P_20140421_120316 P_20140421_120322 P_20140421_120357 P_20140421_120418 P_20140421_120539 P_20140421_120559 P_20140421_120629 P_20140421_120641 P_20140421_120816 P_20140421_120824 P_20140421_183103 P_20140421_183122 P_20140421_183208 P_20140421_183228

Games

É importante aqui lembrar que o Asus Fonepad 7 é, antes de tudo, um tablet de entrada, com especificações técnicas simples, mas com o adicional de contar com funções telefônicas. Logo, o seu desempenho nos jogos é dentro do esperado para um produto do seu perfil. Ou seja: faz bem o básico, mas não tão bem o mais avançado.

Screenshot_2014-04-17-19-32-13

Em jogos mais casuais, como Subway Surfers e Jetpack Joyride, o Fonepad 7 não apresentou problemas ou dificuldades de execução. Aliás, o desempenho foi bem satisfatório com esses títulos também por conta da boa sensibilidade de sua tela.

Screenshot_2014-04-17-20-08-54

Porém, em jogos mais elaborados, como Dead Trigger 2 e Iron Man 3, foi observadas as limitações de execução, como alguns travamentos e lags. Além disso, foi detectado um problema de ajuste do acelerômetro com Iron Man 3, que atrapalhou a jogabilidade a ponto de não ser uma opção de jogo a ser executado no produto.

Screenshot_2014-04-17-20-03-59

Outro caso peculiar é o do Real Racing 3. Levando em conta que o tablet possui apenas 4 GB de armazenamento disponíveis para o usuário, e que o Real Racing 3 sozinho tem mais de 1.5 GB de dados (fora os itens extras), a instalação do aplicativo no tablet foi uma missão um tanto quanto árdua. E no final das contas, a sua execução também apresentou problemas que interferiram na sua jogabilidade.

Screenshot_2014-04-17-19-23-17

Não me entendam mal nesse item: não estou aqui afirmando que rodar jogos no Asus Fonepad 7 é algo impossível. Quem sabe se você for tolerante com todos os lags e travamentos ele possa te satisfazer. Mas para os mais exigentes, certamente ele não é uma opção a ser considerada.

Multimídia

O modelo até que tem recursos interessantes de multimídia, como aplicativos personalizados de música, fotos e vídeos. E nesse aspecto, o comportamento do Asus Fonepad 7 foi dentro do esperado. Durante os testes, executando arquivos de diferentes formatos e resoluções, o produto se comportou bem, reproduzindo os formatos mais populares sem maiores problemas.

Screenshot_2014-04-17-19-18-37

Também é importante observar que o tablet possui aplicativos próprios para aquisição de revistas e músicas, além das opções oferecidas pela Google de forma nativa. Para os mais casuais, que ainda não se preocupam com as elevadas resoluções de tela (Full HD, 2K, 4K, etc), o Fonepad 7 pode ser uma boa opção para ver vídeos em qualquer lugar.

Screenshot_2014-04-17-19-15-54

Bateria

Aqui, vemos como a Intel se faz presente com o seu processador (Atom Z2560 Dual-Core de 1.6 GHz). Já vimos como a Intel é capaz de criar chips que são capazes de entregar performance com um baixo consumo de bateria (vide o Motorola RAZR i), e no caso do Asus Fonepad 7, isso não é diferente.

Screenshot_2014-04-17-19-16-26

Durante os testes, o produto teve um bom comportamento de consumo de bateria, levando em consideração um uso normal do produto (com o sinal de rede de telefonia móvel ativo), podendo aguentar pelo menos um dia de uso. Sua bateria de 3.950 mAh teve uma autonomia de uso bem satisfatória durante a reprodução de vídeos, e em standby, o consumo de bateria é simplesmente irrisório. Isso mostra a competência desse conjunto técnico no consumo de recursos quando o tablet não está em uso.

É claro que esse consumo acaba sendo maior quando as atividades que envolvem um uso de tela por um maior período de tempo (leitura, vídeos, jogos, etc). Mesmo assim, entendo que o trabalho aqui foi bem feito, principalmente se comparado com alguns dos seus concorrentes diretos de sua categoria.

Desempenho

O Asus Fonepad 7 é um produto que até surpreende na sua performance. Mesmo com um conjunto de hardware considerado de entrada (processador Intel Atom Z2560 dual-core de 1.6 GHz, 1 GB de RAM, 8 GB de armazenamento – 4 GB disponível para o usuário), o produto se comportou muito bem durante a maior parte do tempo nos testes, com respostas rápidas, um toque fluído e sem travamentos durante as transições.

Screenshot_2014-04-17-19-13-33

Tal desempenho positivo acontece por conta de um Android 4.3 Jelly Bean com uma customização que não exige muito do pacote de hardware, e da já citada competência do processador da Intel. E para o seu público-alvo (os usuários casuais), o modelo oferece uma performance que é mais do que suficiente para as tarefas mais cotidianas.

Screenshot_2014-04-17-20-09-57

Porém, mais uma vez devo observar que o Fonepad 7 é um dispositivo de entrada, e como já citei antes nesse review, ele não é um dos produtos mais recomendados para os gamers mais exigentes. Ele roda bem os jogos casuais e/ou com gráficos menos exigentes e elaborados. Porém, os jogos mais complexos, com gráficos mais avançados, podem resultar em um desempenho um pouco abaixo do ideal.

Conclusão

O Asus Fonepad 7, no seu conjunto geral, está aprovado. O produto é bem pensado, entrega um bom desempenho para as tarefas mais simples, e traz um diferencial para alguns usuários, que desejam utilizá-lo como um tablet. Por outro lado, se o que você precisa é um desempenho mais elaborado, e pode viver bem sem um telefone no tablet, existem outras opções mais completas e com um custo até menor.

DSC09268

Entendo que a compra do Asus Fonapad 7 deve ser indicada para aqueles usuários que farão bom uso da mobilidade e da comunicação que o dispositivo oferece. A escolha aqui é abrir mão do desempenho para obter um maior poder de comunicação e conectividade do produto. Pensando nesse aspecto, é uma boa relação custo/benefício. Porém, para quem entende que o tablet é um produto muito pais para consumir conteúdos do que se comunicar pela rede móvel, pode não ser a melhor opção.

No final das contas, a escolha é sua, diante de suas necessidades. Mas até que o Fonepad 7 agrada no seu conjunto geral.

Review em Vídeo


04-botao-clique037-180.jpg