DSC01350

O primeiro produto que chega para review no TargetHD em 2013 é o adaptador Android para TV NewLink (TV101). Um dos motivos para testar o produto foi justamente a curiosidade em saber como esse tipo de dispositivo poderia trabalhar nas nossas TVs que não são inteligentes. Pode ser uma forma interessante do usuário ampliar as funcionalidades de suas telas por um preço reduzido.

Mas… será que o produto da NewLink pode, por exemplo, competir com o Apple TV, mesmo sendo R$ 100 mais barato? Ou devemos esperar pelo Chromecast dar as caras por aqui de forma oficial? Para qual consumidor esse adaptador é recomendado? A relação custo/benefício… compensa?

Testamos o produto por duas semanas, e esse review pretende responder essas e outras questões.

Características Físicas

DSC01351

O adaptador da NewLink, visto pela primeira vez, lembra um pendrive, literalmente. Com dimensões de 8.2 x 2.65 x 1.38 cm, é um pouco maior que um dispositivo de armazenamento via USB, o que faz com que o produto seja bem portátil para todos os usuários. Não só isso: ele é portátil e compacto. As chances do produto ficar oculto à sua vista, atrás da televisão, são grandes.

Outro ponto que deve ser destacado no modelo da NewLink é a grande disponibilidade de portas, ainda mais considerando o seu tamanho. O produto pode suportar pendrives de HDs externos, graças às suas portas USB e microUSB On The Go. Sem falar no seu slot para cartões microSD de até 32 GB, o que acaba sendo uma mão na roda para aqueles que querem assistir os seus conteúdos armazenados em diferentes dispositivos.

DSC01354

Além disso, algumas portas são compatíveis com periféricos de entrada, como teclado e mouse sem fio, algo que pode ser muito útil (praticamente essencial) na hora de interagir com a interface de usuário, ou para a entrada de dados.

Apesar do manual de instruções indicar a possibilidade da instalação de um aplicativo de controle remoto compatível com o adaptador para smartphones e tablets com o sistema Android, não consegui realizar a operação durante os testes (o APK não foi encontrado na internet, e não estava disponível no próprio adaptador).

DSC01358

Do mais, é um produto simples e discreto. Pode ser transportado para qualquer lugar no bolso de sua calça ou mochila, o que pode ser uma vantagem para quem quer ir além do consumo multimídia puro e simples. Imagine você poder fazer uma reprodução multimídia em qualquer lugar, utilizando a apresentação que já está salva no próprio adaptador, e sem depender necessariamente de um equipamento de terceiros que você não domina.

DSC01361 DSC01367

Acessórios

O produto possui um kit de acessórios bem simples. Na verdade, são itens complementares para o bom uso do produto: um cabo USB/miniUSB, adaptador para a rede elétrica e manual de instruções. Aqui, a NewLink prevê a possibilidade de uso do produto quando a TV não contar com portas USB disponíveis para aproveitar a energia da própria TV para alimentar o produto.

DSC01370

Mesmo com boa parte dos lançamentos contar com, pelo menos, duas portas USB disponíveis, alguns modelos mais antigos, que por sua vez são compatíveis com o adaptador Android, contam apenas com uma única porta USB. Se o usuário tem algum tipo de utilização do aparelho com essa porta, o adaptador para a rede elétrica se faz necessário.

Sistema Operacional e Interface de Usuário

O adaptador da NewLink possui o sistema Android 4.2 Jelly Bean, com uma interface de usuário praticamente pura, com pouquíssimas customizações. Toda a interação pode ser feita via teclado e mouse sem fio.

DSC01388

Por conta disso, a sua interação com o sistema é simples e objetiva. Qualquer um que já tenha utilizado um tablet ou smartphone Android não vai encontrar problemas ou dificuldades em interagir com a interface de uso escolhida pela NewLink, que está sob medida para a sua principal missão: transformar a sua TV em uma Smart TV. Sim, pois a partir desse dispositivo, você passa a ter acesso à internet, pode ler os seus e-mails, acessar as redes sociais e, principalmente, ver vídeos.

Multimídia

Nesse último aspecto, por contar de forma nativa com uma resolução Full HD, o dispositivo consegue reproduzir vídeos em alta resolução, tanto via streaming (YouTube, Netflix, Crackle, etc) quanto aqueles armazenados em um dispositivo externo (HDs, pendrives, armazenamento em SD). Nessa categoria, o produto cumpre o que promete, sem maiores problemas, mesmo contendo um hardware relativamente limitado (processador Cortex-A9 RK292B de 1.2 GHz, 512 MB de RAM DDR3 e 4 GB de memória interna – expansíveis via slot para cartões microSD de até 32 GB).

DSC01386

Para outras atividades comuns em dispositivos conectados (redes sociais, navegação na internet, e-mails, etc), o produto da NewLink também entrega um desempenho bem satisfatório, permitindo que a maioria dessas tarefas sejam realizadas sem maiores problemas.

Jogos

Eu sei que algumas pessoas que estão lendo esse review já estão questionando sobre a possibilidade de rodar jogos Android com este adaptador da NewLink. Na teoria, é possível sim, já que você pode instalar esses jogos na memória interna do adaptador. Na prática, o produto não foi feito para isso, e a experiência pode ser muito decepcionante para os mais esperançosos.

Nos breves testes que fizemos nesse aspecto, jogos considerados básicos, ou com baixo consumo de recursos (Jetpack Joyride, Subway Surfers, etc), rodaram com algumas dificuldades. Já títulos mais pesados (Iron Man 3, Real Racing 3, Dead Trigger 2, etc) nem chegam a rodar no adaptador.

Logo, o produto da NewLink, apesar de ser pensado no entretenimento do usuário, não é o mais adequado para os jogos. Novamente, ressaltamos que não é o objetivo do produto. O dispositivo nem tem portas compatíveis para isso (apesar do conector USB e compatibilidade com dongles Bluetooth), e o seu hardware é naturalmente bem limitado.

Desempenho

O Adaptador Android para TV NewLink oferece um desempenho razoável, dentro da sua proposta de uso. Levando em conta que a maioria dos sistemas de Smart TVs disponíveis nos principais fabricantes do mercado não se destacam necessariamente pela fluidez e performance limpa, o produto aqui analisado fica dentro da média. Porém, alguns usuários mais exigentes certamente vão se irritar com alguns arrastos nas transições de telas, e com a lentidão acima do normal para conexão com as redes WiFi.

DSC01382

Na prática, temos a experiência de um tablet em uma tela com resolução Full HD. Entendo que, se fosse um dispositivo mais potente, o produto poderia ser uma razoável alternativa para quem eventualmente quer navegar na internet, acessar as redes sociais a partir da tela da TV.

Porém, por conta das suas características técnicas, a forma mais adequada de uso do produto é no consumo de vídeos nas diferentes opções de armazenamento disponíveis para o usuário. Para quem gosta do Android, a escolha pode ser bem interessante, já que universaliza a experiência de uso.

Conclusão

O Adaptador Android para TV NewLink (TV101) pode ser uma opção interessante para quem não pode (ou não quer) esperar pelo Google Chomecast. Até mesmo profissionais podem adotar esse adaptador para eventuais apresentações, aproveitando a interface do Android e suas funcionalidades nativas. Porém, particularmente, eu aguardaria pelo Chromecast, ou investiria um pouco mais em um produto com opções de uso mais flexíveis.

Provavelmente, muitos que vão ler esse review concordarão que o Chromecast ou um media box Android podem oferecer uma melhor relação custo/benefício. Por outro lado, a opção da NewLink é discreta, portátil e minimamente funcional para aqueles que só querem consumir vídeos na web ou em dispositivos externos. Poderia custar mais barato? Talvez sim, principalmente levando em conta as suas especificações de hardware. Mas não deixa de ser uma opção de compra, principalmente para aqueles que estão cientes dos prós e contras analisados nesse review.