650_1000_iphone6-1

Faltando poucos dias para o suposto anúncio do iPhone 6 (todos acreditam que isso vai acontecer em 9 de setembro), uma fonte próxima da fábrica da Foxconn em Zhengzhou informa que o novo smartphone está a ponto de entrar na fase de testes de validação, o último antes de uma iminente fabricação em massa. Porém, a Apple pode estar enfrentando alguns problemas no fornecimento das telas do dispositivo, o que pode atrasar a sua fabricação.

Segundo a Reuters, uma fonte de dentro da cadeia de fornecimento de componentes informa as três empresas que estão fabricando as telas do novo smartphone (ao que parece, LG Display, Japan Display e Sharp) estão tendo sérios problemas para produzir as unidades de telas que a Apple necessita.

A gigante de Cupertino encomendou inicialmente que essas empresas fabricassem as telas do iPhone 6 de 4.7 poleagdas com uma única capa de retro-iluminação, para reduzir a sua espessura. Quando as primeiras unidades foram disponibilizadas, o brilho dessas telas ficou mais baixo do que o esperado. Logo, a Apple solicitou aos fabricantes adicionar a segunda capa, que antes foi eliminada.

O fato é que, agora, a cadeia de fornecimento de telas conta com problemas sérios para integrar as duas capas de retro-iluminação e, ao mesmo tempo, manter as restrições de espessura impostas pela Apple. A fonte da Reuters confirma que essas fábricas agora trabalham contra o tempo, mas que ainda é difícil prever no que vai implicar esses contratempos.

Das as circunstâncias, não podemos descartar a possibilidade da Apple de adiar a disponibilidade do smartphone, ou até mesmo enviar para as lojas um número menor de unidades que as estimadas inicialmente, o que provocaria um problema de abastecimento. Mas por enquanto, estamos no terreno das especulações. Veremos o que vai acontecer nos próximos dias.

Via Reuters