Uma das questões pendentes sobre o WannaCry era o que aconteceria com o dinheiro derivado da extorsão pelo ransomware.

Agora, a resposta: os fundos depositados estão sendo retirados nos bancos de bitcoin onde estavam alojados. Antes os valores estavam congelados, sem movimentação dos seus proprietários.

Os mais de 120 mil euros foram transferidos, divididos em aproximadamente 52 bitcoins, que foram divididos em três moedas virtuais.

As retiradas dos valores totais aconteceram por chantagem, que durou apenas 15 minutos, deixando as contas totalmente vazias e sem identificar os responsáveis pelo ataque, que poderia ter vindo da Coreia do Norte, algo que não foi confirmado.

O ataque foi global, mas podemos concluir que seu impacto foi bem reduzido, já que 120 mil euros mostram que poucos afetados pelo WannaCry aceitaram pagar o resgate. Ainda mais pelo fato do problema ter uma solução que não passa pelo pagamento da extorsão.